24 de maio de 2022

Consórcio de imóveis: tudo o que você precisa saber

Quer comprar uma casa ou um apartamento? Então você precisa conhecer as possibilidades que o consórcio de imóveis oferece

Fazer a aquisição de uma casa ou apartamento é uma das maiores decisões, e na maioria das vezes, uma das primeiras principais escolhas. Mais do que pelo valor e o processo burocrático nesta transação, estamos falando do lugar que chamamos de lar, ou seja, queremos nos certificar de estar escolhendo bem este refúgio para finalmente tomar as decisões corretas em relação à modalidade de crédito com parcelas acessíveis a longo prazo. Nesse sentido, é preciso considerar todas as possibilidades, como o consórcio de imóveis.

Por se tratar de um bem de valor superior, mesmo as pessoas que têm um bom controle financeiro, assim como uma renda significativa e salários elevados, podem sentir dificuldade de ter a quantia suficiente para pagamento à vista. 

Os financiamentos, que geralmente são praticados em muitas construtoras, também não são uma solução de fácil acesso, até porque, você precisa ter uma boa reserva financeira para utilizar como entrada e, contratado o crédito, ainda tem que se preparar para o pagamento de taxas e juros que podem desestabilizar qualquer orçamento familiar. 

Por esse motivo, o consórcio de imóveis acaba sendo uma excelente opção para aqueles que querem começar a investir no seu imóvel próprio, mas sem perder parte importante de sua renda. 

Como funciona o consórcio de imóveis

Antes de qualquer coisa, para contratar o seu consórcio de imóveis é necessário determinar o valor do seu objetivo. Para isso, é recomendado fazer um estudo sobre os imóveis disponíveis na região desejada, tipo do imóvel (casa ou apartamento, por exemplo) e ter uma noção real do valor. 

Assim que tiver o valor estabelecido, o passo seguinte é encontrar a administradora de consórcios que você irá contratar. Nessa hora, é extremamente importante avaliar com cuidado as opções e optar por empresas já estabelecidas no mercado, além de serem autorizadas pelo Banco Central. 

Para simplificar ainda mais esta importante decisão, é possível fazer uma simulação no próprio site da administradora para ter certeza de que será possível arcar com as parcelas. Mas não precisa se preocupar, pois quem determina o número de parcelas a serem pagas é o cliente, além de que as administradoras mais modernas possibilitam a contratação de forma 100% digital, de onde você estiver. 

Juros e taxas

Uma das características mais lembradas quando o assunto é consórcio de imóveis é que você, finalmente, está livre dos juros. E não é difícil entender o motivo, isso porque, o objetivo é usar o dinheiro das parcelas pagas pelos consorciados para a aquisição de bens à vista.

Sem pagar juros sobre o valor do crédito contratado, essa se torna uma ótima opção para quem quer fugir dos valores abusivos que são colocados pelos financiamentos tradicionais! Os consorciados precisam arcar somente com taxas específicas, que podem ser solicitadas pelas administradoras, como:

  • Fundo comum:  valor efetivamente empregado na compra do bem designado;
  • Seguro: de vida e de quebra de garantia – caso queira, pois a contratação dessa modalidade é opcional;
  • Taxa de administração: que está relacionada à remuneração da administradora pela gestão do consórcio;
  • Fundo de reserva: tem o objetivo de proteger o funcionamento do grupo em alguns casos, como na inadimplência de algum membro. Caso existam recursos nesse fundo no encerramento do grupo, o valor é restituído de forma proporcional aos consorciados.

Quando tudo é colocado na ponta do lápis, o consórcio imobiliário se mostra uma alternativa muito mais acessível, já que suas taxas são bem menores que os juros cobrados no financiamento, o que resulta em um prazo bem menor para quitação do parcelamento. 

Nível de burocracia

O consórcio de imóveis é visto como uma ótima alternativa quando a burocracia é colocada em jogo. Além dos custos altíssimos, toda a burocracia envolvida é outro detalhe que acaba  fazendo muitas pessoas desistirem dos financiamentos convencionais. A adesão do consórcio é muito mais fácil e suas exigências são menos rígidas.

A análise de crédito nessa modalidade costuma ser mais flexível, tornando mais fácil a vida de quem não tem como comprovar uma renda fixa – os trabalhadores autônomos são os melhores exemplos disso. 

Em alguns casos, é possível aderir a um plano de consórcio mesmo com restrição de crédito. Ainda assim, a situação deve estar regularizada para o recebimento da carta de crédito, e isso requer um bom planejamento por parte do interessado.

consórcio-de-imóveis

Possibilidades de contemplação

Uma das chances de ser contemplado em um consórcio é por meio dos sorteios. Eles são realizados durante as assembleias mensais, um processo que garante chances iguais a todos os participantes que estejam com os pagamentos em dia. 

Outra opção, que possibilita antecipar a contemplação é ofertar lance com um percentual do valor do crédito. É importante ressaltar que a quantidade de cotas contempladas via lance vai depender da administradora, da quantidade de participantes, e do saldo disponível no grupo.

Com o passar dos meses, as chances de ser contemplado por lance e sorteio aumentam, isso porque os participantes que já receberam a carta de crédito não concorrem mais ao sorteio. Cada administradora de consórcio tem sua maneira de realizar as premiações.

Caso você tenha alguma reserva financeira, o consórcio de imóveis também pode ser uma ótima opção, afinal, se investir em um lance poderá ser contemplado de maneira mais rápida, com as demais parcelas até o final do contrato mantendo seu valor atrativo.

Vale lembrar que, ao ser contemplado e adquirir seu imóvel, você precisa continuar pagando as parcelas do consórcio normalmente. Também vale ressaltar que, caso consiga comprar a casa que sempre quis ter logo no início, vai passar a ter novas despesas relativas ao imóvel. Sendo assim, um bom planejamento financeiro se torna indispensável!

FGTS pode ser usado como lance 

Um dos principais benefícios em torno do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é a possibilidade de utilizá-lo para a conquista da casa própria. Por esse motivo, você pode utilizá-lo para amortizar o valor de suas parcelas ou até mesmo, usá-lo como lance. Para conseguir utilizar o seu FGTS, é necessário ter:

  • Três anos trabalhando sob regime CLT;
  • Ser o titular da cota de consórcio sobre qual recurso será usado;
  • Não ter financiamento ativo em torno do Sistema Financeiro de Habilitação (STF). 

Para ofertar um lance utilizando o seu saldo de FGTS, basta consultar os valores disponíveis no site da Caixa Econômica Federal, ou procurar por uma agência mais próxima. É comum a CEF enviar extratos periódicos do seu saldo para sua residência, basta ter o endereço atualizado. 

Você oferece seu lance normalmente, e não tem que especificar que usará recursos próprios para cobrir o lance ou FGTS. Agora, se o seu lance for contemplado, é necessário informar a origem do pagamento do lance. Vale lembrar que a CEF vai liberar o FGTS apenas em casos de compra de imóvel, diretamente para o vendedor. 

consórcio-de-imóveis

Quais imóveis podem ser adquiridos? 

Existem várias opções de compras com o consórcio. Independente do que for fazer com o imóvel: morar no lugar adquirido, alugar ou fazer um investimento, o consórcio é a escolha perfeita. Cada categoria tem as suas vantagens e separamos algumas delas abaixo:

Casa: significa mais espaço para crianças e bichos de estimação, uma casa também é sinônimo de mais privacidade e liberdade. 

Apartamentos: você tem mais sensação de tranquilidade, é possível contar com serviços e praticidades de condomínio, que trazem maior comodidade no dia a dia. 

Terrenos: mais recomendado para as pessoas que querem acompanhar de perto o nascimento do seu imóvel próprio. Você pode fazer a casa do jeito que sempre sonhou, também é possível contar com a valorização da região, o que pode trazer um excelente retorno de investimento em poucos anos.

Imóveis na planta: utilizar sua carta de crédito em um imóvel na planta pode ser uma boa opção, afinal você garante o valor no lançamento que, normalmente, é menor do que o praticado nos imóveis prontos para morar.

Espaço Comercial: para quem quer ter o próprio negócio, ou até mesmo alugar, este tipo de investimento é aberto para diversas possibilidades. Isso ocorre pois é possível adquirir espaços para lojas, restaurantes, escritórios ou salas comerciais. 

Vantagens que só o consórcio oferece 

Você já deve ter percebido todas as vantagens de fazer um consórcio de imóveis. Uma maneira acessível de finalmente conseguir conquistar o seu patrimônio e realizar o seu objetivo. 

Vale ressaltar a importância de contratar uma administradora reconhecida no mercado e que seja autorizada pelo Banco Central. Embora o conceito seja o mesmo, algumas administradoras possuem mais vantagens que outras, então pesquise bem.

Postagens relacionadas

Cozinha minimalista: saiba como aplicar

Se você tem pouco espaço disponível e quer aproveitar ao máximo o ambiente, precisa conhecer a cozinha minimalista, que traz organização e estilo ao cômodo A decoração minimalista ganha, a cada dia, mais adeptos. Isso porque, além de simples e elegante, é perfeita para ambientes e imóveis com áreas modestas. Nesse sentido, o estilo pode […]

como-fazer-vasos-de-cimento

Como fazer vasos de cimento e utilizá-los na decoração

Saiba como você pode fazer vasos de cimento que irão contribuir muito para a decoração de sua casa ou de seu jardim. Continue a leitura! Os vasos de cimento são uma ótima opção para quem gosta de plantas e também pra quem quer economizar na jardinagem, pois você mesmo pode fazer os utensílios da sua […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *