27 de setembro de 2021

Ambientes integrados: saiba como delimitar os espaços

ambientes-integrados

Se você quer criar ambientes integrados em sua casa, deve saber como delimitar os espaços da forma correta. Fique com a gente para conferir as melhores dicas!

Um conceito aberto com ambientes integrados pode ser muito requisitado nas casas pela sensação de amplitude de espaço que pode causar. Entretanto, pode ser difícil delimitar os ambientes de cada cômodo quando eles estão interligados e, por isso, vamos explicar o que você deve fazer. 

A tendência de criar ambientes integrados nas casas surgiu por diversos motivos. Uma das razões foi a existência de lofts e de galpões de indústrias inutilizados que foram transformados em residências e em ateliês. Eles se caracterizavam por um espaço grande e aberto, sem divisórias. A ocupação de jovens nesses espaços foi muito comum, principalmente com um estilo mais associado à decoração industrial.

Essa tendência migrou para dentro das casas, especialmente devido à praticidade e à funcionalidade que oferece às famílias. Assim, confira agora as principais vantagens e desvantagens de ter ambientes integrados em sua casa. 

Será que devo ter ambientes integrados em minha casa?

ambientes-integrados

Essa é uma dúvida que muitas pessoas têm ao construir ou reformar sua casa e que pode causar divergências de opiniões. Por isso, separamos as principais vantagens e desvantagens de ter ambientes integrados em sua casa.

Principais vantagens dos ambientes integrados

Os benefícios dos ambientes integrados vão desde a limpeza mais fácil de sua casa até a sensação de liberdade entre os cômodos. Para moradores que têm filhos, é uma ótima opção, pois se você estiver na cozinha fazendo almoço, consegue vigiar o que seus filhos estão fazendo na sala, por exemplo. 

Essa tendência é acompanhada, muitas vezes, do estilo de decoração moderno, industrial e minimalista. Assim, outra vantagem de ter ambientes interligados em sua casa é poder escolher não apenas entre os estilos citados, mas também entre diversas outras tendências de decoração que combinam com espaços grandes e abertos.

Além disso, em um contexto tecnológico, a existência de menos paredes em nossas casas, que proporciona grandes espaços abertos, ajuda na dispersão do sinal do wi-fi. 

Isso pode evitar estresse na hora de se conectar à rede e pode te poupar dinheiro, já que você não precisará de mais de um modem em um outro ambiente ou de um repetidor de sinal, que amplifica o sinal de wi-fi para outros cômodos da casa. 

Sem contar que, se você quiser transformar seu lar em uma casa inteligente, pode ter mais facilidade ao optar por ambientes integrados.

Principais desvantagens dos ambientes integrados

As desvantagens de utilizar ambientes integrados em sua casa dizem respeito ao perfil de morador que viverá nela. Começando pelo fator organização, essencial para se ter uma vida mais leve e tranquila.

Se você é uma pessoa desorganizada ou que tem uma família com esse perfil, talvez  o ambiente integrado não seja uma boa opção. 

Imagine três cômodos interligados, uma sala, uma cozinha e uma varanda. Se você desorganizar um deles, estará prejudicando a ordem nos três. Então, pense bem antes de optar por essa tendência ou se dedique a ser uma pessoa mais organizada em sua casa.

Se você é estudante ou trabalha em casa pode ter, ainda, outra desvantagem. Separar um espaço para trabalho e estudo pode ser essencial para seu foco e para a concentração nessas atividades. Assim, se você tem uma família e possui um escritório integrado à sala, por exemplo, talvez os outros moradores de sua casa possam te atrapalhar. 

Por outro lado, um escritório integrado ao quarto pode ser uma boa opção, já que não necessariamente os ambientes integrados não podem ter divisórias ou portas. Assim, se você adicionar uma divisória entre seu quarto e o escritório, continuará tendo um ambiente integrado, porém, com espaços delimitados. 

Isso nos leva ao próximo tópico deste artigo, acompanhe!

Como delimitar ambientes integrados

Apontamos anteriormente que ambientes integrados não precisam estar absolutamente ligados de uma forma ou de outra, já que isso pode prejudicar caso você tenha um escritório ou até mesmo a privacidade das pessoas que moram em sua casa. 

Por isso, iremos falar agora sobre como você pode delimitar os espaços dos ambientes integrados sem que prejudique a ideia da integração dos ambientes.

Decoração

A primeira opção de delimitação de ambientes integrados diz respeito à própria decoração. Você pode utilizar tapetes ou alguns móveis para separar certos ambientes como sala de TV e sala de jantar. Ainda, posicionar uma ilha e lustres entre a cozinha e a sala é uma ótima dica para evitar confusão entre esses ambientes.

Você também pode setorizar a decoração de cada ambiente, utilizando algumas informações marcantes em cada um deles que não se repita em outros, como, por exemplo, um lustre ou pendentes, itens decorativos ou, como mencionado, um tapete. 

Essas escolhas dependem de cada um e podem ser utilizadas com maior liberdade e menos custo.

Separamos o vídeo 5 erros na decoração de cozinhas integradas, do canal da Lays Layane Arquitetura, disponível no YouTube. Assista!

Iluminação

Outra dica, que também diz respeito a lustres, pendentes e também luminárias de chão ou parede, é a própria iluminação de cada ambiente. 

Você pode utilizar diferentes cores e materiais para essas luminárias. Na cozinha, por exemplo, utilize pendentes metálicos e, na sala, uma luminária mais rústica. Isso pode fazer com que a diferença entre os ambientes venha à tona.

Além disso, lembre-se da iluminação por si só. Você pode optar por cores de lâmpadas distintas em cada ambiente, como uma luz branca na cozinha e amareladas na sala. 

Existem diversas opções, ainda mais com a disponibilidade de lâmpadas inteligentes no mercado. A posição em que a luz incidirá também pode ser fundamental. Por isso, em uma sala de jantar, coloque o lustre ou pendente exatamente em cima do centro da mesa.

Revestimentos

Já que a escolha de ter ambientes integrados está muito ligada à construção e a reformas de casa, você pode ficar atento aos revestimentos nesses processos. 

A utilização de diferentes revestimentos pode fazer com que você consiga delimitar cada ambiente sem que eles fiquem separados por barreiras físicas.

A escolha de revestimentos para separar ambientes integrados é muito bem-vinda, pois pode conversar com a decoração e dar um toque a mais de estilo para sua casa. Assim, pense em revestimentos diferentes para cada ambiente. Uma cozinha pode ter azulejos coloridos ou com certos padrões e cores, enquanto a sala de estar ou a sala de jantar podem ter a madeira como foco. 

Barreiras físicas

Por fim, você pode utilizar barreiras físicas para separar os ambientes de uma forma que eles continuem integrados e conversem entre si. Pense, por exemplo, em uma parede com metade da altura ou em uma ilha, como já foi dito, separando a cozinha da sala. Essas opções são menos práticas, pois levam em conta a construção em alvenaria. Portanto, iremos dar algumas alternativas mais versáteis e práticas.

Uma boa opção que pode contribuir com estilo e praticidade é uma estante vazada entre dois ambientes. Ela pode beneficiar a organização e, ainda, servir para colocar itens decorativos. Sem contar que, dependendo do material e da cor que ela for feita, pode causar um impacto na decoração de sua casa. Assim, ela oferece um combo de praticidade, de decoração e de estilo. 

Você também pode optar por cobogós separando o ambiente. Cobogós nada mais são que painéis vazados ou, ainda, a composição de madeira ou de tijolos que separam ambientes sem que haja uma emancipação entre eles. 

Esses itens podem ser muito estilosos e você pode escolher qual a melhor alternativa de material e de cor para seu ambiente. Existem inúmeras opções de formatos entre os cobogós, por isso, escolha com sabedoria, alinhado ao estilo de decoração de sua casa. 

cobogó-ambientes-integrados

Por fim, você pode utilizar vidros para separar, por exemplo, a varanda da sala ou da cozinha. Essa opção pode ser considerada equivocada para separar ambientes interligados por ter a mesma função de uma parede. 

Entretanto, por ser transparente, o vidro pode continuar a gerar a sensação de ambientes integrados e, ainda, tem a vantagem de você conseguir ter maior eficiência de condicionadores de ar entre os cômodos.

E aí, o que você achou deste conteúdo?

Como você viu, são diversas as alternativas para delimitar os ambientes integrados em sua casa.  Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado a escolher e a te dar dicas das melhores opções. Deixe nos comentários quais ambientes você acha que combinam quando são integrados. 

Você pode acessar o Blog da Arbo e ficar por dentro de diversos conteúdos voltados à decoração de sua casa. Acesse Decoração para casa: tudo que você precisa saber para renovar o imóvel ou, ainda, 13 objetos de decoração que você precisa conhecer. 

Acesse, também, a Central de Ajuda da Arbo e saiba quais são as principais dúvidas envolvendo o mercado imobiliário, como processos de locação e de venda de imóveis. 

Por fim, entre no Site da Arbo se você estiver procurando o imóvel ideal para você. A plataforma conta com inúmeros imóveis espalhados por todo o Brasil. Você pode fazer buscas por mapas especializados para encontrar o imóvel dos seus sonhos. Acesse!

Postagens relacionadas

banheiro de casal decoração

Banheiro de casal: saiba como decorá-lo

A decoração de um novo imóvel deve ser pensada para o conforto e para a comodidade dos moradores. Por isso, nesse texto você irá acompanhar dicas para deixar o banheiro de casal aconchegante e, claro, bem decorado Quando chega o tão sonhado período da vida a dois, o casal compartilha tudo, inclusive o banheiro. Principalmente […]

paletes de madeira para a decoração

Paletes de madeira: como utilizar?

Os paletes de madeira são materiais versáteis que podem ser utilizados em diversos móveis e itens de decoração. Confira as dicas para inseri-los em seu imóvel A madeira é um dos materiais mais tradicionais usados na hora de produzir móveis, mas é necessário destacar que os excessos podem causar grandes problemas para o meio ambiente. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *