25 de setembro de 2021

Confira como realizar uma mudança residencial

A mudança residencial deve ser organizada com calma e com planejamento. Para que sua experiência seja positiva, veja o passo a passo para que tudo ocorra bem no seu novo imóvel

O processo de se mudar para um novo imóvel pode ser complexo e bastante turbulento. Isso porque imprevistos podem acontecer, assim como erros que têm o poder de comprometer a chegada no novo imóvel. Assim, é importante ter um bom planejamento antes de realizar uma mudança residencial.

Organizar uma mudança envolve diversas tarefas, como: escolher as embalagens, encaixotar os objetos, desmontar os móveis, entre outros. Diante desse cenário, é importante ter muita paciência e sabedoria para tomar as decisões corretas. 

Para que a mudança residencial seja o menos complexa possível, o Blog da Arbo preparou um guia com o passo a passo completo de todo o processo. Contudo, antes de saber como organizar a mudança, que tal conhecer os erros mais comuns desse momento?!

Os erros mais comuns em mudanças residenciais

As mudanças residenciais são, comumente, marcadas por erros e por imprevistos. Contudo, esses problemas e contratempos podem ser facilmente evitados com organização e com planejamento prévio.

Além disso, é importante que os moradores saibam quais são os erros mais comuns do processo de mudança, para que prestem atenção nos detalhes e façam o possível para que os problemas não ocorram. 

Na lista abaixo você confere os erros mais comuns em mudanças residenciais, bem como dicas para evitá-los. Confira:

Falta de atenção ao método de embalagem

A embalagem dos pertences durante a mudança residencial é considerada uma das atividades mais complexas de todo o processo. Isso porque cada item demanda um tipo de material, como caixas de papelão, caixas de madeira, entre outros.

Mesmo que o imóvel seja pequeno e que o morador possua poucos objetos, é possível que esse se surpreenda com a quantidade de caixas que serão necessárias para o transporte até a casa ou o apartamento novo. A grande questão é que as embalagens devem possuir tamanhos e formas diferentes e a escolha depende de cada item a ser transportado.

Por isso, a primeira dica é: verifique todos os objetos que serão levados até o novo imóvel e verifique quantas caixas serão necessárias durante a mudança. Nesse passo, é importante analisar se os itens ficaram bem acomodados, para que problemas com quebras e com arranhões sejam evitados.

Além disso, não se esqueça de verificar se as caixas estão muito pesadas. Para que o transporte seja facilitado, o ideal é dividir o peso em embalagens menores.

Outro ponto importante a ser observado é o transporte de objetos pessoais e de valor. Para evitar problemas como perda e até mesmo roubo – uma vez que, durante a mudança, o imóvel fica aberto devido à grande circulação de pessoas -, o ideal é transportar esses itens consigo em uma bolsa.

Falta de inventário da mudança

Elaborar o inventário da mudança é, com certeza, um passo complexo e demorado. No entanto, é essencial para que você saiba o que será transportado até o novo imóvel. Por isso, o ideal é elaborar uma lista com todos os itens que devem ser levados.

Desse modo, você pode controlar os bens que saíram de sua antiga casa ou apartamento e garantir que tudo irá chegar no novo imóvel como o esperado.

Como o processo de elaboração de mudança residencial não é algo simples, pode ser realizado pelo morador de forma autônoma, mas também por uma empresa especializada no transporte.

Desejo de querer fazer tudo sozinho

Uma mudança residencial envolve inúmeros passos e, por isso, demanda muita atenção e planejamento. Desmontar móveis, embalar os objetos e transportá-los até o novo imóvel são apenas algumas das atividades necessárias e, caso o morador não possua conhecimento sobre as tarefas, pode ter inúmeros problemas.

Por isso, a recomendação é contratar profissionais capacitados para cada função. Não pense que essa atitude representa um gasto desnecessário, uma vez que, caso algo dê errado em uma mudança feita por conta própria, você deverá arcar com todos os custos.

No caso de empresas especializadas em transporte, por exemplo, é comum existir um contrato, no qual o morador conta com a proteção de um seguro. 

Escolhas ruins quanto à empresa de transporte

A escolha da empresa que irá realizar o transporte da mudança residencial é uma das mais importantes de todo o processo. Isso porque o mercado ainda está repleto de informalidade, o que pode trazer prejuízos graves ao consumidor.

Nesse sentido, o ideal é que o morador não escolha a empresa considerando apenas o valor cobrado pelos serviços. Isso porque alguns trabalhadores podem sim realizar a mudança por um valor menor, mas não oferecem garantia alguma.

Para encontrar empresas responsáveis, faça uma busca na internet e verifique a reputação da marca. Se considerar necessário, entre em contato com clientes e com ex-clientes e questione sobre a qualidade dos serviços. Não deixe que o barato saia caro.

Passo a passo para realizar uma mudança residencial

Agora que você já sabe quais são os erros mais comuns em mudanças residenciais – e, também, como evitá-los -, chegou o momento de conferir um passo a passo completo, para que o processo seja menos complexo e mais seguro.

Faça listas, listas e mais listas

Conforme apontado acima, o inventário é um passo essencial para o sucesso de uma mudança residencial. Nesse aspecto, você pode decidir se prefere fazer suas anotações em aplicativos ou no tradicional papel.

Independentemente do modo escolhido, é importante que, além do inventário, você aponte, em formato de lista, quais objetos estão em cada embalagem. Isso irá facilitar não somente a conferência dos itens no novo imóvel, mas também a organização dos cômodos. 

Planeje a mudança residencial com antecedência

Você já deve ter ouvido falar que a pressa é inimiga da perfeição. E, quando o assunto é mudança, a pressa pode ser um fator extremamente prejudicial. Assim, o indicado é que o morador planeje tudo com o máximo de antecedência possível.

Mais uma vez é necessário anotar todos os detalhes do processo, como: a data e o horário da mudança, os objetos que serão levados e os objetos que serão doados, por exemplo, entre outros.

mudança-residencial

Para famílias maiores, compostas por três ou mais pessoas, a indicação é começar o planejamento com, no mínimo, três meses de antecedência. Já pessoas que moram sozinhas ou em duplas podem iniciar a organização dois meses antes.

Verifique quantos dias serão necessários 

Ao contrário do que muitos pensam, uma mudança residencial pode durar mais do que apenas um dia. É importante que, nesse aspecto, o morador entre em contato com a empresa de transporte contratada e estabeleça uma previsão de quantos dias serão necessários.

Em caso de apartamentos, cheque as regras do condomínio

Se você está de mudança para um apartamento, é necessário, durante o planejamento, checar todas as regras do condomínio com relação ao processo. Isso significa que é preciso verificar quais são os dias e os horários disponíveis para a mudança.

Após analisar todas as questões, é necessário entrar em contato com a empresa que irá realizar o transporte dos itens para comunicar as informações obtidas.

Comece a embalar seus pertences

Depois de realizar o inventário dos objetos a serem transportados, de planejar toda a mudança e de acertar a data e o horário, chegou o momento de começar a embalar os pertences. De fato, essa é parte mais trabalhosa do processo e, por isso, a recomendação é contar com o auxílio de profissionais especializados.

De qualquer modo, é interessante que a organização seja realizada por cômodos. Caso essa tarefa seja delegada a profissionais, dê a orientação. 

Contudo, se preferir embalar seus pertences de forma autônoma, é importante prezar pela segurança dos bens. No vídeo Como montar caixas para mudança você confere algumas dicas importantes. Vamos assistir?!

Acompanhe de perto o trabalho dos profissionais

Mesmo que você tenha contratado uma empresa especializada em mudança residencial, não dê brechas para a ocorrência de erros e de problemas. Para isso, acompanhe de perto todo o processo, que vai desde a desmontagem dos móveis até o transporte para o imóvel novo.

No decorrer da mudança, dê orientações aos profissionais e fique sempre atento ao trabalho que está sendo executado.

mudança-residencial

Organize seu imóvel novo

Assim que seus pertences chegarem ao imóvel novo, é hora de dar início ao processo de organização. Mais uma vez, a dica é não ter pressa, já que essa é uma oportunidade para mudar completamente a decoração da casa ou do apartamento.

O que você achou desse conteúdo?

Agora que você já sabe o passo a passo para realizar uma mudança residencial, não deixe de nos contar qual é a sua opinião sobre o conteúdo apresentado. Utilize a caixa de comentários abaixo para deixar suas impressões, sugestões, elogios, críticas e dúvidas.

Para conferir mais artigos sobre mudanças, não se esqueça de continuar a navegar pelo Blog da Arbo. Aqui você descobre quando se mudar é uma boa escolha, assim como dicas para organizar a mudança de uma cidade para outra. E se você deseja saber tudo sobre o assunto, basta clicar acessar esse artigo

Conheça, também, a Central de Ajuda da Arbo, que reúne conteúdos que podem te auxiliar em diversas questões do cotidiano, como a emissão da segunda via de faturas e a solicitação da troca de titularidade de contas.

E, se você deseja encontrar um imóvel, visite o Portal da Arbo. Lá você pode realizar uma busca completa de acordo com as suas necessidades e preferências com o auxílio dos filtros. Acesse!

Postagens relacionadas

tipos de telhado

Tipos de telhado: conheça 7 opções para sua casa

Escolher a telha certa vai deixar sua casa mais bonita e confortável. Veja aqui as vantagens e desvantagens de vários tipos de telhado! Um telhado bem planejado e bonito sempre coloca qualquer imóvel em destaque. Além do componente estético, uma cobertura bem feita evita diversos inconvenientes, como goteiras, infiltrações e calor excessivo. Existem vários tipos […]

Qual cuidado tomar no transporte de mudanças?

Seus pertences devem ser protegidos durante a ida ao novo imóvel e, por isso, você deve estar atento às condições de transporte de mudanças A mudança para um novo imóvel é um passo importante na vida das pessoas. Isso porque, muitas vezes, envolve conquistas e, com certeza, uma nova rotina. Entretanto, para que o processo […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *