27 de setembro de 2021

Decoração oriental: saiba tudo sobre o estilo

decoração-oriental

Você sabe como funciona a decoração oriental? Confira os detalhes neste texto do Blog da Arbo 

A decoração oriental caiu no gosto dos brasileiros há alguns anos. Desde a década de 70, mais ou menos, com o aumento da imigração de orientais para o nosso país, é comum vermos alguns objetos com elementos orientais nas casas brasileiras. 

Diversas lojas vendem artigos de decoração perfeitos para compor esse estilo, inclusive, são muito requisitados por consumidores brasileiros. Mas, você sabe realmente o que caracteriza esse estilo de decoração? É isso que vamos te explicar no texto a seguir. Confira todos os detalhes. 

O que é decoração oriental

decoração-oriental

A arquitetura e decoração oriental tem uma história tão longa quanto qualquer outro aspecto desses povos.

Em geral, caracteriza-se tanto pelas suas qualidades estéticas intrínsecas quanto pela marcante influência que viria a exercer no Ocidente, sendo reconhecida como uma das mais importantes contribuições do espírito nipônico à cultura universal.

Na arquitetura, existem vestígios de construções neolíticas através de modelos de casas encontrados em túmulos, mas apenas com a introdução do budismo, no século VI d.C., pode-se identificar uma tradição contínua.

A estética oriental é um conjunto de ideais clássicos que incluem o simples, a pátina, e o misterioso. Esses ideais, assim como os outros, sustentam muitas das normas culturais e estéticas japonesas que ditam o que é considerado ser belo e ter gosto (no sentido sociológico). 

Assim, ao passo que é visto como filosofia na civilização ocidental, o conceito de estética é visto no oriente como parte integrante do dia a dia A estética oriental atual contém uma variedade de ideais, desde tradicionais ou modernos a importados de outras culturas.

Alguns termos e os seus significados podem ser usados para definir as características da cultura oriental. São eles: 

  • Fukinsei: assimetria, irregularidade;
  • Kanso: simplicidade;
  • Koko: minimalismo;
  • Shizen: sem pretensão, natural;
  • Yugen: beleza sutilmente profunda, não óbvio;
  • Datsuzoku: ilimitado por convenção alguma, livre;
  • Seijaku: tranquilo, ameno.

Cada um destes princípios pode ser encontrado na natureza, mas pode implicar em virtudes do caráter humano e comportamento apropriado. 

Isso, por sua vez, sugere que a virtude e a civilidade podem ser insinuadas através da apreciação das artes, bem como em sua prática. Assim, os ideais estéticos têm uma conotação ética e permeiam grande parte da cultura oriental.

A Decoração Oriental é muito cheia de significados, por isso, você deve se atentar a como irá decorar sua casa, baseado nesse estilos de decoração. Fique com a gente pois agora veremos quais são as principais características desse estilo.

Principais características desse estilo

decoração-oriental

Muitas pessoas ligam a cultura oriental somente ao Japão. Mas, existem outros países que também contribuem (e muito) para compor essa estética muito rica e variada. 

Índia, Egito, Turquia, Malásia e Tailândia são apenas alguns dos demais países que têm influência no cenário decorativo oriental. 

Em geral, quando falamos sobre decoração oriental falamos sobre simplicidade e praticidade. Por conta disso, muitas pessoas ligam o nascimento do minimalismo à cultura oriental. E, de uma certa forma, é verdade. 

Na decoração oriental, exageros não são bem-vindos. Os pilares fundamentais da decoração oriental são a organização e a atenção aos detalhes. Sempre com linhas retas, poucos elementos e sobriedade nas cores.  

Nos ambientes, o que toma conta é a praticidade. Ao entrar em um ambiente com decoração oriental, é muito comum sentir a sensação de leveza. E é exatamente isso que buscam os orientais. Trata-se de um comportamento explicado até por fatores religiosos. 

Quer saber mais detalhes sobre as origens da decoração oriental? Confira o vídeo Como decorar com o estilo Oriental do Canal Dentro Diy Casa, disponível no YouTube, que fala sobre o assunto: 

Dicas de decoração oriental 

Agora que você já descobriu mais sobre quais são as principais características da decoração oriental, vamos trazer dicas de como aplicá-la em sua casa. Continue a leitura!

Siga as dicas minimalistas

Como já explicamos neste texto, seguir as tendências minimalistas é uma grande dica para quem deseja ter em seu lar uma decoração no estilo oriental. 

O minimalismo surgiu na década de 1960 como uma proposta artística e cultural que se concentra apenas no que é tido como essencial. A ideia se espalhou por muitas áreas e hoje é vista como um estilo de vida. A influência minimalista está cada vez mais presente na decoração e na arquitetura, proporcionando um visual mais sóbrio às construções.

Um dos objetivos do minimalismo é se contrapor ao estilo de vida consumista. Um minimalista tende a dar mais atenção ao que o dinheiro não pode comprar e estabelecer rotinas descomplicadas. Livre dos excessos, a mente minimalista pode se concentrar na busca pela felicidade e pela realização pessoal.

E tudo isso deve refletir no design dos móveis, cadeiras, sofás e objetos escolhidos para os ambientes. 

Nos quartos, prefira as camas mais baixas

Um dos itens mais famosos da decoração oriental são as camas baixas. 

Para os orientais, se deitar mais próximos ao chão reflete na energia que é absorvida da terra. É a escolha exata para quartos que preferem ir para uma linha mais casual, cujo objetivo principal é o relaxamento.

As madeiras em tons suaves são excelentes

A madeira é a principal matéria prima da decoração oriental. Mas, atenção: não é qualquer tipo de madeira. São estilos que possuem um tom mais sóbrio e ameno, o que foge um pouco das mais comuns encontradas no Brasil.

Quando falamos sobre esse tipo de decoração, a madeira está presente no piso, nas divisórias, molduras ou nos móveis. Sempre com destaque e trazendo leveza para a textura e tonalidade do ambiente. 

Preste atenção na tonalidade das cores 

Definir uma paleta de cores correta é fundamental para que sua decoração oriental em geral fique harmoniosa.

Defina uma parede ou até mesmo um móvel para essa cor principal, e utiliza-a como ponto de partida para o restante do seu planejamento. Lembre-se disso sempre que pensar em acrescentar ou tirar algo da sua decoração. Aqui, os tons mais puxados para o branco são essenciais. 

Acessórios estão muito presentes

A variedade de acessórios na decoração oriental é muito rica. Os objetivos quase sempre vem com ilustrações simbólicas desta cultura. São figuras que têm significados sociais, religiosos ou até mesmo artísticos e que podem compor muito bem os mais diversos tipos de ambientes. 

Os itens de cerâmicas são tendências que nunca saem de moda. A China, por exemplo, mantém a tradição de produção de cerâmicas e porcelanas, um ofício que é exercido desde o III milênio a.C. Por isso, caso você queira dar um toque mais oriental em sua decoração, cerâmica é o material certo. 

Os espelhos estão sempre presentes 

Os espelhos são objetos decorativos conhecidos por dar a impressão de amplitude aos ambientes. Eles são muito comuns nas decorações orientais. 

A boa notícia para quem possui uma sala de jantar pequena é que esses itens são muito bem-vindos e podem auxiliar tanto na sensação de ampliação quanto na decoração.

Esse objetivo, além de ser muito útil no dia a dia, está disponível em diversos tamanhos e em diversos modelos e, mais uma vez, o morador deve escolher os itens de acordo com o estilo decorativo do cômodo.

Dica bônus: a importância de objetos que caracterizam os elefantes

Você já deve ter ouvido falar ou percebido que o elefante é um dos animais mais usados na decoração oriental. Isso se deve ao fato de que, na cultura oriental, o elefante significa prosperidade, paz, força e longevidade.

Por conta disso, vale a pena você pensar em compor a sua decoração oriental com objetos que caracterizam esse animal. Ele pode ser usado, por exemplo, sobre estantes, racks, aparadores, mesas laterais e de centro. 

decoração-oriental

A decoração oriental pode ser o estilo perfeito para sua casa. Não deixe de experimentar esse estilo, você irá se surpreender com o que ela pode te oferecer!

O que você achou dessas dicas?

Agora que você já sabe como decorar o estilo de decoração oriental, o Blog da Arbo quer saber: qual é a sua opinião sobre as dicas apresentadas? Não se esqueça de deixar suas impressões na caixa de comentários abaixo. 

Conte-nos, também, se possui sugestões, elogios ou dúvidas sobre o conteúdo apresentado.

Para conferir mais artigos como esse, basta continuar a navegar pelo Blog da Arbo. Aqui você aprende tudo sobre o mundo da decoração, assim como quais são as dicas para não errar na compra do primeiro imóvel. Talvez você se interesse por Tudo o que você precisa saber para decorar sua casa.

Visite, também, a Central de Ajuda da Arbo, que está repleta de conteúdos que podem te ajudar em questões do dia a dia, como a emissão da segunda via de faturas e informações sobre os melhores provedores de internet nas principais cidades do Brasil. 

E, para encontrar o imóvel ideal, acesse o Portal da Arbo. Lá você pode buscar casas e apartamentos de acordo com suas necessidades, com facilidades como os filtros e a pesquisa por mapas. Não perca essa oportunidade!

Postagens relacionadas

comprar ou alugar

Comprar ou alugar: qual é a melhor escolha?

Está na dúvida se vale mais a pena comprar ou alugar um imóvel? Descubra as vantagens de cada alternativa e facilite a tomada de decisão. O dilema entre comprar ou alugar é uma discussão das mais acirradas. De um lado ou de outro, quase todo mundo tem uma boa lista de argumentos para sustentar seu […]

morar em cidade grande

Morar em cidade grande: vantagens e desvantagens

Será que vale a pena morar em uma cidade grande? Veja alguns pontos positivos e negativos para quem vive nos principais centros urbanos! Morar em cidade grande já foi o sonho de muita gente que enxergava a possibilidade de ter uma vida melhor. Essa expectativa mudou bastante ao longo das últimas décadas e as novas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *