27 de setembro de 2021

Reserva de emergência: como montar a sua?

dicas para montar uma reserva de emergência

Montar uma reserva de emergência é essencial para comprar um imóvel por meio de um financiamento imobiliário. Para não ter problemas com o pagamento das parcelas, confira as dicas que o Blog da Arbo trouxe nesse artigo

Ter uma reserva de emergência é essencial para prevenir problemas financeiros, uma vez que imprevistos e acidentes acontecem e você pode não estar preparado. A compra de um imóvel por meio de um financiamento imobiliário, por exemplo, exige a elaboração de uma reserva.

Tornar-se inadimplente em um financiamento imobiliário pode trazer consequências graves, como a tomada do imóvel pela instituição financeira que concedeu o serviço ao cliente. Por isso, você deve se prevenir de problemas financeiros que possam aparecer ao longo do período de pagamento.

Para que você saiba como montar uma reserva de emergência – para comprar imóvel ou, simplesmente, para ter mais segurança financeira –, o Blog da Arbo preparou esse artigo completo, no qual você vai conferir:

O que é reserva de emergência?

A reserva de emergência pode ser definida como uma determinada quantidade de dinheiro que o indivíduo tem disponível para utilizar em situações imprevistas. A perda de um emprego, por exemplo, costuma ser um problema financeiro para muitas pessoas e, para manter as contas em ordem, é importante ter uma reserva de emergência.

É importante ressaltar que a reserva – também chamada de fundo de emergência – não deve ser utilizada para realizar compras no dia a dia. O objetivo de guardar o dinheiro é utilizá-lo somente em situações inesperadas.

reserva de emergência disciplina
Montar uma reserva de emergência exige muita disciplina

Montar uma reserva de emergência nem sempre é fácil, especialmente porque muitas pessoas acreditam que ganham pouco todos os meses e, por isso, não conseguem destinar uma determinada quantia para o fundo.

Contudo, é possível iniciar a reserva de emergência com organização e planejamento. Nos próximos tópicos desse artigo você vai conferir algumas dicas para dar início a uma vida financeira mais saudável.

Qual é a importância de ter um fundo de emergência?

Ter uma reserva de emergência é muito importante para quem deseja ter segurança financeira. Afinal, imprevistos acontecem e quem não está preparado pode se encontrar em muitos problemas.

O dinheiro do fundo de emergência não deve ser utilizado no dia a dia, uma vez que o recurso deve ser destinado a problemas que não estão previstos no orçamento. Problemas no carro e na casa, por exemplo, podem acontecer a qualquer momento e, para resolvê-lo, é possível contar com a reserva, que não compromete seu orçamento.

A reserva de emergência é, ainda, essencial para quem contrata um financiamento imobiliário para comprar uma casa ou um apartamento. Isso porque as parcelas se estendem por muitos anos e, caso o contratante fique inadimplente, a instituição financeira pode reaver o imóvel.

Para não ter problemas com a inadimplência, o indivíduo precisa estar em dia com as parcelas. Contudo, existem situações que podem comprometer o pagamento, como a perda de uma ou mais fontes de renda.

reserva de emergência comprar imóvel
Economistas recomendam que, antes de comprar um imóvel, você tenha uma reserva de emergência que possa te manter por até seis meses

Assim, antes de contratar um financiamento imobiliário, é essencial que você tenha uma reserva de emergência que deve ser suficiente para manter você e sua família por, no mínimo, seis meses.

A reserva financeira pode ser útil, também, para quem deseja realizar outros tipos de investimento, como a compra de FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário). Independente do seu objetivo, a reserva de emergência é de suma relevância.

Quais são os passos para montar uma reserva de emergência?

Montar uma reserva financeira depende de disciplina e de planejamento. Por isso, é importante seguir um passo a passo. Veja abaixo as orientações que o Blog da Arbo separou para você quer ter uma vida financeira mais saudável:

Calcule o valor que sua reserva de emergência deve ter

O ideal é que sua reserva de emergência tenha, no mínimo, um valor equivalente aos seus gastos por seis meses. Contudo, isso nem sempre é possível, uma vez que as realidades financeiras não são as mesmas para todas as pessoas.

Suponha, por exemplo, que você é um servidor público. Nesse caso, por conta da estabilidade, você sabe que não irá perder o emprego e, por isso, pode ter menos dinheiro guardado.

Contudo, se você for um profissional autônomo – que não tem estabilidade financeira – ou um assalariado – que não sabe quando poderá ser demitido –, deverá ter mais recursos em sua reserva de emergência.

Para verificar o valor ideal para seu fundo de emergência, é necessário realizar alguns cálculos:

  • Primeiramente, some todas as suas despesas fixas. Para contas variáveis, como energia elétrica e saneamento básico, estabeleça uma média;
  • Multiplique o valor encontrado por seis – que é mínimo de meses que você deve conseguir se sustentar com a reserva em caso de imprevistos;
  • Pronto: o resultado da multiplicação é o valor médio que você deve ter em sua reserva de emergência. Nunca se esqueça de considerar sua realidade, conforme apontado nas orientações acima.

Depois de definir o valor médio de sua reserva de emergência, é chegado o momento de se dedicar ao planejamento financeiro.

reserva de emergência planejamento financeiro
A elaboração de um planejamento financeiro é essencial para montar uma reserva de emergência

Monte um planejamento financeiro

O primeiro passo para montar uma reserva de emergência é elaborar um planejamento financeiro. Isso significa que você deve verificar quais são seus ganhos e suas despesas mensais.

Uma vez que você sabe quanto dinheiro entra e quanto dinheiro sai, é possível verificar quais itens podem ser cortados para que você destine o recurso à sua reserva de emergência.

Verifique o que é realmente necessário

Com o planejamento financeiro elaborado, é possível verificar quais itens são necessários e quais podem ser cortados de seu orçamento.

Uma boa dica é listar todos os seus gastos em ordem decrescente. Assim, você vê onde está colocando mais recursos e se é possível retirar o item de seu orçamento sem que haja problemas.

Gastos essenciais, como aluguel, água, energia elétrica e internet, não podem ser cortados. Contudo, é possível agir para diminuir os valores. No que se refere à energia elétrica e ao saneamento básico, por exemplo, você pode agir para otimizar o consumo todos os meses.

Para determinar o que não é necessário, não se esqueça de conversar com sua família. Sempre verifique se os gastos realmente não fazem sentido. Assim, você não corre o risco de prejudicar um dos membros.

Estabeleça metas para poupar todos os meses

Uma vez que você conseguiu determinar o que é necessário do que é supérfluo, é preciso estabelecer metas de economia. Muitas pessoas, por exemplo, decidem que vão poupar, pelo menos, 10% de seus ganhos mensais.

Uma orientação importante é estabelecer metas alcançáveis, ou seja, você deve ser realista ao estabelecer os valores. Isso porque é provável que você desanime caso não consiga atingir os objetivos determinados.

Não ceda às compras por impulso

Você já sabe que existem gastos supérfluos em seu orçamento e é provável que já tenha percebido que pode abrir mão deles para montar sua reserva de emergência. Contudo, é necessário considerar outro problema: as compras por impulso.

O consumismo é um problema da sociedade contemporânea e, por isso, não é incomum encontrar pessoas que gastam muito com objetos e serviços desnecessários, que foram comprados sem planejamento algum.

Controlar os gastos com itens supérfluos é essencial para montar uma reserva de emergência

Para evitar as compras por impulso, a principal orientação é se perguntar se você realmente precisa do que deseja adquirir. Não tenha pressa para decidir e, caso você perceba que pode ficar sem o objeto ou o serviço, não compre.

Além disso, evite, ao máximo, usar seu cartão de crédito para pagar suas compras, especialmente para parcelar o valor. Sempre prefira o pagamento à vista para não acumular dívidas para o mês seguinte.

Tenha disciplina e se lembre do porquê está montando a reserva

A disciplina é fundamental para quem está montando uma reserva de emergência. No entanto, ser disciplinado nem sempre é uma tarefa fácil, especialmente quando o assunto é dinheiro.

Dessa forma, é importante que você saiba que a disciplina pode ser aprendida, mas que os resultados não costumam ser imediatos. Por isso, não desista no primeiro erro ou na primeira dificuldade.

Nunca se esqueça do porquê você está montando um fundo de emergência – investimentos, compra de um imóvel ou outro. Manter seu objetivo em foco faz com que você tenha mais persistência e disciplina.

Muitas pessoas têm dificuldades de guardar dinheiro por conta dos baixos salários. Por isso, o que acha de conferir mais orientações? O vídeo Como montar uma reserva de emergência com pouco dinheiro?, publicado no canal Nath Finanças, no YouTube, traz informações importantes:

Agora que você já sabe como montar uma reserva de emergência, pode começar a buscar imóveis e opções de financiamento imobiliário.

Com o Arbo Cred, você pode encontrar todas as possibilidades de financiamento em um só lugar. Isso porque a ferramenta realiza uma pesquisa nas principais instituições financeiras e, com isso, você pode optar pela alternativa que melhor se adequa às suas condições de pagamento.

Você pode, também, encontrar o imóvel ideal para sua família no Portal da Arbo, que traz milhares de opções em centenas de cidades do Brasil.

Para conferir conteúdos semelhantes, continue a navegar pelo Blog da Arbo. Se preferir, você pode assinar nossa newsletter gratuita para receber os melhores artigos diretamente em seu e-mail todas as semanas. Para isso, basta preencher o formulário abaixo.

Acompanhe as novidades do Blog da Arbo!


Cadastre-se e receba por e-mail nossa newsletter com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

decoração de interiores

Decoração de interiores: como fazer na sua casa?

Quer caprichar no visual da sua casa e ainda melhorar a maneira como os espaços são aproveitados? Veja como a decoração de interiores pode ajudar! A decoração de interiores é capaz de transformar qualquer ambiente de formas surpreendentes. Por meio das técnicas corretas, é possível deixar cada cômodo da sua casa com um visual estiloso […]

apartamento-novo

Confira o checklist de vistoria de apartamento novo

A vistoria é uma das etapas mais importantes para quem vai mudar para um apartamento novo. Confira aqui um checklist completo para facilitar esse trabalho.  Para quem vai mudar para um apartamento novo, é muito importante ter certeza que o novo lar é realmente tudo que imaginou. Antigamente era comum as pessoas terem surpresas desagradáveis […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *