25 de setembro de 2021

Esculturas decorativas: veja como usar na sua casa

Quer decorar seu imóvel e não sabe por onde começar? As esculturas decorativas podem ser um bom ponto de partida. Veja nesse texto dicas para inserir os itens nos cômodos de sua casa ou de seu apartamento

Se você deseja decorar ou redecorar seu imóvel, deve investir em diversos objetos. As esculturas decorativas são algumas das opções e podem ser utilizadas em todos os cômodos da casa ou do apartamento. 

Para que você saiba como escolher o modelo ideal para cada ambiente, o Blog da Arbo preparou esse guia completo. Nesse texto você vai entender o que são esculturas decorativas, bem como seus principais tipos e dicas para inseri-las nos mais diversos cômodos de seu imóvel.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura!

O que são esculturas decorativas

As esculturas decorativas são itens essenciais para a decoração de ambientes internos e, também, de espaços externos. As peças estão disponíveis no mercado em infinitas formas, cores e tamanhos e, por isso, você não terá dificuldades para encontrar o modelo ideal para a decoração de seus cômodos.

Além de contribuírem com a estética do ambiente, as esculturas decorativas são excelentes alternativas para os moradores que desejam conferir mais personalidade aos ambientes. Isso porque as peças expressam subjetividade, uma vez que, na maioria dos casos, são produzidas de forma artesanal e, assim, são únicas e originais.

Para que você saiba como escolher as esculturas decorativas ideais para os cômodos de sua casa ou de seu apartamento, é importante conhecer os principais modelos disponíveis. Veja no tópico abaixo e faça sua escolha.

Principais tipos de esculturas

Como apontado acima, as esculturas decorativas são diversas e, por isso, podem ser inseridas em qualquer estilo de decoração. Você deve, entretanto, escolher a opção correta, para que o ambiente fique visualmente equilibrado e harmônico.

Esculturas decorativas abstratas

O Abstracionismo, como o próprio nome sugere, é um estilo artístico que prioriza as formas abstratas em detrimentos das formas concretas. Assim, é possível afirmar que as esculturas decorativas abstratas não representam algo cotidiano, como ocorre com as esculturas figurativas.

Portanto, as esculturas abstratas retratam formas e desenhos imaginários, que não remetem a algo que realmente existe. Por se tratar de uma corrente moderna, o Abstracionismo prioriza linhas e cores variadas e, por isso, esse modelo pode ser inserido em diversos estilos decorativos.

Esculturas de pedra

As esculturas decorativas de pedra são produzidas a partir de diversos materiais, como mármore, granito e calcário. Nesse caso, constituem figuras representativas, ou seja, mostram algo concreto da realidade.

Esse tipo de escultura foi muito comum, especialmente, na Idade Antiga e no período do Renascimento, nos quais os artistas se preocupavam em mostrar a perfeição do ser humano (devido à corrente antropocentrista, principalmente).

Na maioria dos casos, as esculturas decorativas de pedra são produzidas em tamanho grande. Contudo, isso não significa que os modelos podem ser de tamanhos reduzidos, uma vez que cada peça depende do estilo e do pedido de cada morador.

Esculturas decorativas de metal

As esculturas decorativas de metal são feitas, como o próprio sugere, de metais, como o bronze e o cobre. As peças desse estilo estão relacionadas, principalmente, às características de sofisticação, uma vez que mostram cores como o dourado.

As esculturas de metal podem ser de variados tamanhos e, por isso, podem ser utilizadas tanto no interior quanto no exterior do imóvel. O uso mais comum, entretanto, é na sala de estar, especialmente quando os moradores optaram pelo estilo clássico de decoração. 

esculturas-decorativas

Esculturas de madeira

As esculturas decorativas de madeira estão relacionadas, principalmente, aos estilos decorativos rústico, vintage e, também, minimalista. Isso porque a madeira remete à natureza, elemento importante nas tendências citadas. 

Os modelos de esculturas de madeira são variados e podem ser posicionados nos cômodos do imóvel e, também, nas áreas externas, como no jardim. Nesse último caso, é importante investir em madeiras nobres, para que o material não sofra deteriorações por conta de intempéries do tempo.

Esculturas decorativas de marfim

As esculturas de marfim, ao contrário das de madeira, estão relacionadas à contemporaneidade. Além disso, remetem aos conceitos de elegância e de sofisticação.

Bastante utilizadas na China Antiga, denotam ícones da cultura Oriental, como animais e deuses. As principais peças são produzidas em tamanhos reduzidos e, por isso, a principal indicação é utilizar as esculturas no interior do imóvel.

Dicas para usar esculturas no seu imóvel

Você já conhece os principais tipos de esculturas decorativas, mas, provavelmente, ainda não se sente preparado para escolher o modelo ideal para os cômodos de seu imóvel. Para simplificar essa tarefa, veja abaixo algumas dicas para usar os itens na sua casa ou no seu apartamento.

Defina um estilo de decoração

Conforme apontado acima, as esculturas são indicadas para diversos estilos de decoração. Entretanto, cada tendência abrange um modelo e, para escolher os tipos ideais, você deve, primeiramente, definir um estilo decorativo.

Nesse caso, é possível optar por diversas tendências, como:

Defina a função da escultura no cômodo

Após selecionar o estilo decorativo do cômodo, você deve definir a função da escultura no ambiente. Nesse ponto, é preciso analisar se a peça irá ser protagonista da decoração ou apenas um complemento.

Para responder essa questão, verifique o espaço disponível no ambiente e verifique se você deseja inserir outros itens decorativos no cômodo. Lembre-se de manter a harmonia no local e, para isso, evite exagerar nos objetos

As esculturas podem – e devem – estar em vários locais

Muitas pessoas pensam que as esculturas podem ser utilizadas apenas na decoração de salas de estar. Entretanto, arquitetos e designers de interiores indicam que os itens podem – e devem – ser utilizados em vários cômodos do imóvel e até mesmo no exterior.

As esculturas são excelentes objetos de decoração para a sala de jantar e, também, para o hall de entrada. Quanto ao exterior, a principal indicação é apostar nas peças para o jardim ou para a área próxima à piscina.

esculturas-decorativas

Respeite os espaços

Como as esculturas atraem muita atenção para si, é necessário respeitar os espaços ao redor da peça. De acordo com arquitetos e designers, esse espaço é necessário para que a escultura “respire” e componha o ambiente de forma harmônica e esteticamente agradável.

Se você tiver dúvidas quanto à disposição das esculturas decorativas, pense em como os museus expõem as peças e leve como inspiração para seu imóvel.

Fique atento à iluminação

A iluminação é um ponto crucial para o sucesso de uma decoração e com as esculturas não é diferente. Por isso, ao pensar na posição da peça, considere que a melhor iluminação é a luz solar difusa.

Para evitar erros, é importante estar atento às luzes artificiais do cômodo, que podem projetar sombras indevidas nas esculturas decorativas.

A lei da proporção é fundamental

Por fim, mas não menos importante, é necessário que você esteja atento à lei da proporção ao escolher uma escultura para o interior ou para o exterior de seu imóvel. 

Se você planeja inserir uma peça na sala de estar, por exemplo, precisa considerar a área do cômodo. Caso o espaço seja pequeno, você não deve comprometê-lo com uma escultura grande. 

Lembre-se de sempre respeitar os espaços dedicados à circulação de pessoas, uma vez que esse fator é fundamental para o conforto e para a qualidade de vida dos moradores e dos visitantes.

Quanto às esculturas pequenas, é necessário pensar com sabedoria. Isso porque essas peças podem ser inseridas em cômodos com áreas modestas ou robustas e, assim, devem ser selecionadas com cautela.

Caso você deseje inserir mais de uma escultura em um mesmo cômodo, verifique se a composição ficará agradável e se uma peça não irá anular a outra.

Quer produzir suas próprias esculturas decorativas? No vídeo Aprenda a fazer escultura | Ideias para usar prateleiras na decoração, publicado no canal Pense & Decore, no YouTube, você confere algumas inspirações. Vamos assistir?!

Qual é a sua opinião sobre esse conteúdo?

Agora que você já sabe o que são esculturas decorativas e como usá-las em sua casa ou em seu apartamento, que tal nos contar sua opinião sobre o conteúdo apresentado?! Qual tipo de escultura mais chamou sua atenção? As dicas de decoração te ajudaram de alguma forma? Deixe suas impressões na caixa de comentários abaixo e, caso deseje, escreva sua crítica construtiva, sua sugestão ou seu elogio.

Para encontrar artigos semelhantes, continue a navegar pelos conteúdos do Blog da Arbo. Aqui você encontra dicas para não errar na mudança de imóvel, bem como todas as informações necessárias sobre o financiamento imobiliário. Não se esqueça de conferir, também, os artigos sobre imóveis inteligentes.

E, é claro, você pode acessar conteúdos variados sobre decoração, como dicas para decorar o quarto, a cozinha e até mesmo o banheiro. Para saber tudo sobre o tema, basta clicar aqui para conferir o conteúdo na íntegra.

Conheça, também, a Central de Ajuda da Arbo, que reúne diversas orientações úteis para o seu dia a dia. Lá você encontra, por exemplo, informações sobre os melhores provedores das principais cidades do Brasil, bem como o passo a passo para emitir a segunda via de faturas de água, de energia elétrica e até mesmo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

E, para encontrar o imóvel ideal, basta visitar o Portal da Arbo. O site reúne milhares de casas e de apartamentos, localizados em centenas de cidades brasileiras. Lá você pode utilizar nossos filtros de busca para encontrar a opção perfeita para suas necessidades e para seus objetivos. Acesse!

Postagens relacionadas

mudanca-de-casa

Mudança de casa: conheça os 5 erros mais comuns

Está de mudança de casa e quer saber quais são os principais erros que as pessoas cometem nesta hora? Então leia este texto até o final. Todas as pessoas que já participaram de alguma mudança de casa ou apartamento sabem o quanto o processo é trabalhoso. Desde arrumar e empacotar os seus pertences, fazer limpeza […]

Primeiro imóvel: confira dicas para não errar na compra

A aquisição do primeiro imóvel é um verdadeiro sonho realizado. Contudo, para que a escolha seja acertada, é necessário prestar atenção em alguns pontos Comprar o primeiro imóvel é um grande passo na vida de muitos brasileiros. Para alguns, é a verdadeira realização do sonho da casa própria. E não é para menos: adquirir uma […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *