25 de setembro de 2021

Seguro residencial: proteção do imóvel após mudança

Mudou-se para um novo imóvel e está preocupado com a segurança? O seguro residencial pode ser uma excelente opção. Saiba mais sobre o tema nesse texto

Se você está de mudança para um novo imóvel, deve estar preocupado com a segurança de sua propriedade e de seus bens. Para garantir a proteção da casa ou do apartamento, muitos moradores contratam um seguro residencial. A modalidade, como o próprio nome sugere, confere proteção à residência e a cobertura varia de acordo com o contrato.

Para que você saiba se essa opção é vantajosa para seu imóvel, o Blog da Arbo preparou esse guia completo. Nesse texto você irá descobrir o que é o seguro residencial, como a modalidade funciona, as principais coberturas oferecidas e, também, as vantagens em contratar o serviço.

O que é seguro residencial?

Acidentes e imprevistos acontecem, especialmente quando o assunto são casas e apartamentos. Incêndios, roubos e danos elétricos são alguns dos problemas que podem ocorrer e, com isso, danificar completamente o imóvel. 

A verdade é que uma residência está exposta a inúmeros riscos, que variam desde desastres naturais até ações humanas, como problemas com a instalação elétrica, por exemplo. Nesses casos, os moradores podem contar com o auxílio de um seguro residencial.

Essa modalidade de seguro, como o próprio nome aponta, tem o objetivo de proteger imóveis residenciais, como casas e apartamentos. As coberturas variam de acordo com o contrato assinado entre a empresa que disponibiliza o serviço e o morador do imóvel.

O seguro residencial é, portanto, uma boa opção para quem deseja não somente garantir a segurança do imóvel, mas também para os indivíduos que não querem arcar com os custos de um possível acidente.

Isso porque o serviço costuma apresentar um excelente custo-benefício. O valor pago garante que, em caso de acidentes, o morador será ressarcido e poderá reconstruir o que for necessário em seu imóvel.

Na maioria das vezes, o seguro residencial é contratado por pessoas que possuem seu próprio imóvel. No entanto, existe a possibilidade de aplicar o serviço a um imóvel alugado. Nesse caso, o seguro pode ser contratado tanto pelo inquilino quanto pelo proprietário da residência.

Caso o serviço seja solicitado pelo locatário – o morador do imóvel -, o seguro suporta a proteção apenas dos bens e não abrange a estrutura do imóvel. Para garantir a segurança da casa ou do apartamento como um todo, o seguro residencial deve ser contratado pelo proprietário.

Como esse tipo de seguro funciona?

O seguro residencial, conforme mencionado acima, varia de acordo com o contrato assinado entre a empresa e o morador do imóvel. Desse modo, os contratantes podem contar com serviços totalmente personalizados, que estão em consonância com o perfil e com as necessidades do morador.

Apesar de as possibilidades serem diversas, a contratação mais comum é a cobertura básica. Essa modalidade apresenta garantias mínimas para a segurança do imóvel e, na maioria dos casos, abrangem as seguintes opções:

  • Cobertura de danos causados por incêndios;
  • Cobertura de danos causados por fumaça;
  • Cobertura de danos causados por explosões;
  • Cobertura de danos causados por quedas de aviões (ou outras aeronaves).

A cobertura básica, no entanto, não garante a segurança total da casa ou do apartamento e, por isso, os moradores costumam contratar as chamadas coberturas adicionais. As opções são escolhidas de acordo com os objetivos e com as necessidades de cada indivíduo.

seguro-residencial

Em um imóvel localizado em um bairro que apresenta altas taxas de criminalidade, por exemplo, o morador tem a necessidade de proteger sua propriedade contra roubos. Já em imóveis situados em regiões secas e propensas à ocorrência de fogo, é necessário proteger a casa ou o apartamento de danos causados por incêndios.

Diante de diversas possibilidades, é preciso considerar que o valor do seguro residencial varia de acordo com as coberturas contratadas. Além disso, a localização do imóvel e os bens da propriedade são considerados para a elaboração do preço final.

Quais são as principais coberturas oferecidas?

Como você pôde perceber, as coberturas oferecidas pelo seguro residencial são diversas e podem variar de acordo com a empresa escolhida para a contratação do serviço. No entanto, é importante que você conheça as principais opções oferecidas.

Cobertura básica

Conforme mencionado acima, a cobertura básica abrange danos causados por incêndio, por fumaça e por explosões. De acordo com a legislação brasileira, essa modalidade é obrigatória na contratação de qualquer seguro residencial.

Nesse caso, o principal foco da cobertura é garantir a proteção de prejuízos causados por acidentes provenientes de incêndios, fumaças e explosões, que podem ter começado tanto no interior quanto no exterior do imóvel.

Além disso, a cobertura básica abrange a proteção contra danos causados pela queda de aeronaves. Mesmo que a situação não seja comum, é passível de acontecer e pode trazer prejuízos imensuráveis, como a destruição completa do imóvel.

Alguns exemplos de acidentes que costumam causar problemas aos moradores e são garantidos pela cobertura básica são:

  • A explosão de panelas de pressão, que podem causar destruição parcial ou total da cozinha;
  • A explosão do botijão de gás, que pode comprometer toda a estrutura do imóvel caso o incêndio tome maiores proporções;
  • Acidentes cotidianos na cozinha, que podem gerar prejuízos, especialmente relacionados aos bens do cômodo.

Caso essas situações ocorram, é necessário comprovar o prejuízo à seguradora, que tem a obrigação de pagar a indenização ao morador.

Cobertura contra roubos e furtos de bens

Mesmo que o imóvel conte com um bom sistema de segurança, que pode ser composto, por exemplo, por cercas elétricas e por câmeras de vigilância, a verdade é que a residência nunca está totalmente protegida contra roubos e furtos.

No caso do seguro residencial com cobertura contra esses crimes, os moradores recebem a indenização para arcar com os prejuízos voltados aos bens subtraídos e, também, aos danos causados ao imóvel durante o crime.

seguro-residencial

A contratação dessa cobertura é indicada, principalmente, para casas, especialmente as que estão localizadas em regiões conhecidas por altas taxas de criminalidade. No entanto, mesmo apartamentos precisam estar protegidos contra esses problemas.

Cobertura contra danos causados por condições climáticas

Você já deve ter presenciado uma tempestade marcada por ventos fortes e pela queda de granizo. Apesar de muitos não considerarem a situação perigosa, a verdade é que as condições climáticas são responsáveis por grandes danos a imóveis.

Com a cobertura contra danos causados por tempestades, por granizo e até mesmo por vendavais, o morador recebe a indenização para arcar com os prejuízos da estrutura do imóvel e, também, dos bens atingidos.

Cobertura contra danos elétricos

O Brasil é um dos países com maior incidência de raios do mundo e, por isso, é preciso considerar que acidentes elétricos podem ocorrer a todo momento. Além disso, problemas com instalações elétricas podem dar início a incêndios, o que compromete toda a estrutura do imóvel e os bens em seu interior.

Nessa cobertura, o morador recebe a indenização, principalmente, para arcar com os prejuízos causados às instalações elétricas e aos equipamentos elétricos e eletrônicos do imóvel.

Se você deseja saber mais detalhes sobre as coberturas do seguro residencial, pode conferir o vídeo Seguro residencial: sobre as coberturas!, publicado no canal Angélica – Avant Seguros, no YouTube. Vamos assistir?!

Quais são as vantagens de contratar um seguro residencial?

Você já deve ter percebido que contratar um seguro residencial é uma ótima opção para garantir a segurança de seu imóvel e, também, de seus bens. Nesse caso, é necessário destacar algumas das principais vantagens da modalidade.

O preço acessível do seguro residencial é um benefício, já que moradores de todas as classes sociais podem contratá-lo. O valor depende, é claro, das coberturas inclusas no contrato, mas, na maioria dos casos, o preço final não costuma passar de R$ 4 por dia.

Além disso, a variedade de coberturas é uma vantagem, já que podem ser selecionadas de acordo com as necessidades de cada morador. Por fim, mas não menos importante, é preciso considerar que a contratação de um seguro residencial não é um processo demorado e burocrático.

Atualmente, é possível contratar o serviço pela internet, de forma totalmente on-line. Até mesmo o envio dos documentos e a assinatura dos contratos podem ser feitos por plataformas digitais.

O que você achou desse conteúdo?

Agora que você já sabe o que é o seguro residencial, as principais coberturas oferecidas e as vantagens de contratar o serviço, chegou o momento de nos contar o que você achou desse conteúdo. Você considera contratar um seguro residencial? Deixe suas impressões e opiniões na caixa de comentários abaixo.

Para conferir conteúdos semelhantes, basta continuar a navegar pelos artigos do Blog da Arbo. Aqui você confere dicas para não errar na compra de seu primeiro imóvel e, também, o passo a passo para organizar seu novo imóvel. Para saber tudo sobre a mudança de casa ou de apartamento, clique aqui.

Visite, também, a Central de Ajuda da Arbo, que pode te auxiliar em diversas questões do cotidiano. Além de conferir informações sobre os melhores provedores de internet das principais cidades do Brasil, você pode acessar o passo a passo para emitir a segunda via de faturas de energia elétrica, de água e até mesmo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

E, se você deseja encontrar um imóvel para comprar ou para alugar, não deixe de acessar o Portal da Arbo. Lá você encontra milhares de casas e de apartamentos, localizados em mais de 220 cidades brasileiras. Com certeza há uma opção perfeita para você e para sua família.

Postagens relacionadas

Como-calcular-o-aumento-do-aluguel

Como calcular o aumento do aluguel?

O reajuste do aluguel é uma das horas mais temidas para os locatários que vão renovar o contrato dos seus imóveis. Mas, é possível sim se preparar para esse momento e realizar um planejamento financeiro mais apurado para não passar aperto durante o ano. Veja como realizar essa tarefa neste texto! Todas as pessoas que […]

cortinas-para-sala-de-jantar

Saiba como escolher cortinas para sala de jantar

Está procurando por cortinas para sala de jantar? Nesse texto você confere os modelos mais usados.  As cortinas para sala de jantar podem fazer verdadeiros milagres quando o assunto é decoração. Além de acrescentar muito ao visual do ambiente, esse item cumpre papéis essenciais, como controlar a luminosidade e proteger a integridade de móveis ou […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *