29 de novembro de 2021

Conheça as principais espécies de plantas decorativas

plantas decorativas

Plantas decorativas deixam qualquer ambiente mais agradável. Veja como começar e as melhores opções para sua casa. 

Adicionar um pouco de verde é uma excelente maneira de deixar o visual da sua casa mais leve. Além de trazer beleza ao ambiente, cuidar de plantas decorativas em pontos específicos de cada cômodo ou em um belo jardim é um bom passatempo. É o tipo de atividade que traz relaxamento e melhora a qualidade de vida.

Se você quer começar a cultivar suas plantinhas em casa, esse artigo é para você. Além de explicar os critérios para escolher as melhores opções, listamos alguns cuidados básicos para os iniciantes. Por fim, listamos algumas sugestões das plantas decorativas mais comuns. Esperamos que goste! 

Como escolher uma planta decorativa

As plantas decorativas são uma excelente alternativa para quem quer uma decoração barata. Cada espécie carrega características específicas que as tornam mais adequadas para um setor ou outro da casa. 

Plantas de sol ou sombra

O primeiro aspecto a considerar na hora de escolher o tipo ideal para o espaço que você pretende decorar é a entrada de luz solar. É por meio da luminosidade que as plantas realizam o processo de fotossíntese, no qual a energia do sol é convertida em energia química.

Toda planta tem receptores sensíveis à luz, responsáveis por entender a intensidade e a qualidade da iluminação solar. Assim, a planta consegue realizar seus processos fisiológicos, como a respiração que converte o gás carbônico em oxigênio. Algumas espécies dependem de muito sol, enquanto outras preferem ambientes com sombra e umidade para se desenvolver. 

Clima da região

O tipo de clima do lugar em que essas plantas serão colocadas também é decisivo. As espécies têm diferentes níveis de tolerância em relação à temperatura, umidade e vento. Com base nessas informações, você poderá decidir a estrutura necessária para abrigar suas plantas. 

As escolhas feitas por você determinarão o nível de dedicação necessário para manter tudo em ordem. Algumas plantas vão demandar mais atenção e outras não precisam de tantos cuidados para sobreviver. O importante é não se esquecer delas.

Dicas para cuidar de plantas decorativas

Plantas decorativas

Se você não tem experiência com plantas, é bom começar aos poucos para não se perder. Para facilitar seu trabalho de elaborar uma bela decoração com plantas, reunimos algumas orientações essenciais nas quais você precisa ficar de olho. Veja:

Proteja a terra

A superfície da terra precisa ser coberta com algum tipo de insumo para ficar mais protegida. Para isso, utilize elementos naturais como folhas secas, palha, serragem ou aparas de grama. Quando for trocar a planta de um vaso para outro, tire com cuidado para preservar o torrão – o bloco de terra que cobre as raízes. 

Regue regularmente

Você verá que cada tipo de planta requer uma periodicidade específica na hora de regar. Vá observando suas plantas dia a dia e coloque o dedo na terra para verificar a umidade. Tenha em mente que água em excesso também é prejudicial.

Lembre-se de adubar

As plantinhas precisam de adubo uma vez por mês. Você pode usar restos de vegetais que sobraram na sua cozinha, como cascas e caroços de frutas, cascas de cebola e legumes que estragaram. Borra de café e sobras de chá também funcionam. Até a água do arroz ou do feijão ajudam, pois carregam muitos nutrientes. 

Tenha algumas ferramentas

Você não precisa de um grande arsenal para manter suas plantinhas bem cuidadas. Uma boa tesoura de desbaste já é suficiente para começar. Com o passar do tempo, pode ser que você se empolgue e queira mais ferramentas. Alguns kits já vem com garfos e pás para ajudar a afofar a terra, tesoura para poda e luvas.

Principais tipos de plantas decorativas

Chegou o momento de conhecer melhor algumas das espécies de plantas decorativas mais utilizadas para embelezar ambientes. A variedade é imensa, mas listamos aqui os tipos mais comuns e incluímos alguns vídeos com mais detalhes:

Espada de São Jorge

Com boa resistência ao calor e baixa demanda por água, a espada de São Jorge exige pouca manutenção. É um tipo de planta decorativa que gosta de ambientes com meia sombra, mas pode suportar bem o contato direto com a luz. 

Ideal para a decoração do banheiro, dos corredores e de salas, pode ultrapassar os 90 centímetros de altura. Procure acomodá-la em vasos com boa capacidade de drenagem e regue a cada 20 ou 30 dias. Se você tem animais de estimação em casa, a espada de São Jorge pode não ser uma boa opção, já que produz substâncias tóxicas.  

Samambaia

Bonitas e versáteis, as samambaias ficam muito bem em varandas, cozinhas, banheiros e salas pequenas. Elas podem ser colocadas em vasos no chão ou em prateleiras Também dá para pendurar em um suporte com correntes. Os tamanhos variam, mas elas podem chegar até 1 metro. 

A samambaia gosta de ambientes com luz indireta e temperatura por volta dos 21ºC. O ideal é regar todos os dias borrifando água nas folhas. É uma planta decorativa que gosta de terra úmida, mas cuidado para não encharcar. 

Suculenta

Existem mais de 22 mil espécies de suculentas, com cores, formatos e tamanhos diferentes. Os cuidados com esse tipo de planta são bem simples, pois não demanda muita água. Em épocas de maior calor, regar uma vez por semana já é suficiente. Em períodos com temperaturas mais baixas, dá para fazer isso a cada quinzena.

As suculentas se adaptam muito bem em ambientes fechados, mas é bom colocá-las no sol de vez em quando para prevenir contra pragas. Elas são boas alternativas para montar vasos com espécies misturadas e terrários para decorar a mesa de jantar, uma varanda ou a sala de estar.

Orquídea

Na natureza, as orquídeas costumam aparecer presas aos troncos das árvores. Essa é a maneira que elas encontram para ficar na sombra e garantir um ambiente úmido. Para utilizá-las na decoração, é necessário usar vasos com aberturas que facilitem a drenagem e protegê-las do sol. Garanta que a terra esteja sempre úmida e regue uma vez por semana. 

Manjericão

Muito utilizado na culinária, o manjericão é cultivado desde a antiguidade em regiões da Índia. Como planta decorativa, ela traz a beleza e um perfume agradável ao ambiente. Trata-se de uma espécie que gosta de luz indireta e pode ser posicionada na varanda ou na cozinha.

O manjericão sofre bastante em temperaturas baixas e precisa ser regado diariamente, mas sem excesso. Esse procedimento deve ser feito em horários em que a temperatura não esteja tão alta para evitar choques térmicos. 

Alecrim

Mais uma espécie muito utilizada como tempero e que tem propriedades medicinais, mas que também dá um toque especial como planta decorativa. O alecrim pode ser pendurado em vasos e cachepôs ou posicionados em uma janela. O cheiro agradável vai tomar conta da casa, deixando-a mais aconchegante.

Esse é um tipo de planta decorativa que precisa de espaço, por isso, use vasos maiores. Procure colocá-las diretamente expostas ao sol por algumas horas todos os dias e mantenha a terra sempre úmida. É recomendável regar duas vezes por semana.

Lavanda

A lavanda é uma planta com aparência delicada, mas muito simples de cuidar. Pode ficar muitas horas exposta ao sol e não exige muita água. Na verdade, o ideal é acomodá-la em um vaso com drenagem para evitar acúmulo. A planta precisa estar bem hidratada, mas a terra deve ser mantida seca.

A lavanda pode chegar a 2 metros de altura, portanto, é bom fazer a poda pelo menos uma vez por ano. A espécie mais encontrada no Brasil tem flores em um tom lilás claro. Em regiões frias, é normal ver espécies com flores azuis, brancas e roxas. É uma planta extremamente resistente e que dá um toque interessante em decorações rústicas

Violeta

O charme e o perfume das violetas são perfeitos para decorar cozinhas e banheiros. Elas também podem ser colocadas sobre o rack na sala de estar, em mesas de centro ou na mesa de jantar.

Esse é um tipo de planta decorativa que precisa de ambientes com meia sombra. O ideal é colocá-la em vasos de barro e regar de forma indireta, ou seja, colocar um pratinho com água embaixo do vaso. As folhas não devem ser molhadas, pois podem apodrecer. 

E aí, gostou deste conteúdo?

Muito bem, agora você já sabe como começar a utilizar plantas decorativas para deixar sua casa mais fresca e colorida. Para aprender mais sobre decoração, o Blog da Arbo está cheio de conteúdos sobre o assunto. Que tal ver o nosso material especial com tudo que você precisa saber para decorar seu imóvel?

Conheça também a Central de Ajuda da Arbo. É lá que você vai encontrar todo tipo de informação para resolver qualquer pendência relacionada a imóveis sem perder tempo. Você descobre, por exemplo, onde verificar se os serviços de água e luz estão ligados no imóvel que acabou de alugar.

E se está procurando imóveis para alugar ou comprar, visite o Portal da Arbo. Nossa ferramenta de busca é ideal para encontrar as melhores opções em centenas de cidades. É rápido e fácil, feito para quem quer agilidade e praticidade. 

Postagens relacionadas

empréstimo-de-imóvel

Como usar seu imóvel para conseguir empréstimo?

Colocar um imóvel como garantia de um empréstimo pode ser uma alternativa positiva para se conseguir boas condições de pagamento. Mas antes de tomar essa decisão é preciso entender como a modalidade de crédito funciona. O empréstimo com garantia de imóvel, ou home equity, é uma linha de crédito que vem se popularizando devido aos […]

multa de condomínio

Multa de condomínio: tudo que você precisa saber

A multa de condomínio é um dos dispositivos aplicáveis na resolução de conflitos entre os moradores. Conheça suas bases legais e normas de cobrança. A convivência em um condomínio nem sempre é um mar de rosas. Algumas pessoas podem passar de certos limites razoáveis e incomodar os vizinhos ou simplesmente desrespeitar normas básicas, como pagar […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *