29 de novembro de 2021

Descubra se o consórcio imobiliário vale a pena

consórcio imobiliário

O consórcio imobiliário é uma das principais formas de realizar o sonho da casa própria. Veja como esse tipo de financiamento funciona e se ele vale a pena para você.

Quem está planejando comprar um imóvel está sempre em busca de mais informações para garantir a melhor escolha. Nesse momento, é normal surgirem muitas dúvidas, afinal, há diversas maneiras de realizar esse sonho. Pensando nisso, o Blog da Arbo preparou este artigo para te ajudar a avaliar se o consórcio imobiliário vale a pena.

Começamos apresentando o conceito de consórcio imobiliário e como esse tipo de operação financeira funciona. Além disso, você conhecerá vários aspectos que tornam essa modalidade de financiamento muito vantajosa para determinadas situações. Confira!

O que é um consórcio imobiliário?

O consórcio imobiliário é um modelo de financiamento em que um grupo de pessoas interessadas em comprar uma casa ou um apartamento se unem para arrecadar a quantia necessária. A ideia é que todos os integrantes desse grupo, chamados de consorciados, contribuam uns com os outros por meio do pagamento de um valor mensal.

Dessa forma, a cada mês, um desses integrantes recebe uma carta de crédito no valor do imóvel desejado. A ordem dos contemplados é definida por sorteio e todo o processo é gerenciado por empresas conhecidas como administradoras. 

Os consorciados também podem ofertar lances – adiantamento das parcelas – para serem contemplados mais rapidamente. Cada administradora tem suas próprias regras em relação aos lances.

Após a contemplação, a administradora dá andamento aos procedimentos de entrega da carta de crédito, mas o valor não é depositado diretamente na conta do consorciado. Na verdade, a própria administradora é quem vai efetuar o pagamento ao vendedor do imóvel indicado.

Antes de contratar o consórcio é fundamental ler com muita atenção o contrato de adesão, que explica todas as regras do grupo. Ele deve descrever os direitos e deveres dos consorciados, o valor das parcelas e o prazo de duração.

Como funciona o consórcio imobiliário?

Como funciona um consórcio imobiliário

Geralmente, o período de um consórcio de imóveis varia entre 10 e 15 anos e o consorciado pode ser contemplado em qualquer momento dentro desse período. Por isso, o consórcio imobiliário vale a pena para quem não está com pressa em adquirir o bem. Mesmo assim, ele pode ter a sorte de ser contemplado logo no início.

As parcelas de um consórcio são compostas por quatro itens:

Fundo comum

O fundo comum é o valor com que o consorciado contribui para a compra do imóvel. É a partir dele que a administradora compõe o valor das cartas de crédito entregues aos contemplados. Na prática, ele corresponde ao valor do imóvel desejado dividido pelo número de prestações do consórcio.

Fundo de reserva

O fundo de reserva é um valor adicional que a administradora guarda para lidar com possíveis imprevistos, como um caso de inadimplência entre os consorciados. Dessa forma, se algum integrante do consórcio não conseguir pagar as parcelas por um longo período, o dinheiro do fundo de reserva impede que os demais sejam prejudicados.

Vale destacar que a presença desse fundo de reserva não é obrigatória para todos os consórcios. Entretanto, por ser um recurso de segurança, a maior parte das administradoras opta por estabelecê-lo e os interessados precisam concordar com ele para poder participar do consórcio. 

Na maioria dos consórcios, o fundo de reserva equivale a 2% do valor da carta de crédito. Assim como acontece com o fundo comum, esse montante também é dividido pela quantidade de parcelas, representando uma parte bem pequena da mensalidade.

Outro ponto importante é que parte do valor pago em função do fundo de reserva volta para o consorciado. Isso acontece ao final do período do consórcio, quando a administradora faz um rateio do valor remanescente, ou seja, ela vê quanto dinheiro sobrou nesse fundo e o distribui igualmente entre os participantes.

Seguro 

Muitas administradoras também oferecem um seguro de consórcio. O propósito é que ele cubra o valor do crédito contratado em situações como morte do consorciado ou invalidez permanente, por exemplo. Dessa forma o titular da apólice e seus familiares ficam protegidos caso não seja possível manter os pagamentos. 

É importante ressaltar que o seguro de consórcio é um serviço opcional. Entretanto, se o grupo de consorciados optar por sua inclusão, ele deverá ser pago por todos os membros. A taxa do seguro costuma representar cerca de 0,2% do valor de cada parcela. 

Taxa de administração 

A taxa de administração é o valor que a administradora cobra pelos serviços de gerenciamento do grupo de consorciados. Normalmente, a taxa de administração é mais baixa que o valor do fundo comum e, assim como os demais itens, fica diluída entre as parcelas.

O que acontece se eu atrasar o pagamento do consórcio?

Para atrasos de menos de um mês, o consorciado acaba pagando multa e juros. Além disso, fica impedido de participar da próxima assembleia de consorciados e perde a chance de ser contemplado nela, caso isso ainda não tenha acontecido.

Para atrasos longos, as medidas são mais pesadas. O consorciado que ainda não foi contemplado pode até ser excluído do grupo. Aqueles que já foram contemplados, mas ainda não utilizaram a carta de crédito, podem perder a contemplação. Se o inadimplente já usou a carta de crédito e comprou o imóvel, poderá perdê-lo para que a dívida seja coberta.

Entretanto, o consorciado pode negociar algumas soluções junto à administradora para resolver o problema. É possível, por exemplo, solicitar a troca da carta de crédito para um valor mais baixo, desde que o inadimplente ainda não tenha sido contemplado. Outras opções são negociar o pagamento do valor pendente ou transferir a cota para uma pessoa capaz de arcar com a dívida.

Quais são as vantagens de entrar em um consórcio de imóveis?

Vantagens do consórcio imobiliário

Embora existam várias outras formas de financiar a compra de um imóvel, o consórcio imobiliário vale a pena porque apresenta vários benefícios bastante atraentes. Tudo depende da alternativa que se adapta melhor ao seu perfil. Entre essas vantagens, podemos destacar as seguintes:

Não tem juros

Talvez a melhor vantagem seja a ausência de taxas de  juros, algo que diferencia os consórcios imobiliários de outros serviços oferecidos pelos bancos. Ainda que haja uma taxa de administração, ela certamente será muito mais baixa que o montante de juros cobrado pela maior parte das instituições financeiras, reduzindo o custo efetivo total da operação.

Não tem entrada

O consórcio imobiliário vale a pena para muita gente porque não exige o pagamento de uma entrada. Todo o valor do imóvel é diluído nas prestações. Assim, se você já tem algum dinheiro guardado e não tem pressa de obter o imóvel, pode utilizá-lo para outras finalidades ou continuar guardando para oferecer um lance apenas quando chegar o momento certo. 

Planos variados

Há muitas administradoras de consórcio no mercado e cada uma delas oferece uma grande variedade de planos. Por isso, você pode fazer uma boa pesquisa para escolher aquele que combina melhor com seus padrões financeiros e seus planos para o futuro.

A primeira coisa a fazer durante a escolha de uma empresa é verificar se ela tem autorização do Banco Central para atuar nesse mercado. A instituição mantém em seu site uma relação de agências, postos e filiais de administradoras de consórcio devidamente registradas.

Como em qualquer negócio relacionado a finanças, a chance de golpes sempre existe. Portanto, desconfie de propostas com valores baixos demais.

Menos burocracia

Outro aspecto em que o consórcio imobiliário vale a pena é a burocracia reduzida. É comum ver empresas que não têm regras tão rígidas de comprovação de renda para a compra de uma cota, facilitando a vida, principalmente, de quem vai comprar o primeiro imóvel.

Além disso, depois de ser contemplado e ter o direito de utilizar a carta de crédito, o contemplado é livre para aplicar o valor no imóvel que considere adequado. Isso significa que você não precisa indicar o imóvel logo de cara, como acontece em um financiamento comum. 

Acompanhe as novidades do Blog da Arbo!


Cadastre-se e receba por e-mail nossa newsletter com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Você pode escolher entre imóveis novos ou usados, tanto residenciais quanto comerciais. Ainda é possível investir o dinheiro na compra de um terreno ou utilizá-lo para construir ou reformar uma casa. E se você já está pagando um financiamento imobiliário, pode utilizar a carta de crédito para quitar o valor restante.

Agora você já sabe os conceitos básicos, fica mais fácil avaliar se o consórcio imobiliário vale a pena para o seu caso. Com essas informações, você será capaz de avaliar propostas de várias empresas e medir os prós e contras desse e de outros serviços destinados à compra e venda de imóveis.

Está pensando em comprar uma casa, um apartamento ou um terreno? No portal Arbo Imóveis, você encontra as melhores opções em centenas de cidades e faz todo o processo de compra online, sem complicação.

Postagens relacionadas

simulador-de-financiamento

Simulador de financiamento e o poder de compra

Um dos primeiros passos para quem deseja fazer um financiamento de imóveis, é entender como funciona o simulador de financiamento. Confira neste texto.  O financiamento é uma das alternativas de compra de imóveis mais usadas pelos brasileiros. Há algum tempo essa modalidade é oferecida tanto para quem deseja comprar o seu primeiro imóvel ou até […]

financiamento imobiliário com SFH

Financiamento imobiliário com SFH: 8 perguntas e respostas

Dúvidas sobre o SFH (Sistema Financeiro Habitacional)? Saiba o que é, como funciona, quem pode usar e que tipo de imóvel você pode financiar nessa modalidade de crédito! Quem vai comprar um imóvel sempre acaba se deparando com muitas dúvidas sobre os detalhes da negociação. Muitas delas estão relacionadas à questão financeira, como taxas de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *