12 de maio de 2022

Mudança comercial: saiba quando fazer

manutencao-de-geladeira

Está em dúvida se vai ou não mudar o endereço da sua empresa? Confira algumas dicas sobre mudança comercial neste artigo. 

Uma mudança comercial exige muito mais preparação e planejamento do que as residenciais. Isso porque, para uma empresa, mudar de endereço significa, entre outras coisas, mudar o referencial dos clientes e as estratégias de logística. Por isso, decidir ou não mudar é uma questão que envolve alguns processos a mais. 

Nesse texto do Blog da Arbo, vamos listar para você quando mudar de endereço pode ser benéfico para sua empresa, além de descrever o que você deve exigir em seu contrato de mudança. 

Está passando por essa situação e ficou interessado no assunto? Confira nosso artigo abaixo. 

Mudança comercial: o que levar em consideração?

mudança-comercial

Antes de decidir mudar, é importante responder a algumas perguntas. Elas podem te ajudar a decidir se é ou não o momento certo para tomar essa atitude. 

Em qual momento sua empresa está?

O momento é algo importante para ser definido por você antes de fazer a mudança comercial. Tanto para decidir se é o momento certo quanto para definir quais as características do imóvel que deve procurar.  

Uma empresa em expansão, por exemplo, pode estar na fase ideal para encontrar uma sede que esteja mais de acordo com seus novos patamares no mercado. Até mesmo para confortar melhor seus novos colaboradores e receber os clientes com mais tranquilidade. 

Já uma empresa que está passando por um momento de arrocho econômico deve ter mais cautela. Se o problema for o aluguel muito caro, por exemplo, pode sim ser uma boa ideia pensar em um local que esteja mais de acordo com a nova realidade econômica da empresa. 

Contudo, no geral, caso você esteja passando por isso, o ideal é se manter em seu endereço atual e tentar se recuperar economicamente. Afinal, não se pode esquecer que, mesmo que mude para um imóvel menor, o processo de mudança sempre envolve alguns custos que devem entrar na conta. 

Qual a região ideal para meu imóvel?

Caso você decida que é a hora de mudar, a próxima etapa é a busca por imóveis. E, para uma empresa, essa etapa é essencial. Não se esqueça de buscar imóveis que tenham uma localização boa, de fácil acesso e com boa movimentação de pessoas. 

Pesquise sobre o trânsito da região e verifique as vias de acesso ao bairro. Ao conhecer de antemão as ruas mais movimentadas e os trajetos alternativos, você pode até evitar os pontos de maior tráfego nos horários de pico.

Descubra também quais são os comércios do mesmo ramo que o seu na região escolhida. Essa é uma medida que, dependendo do seu tipo de serviço, pode ser estratégica para o seu sucesso. 

Use a internet ao seu favor. Procure por referências, vídeos e textos para te ajudar a escolher qual o endereço ideal para o seu negócio. 

Como vou fazer a minha mudança comercial?

Desmontar móveis, armazenar todos os pertences da sua empresa em caixas e colocar tudo sozinho no caminhão é algo quase impossível de se fazer quando falamos sobre mudanças comerciais. 

Por isso, na hora de mudar, não tenha dúvidas: escolha uma boa empresa de mudanças. Todo esse processo de transportar os itens da empresa para o novo local é bem trabalhoso. 

Para encontrar a empresa ideal, fale com amigos e conhecidos para pedir indicações de transportadora. Como é um mercado bastante amplo, certamente haverá diversas opções na região. Ao pesquisar na internet, procure as avaliações e as reclamações de outros consumidores. 

O Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) da sua cidade também pode ser consultado para que você conheça bem a reputação da empresa.

Confira se as opções disponíveis são devidamente legalizadas e se têm estrutura para prestar o serviço. Caminhões em bom estado e adequados para o trabalho são indispensáveis. Motoristas, carregadores e montadores capacitados e experientes farão o serviço sem grandes transtornos. Nessa hora, nada pode dar errado. Afinal, é com os bens da sua empresa que estamos lidando. 

Como você vai avisar seus clientes sobre a mudança?

Depois de tudo definido, é chegada a hora de avisar seus clientes sobre a mudança. É verdade que essa é uma etapa que é mais importante para alguns tipos de serviços. Entretanto, nenhuma empresa deve desprezá-la. 

Para avisar seus clientes, pense em uma estratégia básica de marketing. Anuncie a mudança com antecedência em suas redes sociais, coloque um comunicado em sua antiga sede algumas semanas antes da mudança e aposte no famoso boca a boca, que tem mais poder do que você imagina. É importante, também, atualizar seus dados em sites, mídias sociais e no Google Negócios. 

Depois que realizar a mudança, não pare de anunciar. Dessa forma, seus clientes vão de alguma forma saber onde te encontrar novamente. 

Mudança comercial: o que deve ter no contrato de aluguel?

mudança-comercial

Se você vai fazer sua mudança comercial locando um novo imóvel, deve saber o que colocar no contrato. 

No texto de suas cláusulas devem constar todos os detalhes, desde valor combinado pelo aluguel até direitos e deveres dos envolvidos, cláusulas e condições de quebra de contrato de ambas as partes e responsabilidades em possíveis obras de melhorias e de manutenção. 

A Lei Federal nº 8.245, de 1991, que ficou conhecida como Lei do Inquilinato, é a que determina as normas para locação de imóveis no Brasil. Ela recebeu algumas alterações com o passar dos anos. 

Em 2009, a Lei nº 12.112 reduziu o prazo para que o inquilino deixe a residência caso o contrato não seja renovado. Antes era possível atrasar a devolução do imóvel por até três anos. Hoje, o prazo máximo para saída do inquilino é de 45 dias.

Alguns anos depois, em 2016, as atualizações no Código de Processo Civil resultaram em novas alterações para a Lei do Inquilinato. Elaboradas com o objetivo de tornar os procedimentos judiciais mais rápidos, essas atualizações mexeram um pouco nas regras para ações de despejo.

No geral, o que devemos ter no contrato de aluguel comercial são as mesmas cláusulas de um contrato comum. 

Existe uma lei que dá as diretrizes para estabelecer o contrato de um aluguel. O primeiro é a Lei do Inquilinato (Lei nº 8.245/91), que discute sobre as locações de imóveis, estabelecendo regras para o locador e para o locatário. 

O Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) também tem importantes diretrizes sobre essa questão. No entanto, no geral, um contrato de aluguel segue as mesmas regras que qualquer outro contrato. Vamos aos itens:

Nome, endereço e qualificação de ambas as partes

Tanto locador quanto locatário devem ser identificados com nomes, CPFs, endereços, identidade, profissão e estado civil. Tudo para que não haja nenhuma confusão com possíveis homônimos. 

Valor do alguel e possíveis reajustes

Em seguida, é importante ter em um contrato de aluguel comercial o valor combinado entre as partes e possíveis reajustes.

Renovação compulsória

A renovação compulsória permite que o locatário solicite judicialmente a renovação do contrato de locação do imóvel comercial, mesmo que o locador se recuse a renovar o contrato. 

Esse é um processo importante porque um ponto comercial para um empreendedor é muito mais que uma residência e a mudança brusca pode significar grandes perdas para seu negócio. Essa é uma forma de se proteger de prejuízos futuros. 

Garantia 

É necessário que aquele dê algum tipo de garantia para alugar o imóvel. Existem muitos modos de fazer isso. Pode ser por cheque caução, por fiança (por meio de um fiador), por um seguro de fiança ou por uma cessão fiduciária de quotas de fundo de investimento. Todas essas formas estão previstas no artigo 37 da Lei do Inquilinato. 

Período do contrato 

Para locações comerciais, a lei não estipula um prazo mínimo para o contrato. A vigência do contrato de aluguel tem algumas regras específicas. 

Porém, se a negociação for feita pelo período superior a cinco anos, o locatário tem o direito de pedir a renovação compulsória do contrato, que já explicamos acima. 

Detalhes da vistoria 

A vistoria precisa ser feita com a ajuda de um profissional da área, que vai aferir a situação das instalações elétricas e hidráulicas, do piso do local, das portas e janelas, das pinturas das paredes e tudo o que for necessário. 

Enfim, pode ser definida com uma espécie de resumo das condições gerais do imóvel e a melhor maneira de assegurar que tudo está no lugar tanto na entrada quanto na saída do inquilino. 

Assinaturas de ambas as partes e testemunhas

Assim como em todos os outros contratos, para finalizar o contrato de aluguel, é necessário a assinatura de todos os responsáveis (locador e locatário) e, também, de duas testemunhas. 

mudança-comercial

Gostou do nosso texto sobre mudança comercial?

Esperamos que esse guia de mudanças seja útil e facilite sua ida para o novo imóvel. Você pode conferir outros artigos como esse no Blog da Arbo.  E temos um material completo para explicar tudo o que você precisa saber antes de mudar de casa ou de apartamento.

Visite a Central de Ajuda da Arbo para tirar as dúvidas que aparecem no dia a dia. Lá você encontrará informações diversas, como os documentos necessários para alugar um imóvel ou as taxas cobradas em um financiamento.

E se você está procurando imóveis para compra ou locação, conheça o Portal da Arbo. Nossa ferramenta de busca ajuda você a encontrar as melhores opções em centenas de cidades.

Postagens relacionadas

Aluguel sem fiador: confira as possibilidades

O aluguel sem fiador já é uma realidade cada vez mais utilizada no mercado imobiliário. Afinal, as novas alternativas de garantia de locação oferecem mais agilidade, facilidade e até economia.  Os novos sistemas de garantia de aluguel sem fiador surgiram para solucionar este que é um dos principais problemas de locação. Isso porque a exigência […]

dicas de limpeza da casa

5 dicas para facilitar a limpeza da casa

A limpeza da casa é uma tarefa complexa, que exige tempo e dedicação. Entretanto, é possível facilitar a atividade com algumas ações simples, que você vai aprender nesse texto Limpar o lar não é tarefa fácil, certo?! Principalmente se você levar em consideração o tamanho do ambiente, a demora para conseguir higienizar tudo e, até […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *