27 de setembro de 2021

Simulação de financiamento imobiliário: 4 ferramentas

simulação-de-financiamento-imobiliá

Antes de pensar em fazer um empréstimo com uma instituição financeira, você deve fazer uma simulação de financiamento imobiliário para tirar suas dúvidas. Vamos te mostrar algumas ferramentas para essa tarefa.

Se você está pensando em adquirir um imóvel, é muito importante pesquisar e calcular o financiamento. Isso porque você pode pagar muito menos em juros caso faça uma simulação de financiamento imobiliário com algumas ferramentas disponíveis na internet. 

Assim, nesse artigo vamos mostrar o que é um financiamento imobiliário e quais são os tipos que você deve conhecer. Além disso, iremos te ensinar como utilizar algumas ferramentas disponíveis para simular o valor dos financiamentos imobiliários. 

O que é um financiamento imobiliário?

simulação-de-financiamento-imobiliário

O financiamento imobiliário é feito quando uma pessoa não possui dinheiro para pagar o valor de um imóvel à vista. Dessa forma, ele faz um financiamento, que é basicamente um empréstimo concedido por uma instituição financeira, como bancos e fintechs. Assim, o valor do imóvel é dividido em uma determinada quantidade de parcelas e em valores que caibam no orçamento mensal do comprador. 

O mais comum é que o valor a ser parcelado seja uma parte do valor total a ser pago pelo imóvel, já que muitos compradores disponibilizam uma quantia de dinheiro no início do processo, comumente chamada de “entrada”. 

Se na compra de um imóvel de R$ 400 mil o comprador dá uma entrada de R$ 200 mil, por exemplo, os outros R$200 mil são parcelados em uma quantidade de meses acordada previamente entre o comprador do imóvel e a instituição financeira que concedeu o crédito. 

Assim, o comprador paga uma parte do valor do imóvel. A entrada pode ser quitada com o valor do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ou com dinheiro próprio. O comprador tem seu nome atribuído ao imóvel, entretanto, só é possível realizar uma transação de venda após o pagamento do valor integral do financiamento. 

Antes de liberar o financiamento, a instituição financeira vai analisar a saúde financeira da pessoa interessada para verificar se o indivíduo tem condições de utilizar o crédito disponibilizado. Depois, é feita uma análise técnica do imóvel que o comprador quer adquirir. Por fim, o contrato é elaborado, registrado e entregue ao banco ou à fintech.

Lembre-se de que a utilização de crédito é sempre acompanhada de juros mensais. Esses juros podem variar entre as instituições, sendo mais altos ou mais baixos. Por isso, você deve se planejar previamente e utilizar uma simulação de financiamento imobiliário. Veja abaixo se vale a pena contratarr um financiamento imobiliário.

Se você quiser algumas dicas de financiamento imobiliário, assista a esse vídeo do canal Me Poupe!, da Nathalia Arcuri, disponível no YouTube.

Vantagens e desvantagens do financiamento

A maior vantagem do financiamento é a possibilidade que ele proporciona para um comprador poder parcelar o valor de um imóvel. Dessa forma, você não precisa comprar o  imóvel à vista, o que seria muito mais difícil. Isso faz com que você consiga sair do aluguel e ter um patrimônio em seu nome. 

Ao escolher financiar um imóvel, o comprador pode destinar apenas um pouco de seu orçamento mensal, assim, não compromete seu estilo de vida. Ainda, o financiamento pode ser considerado um investimento.

A principal desvantagem de utilizar um financiamento imobiliário se refere ao comprometimento com despesas de longo prazo, dependendo do período escolhido para financiar. Desse modo, por se tratar de um período muito extenso, vários contratempos podem aparecer e você pode acabar criando dívidas. Por isso, é muito importante a simulação de financiamento imobiliário. 

Entretanto, a questão é justamente você ir pagando as parcelas como se fossem um aluguel, só que com a certeza de que, em um determinado momento, aquele imóvel será seu, diferentemente de quando você apenas loca um imóvel. 

Tipos de financiamento imobiliário

Vamos falar um pouco sobre os principais tipos de financiamentos imobiliários. Eles  são divididos em: SFH (Sistema Financeiro de Habitação), SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) e Casa Verde e Amarela, o substituto do programa Minha Casa Minha Vida. 

Sistema Financeiro de Habitação

Esse tipo de financiamento imobiliário disponibiliza recursos para compra, para reforma e para a construção de imóveis. Essa é a modalidade mais comum entre os brasileiros. 

Para utilizá-lo, o valor do financiamento deve corresponder a até 80% do valor do imóvel, sendo que este deve valer no máximo R$ 1,5 milhão. Ainda, o comprador deve comprovar que as  parcelas mensais não ultrapassam 30% de sua renda bruta. 

O comprador ainda pode pagar o empréstimo imobiliário com seu FGTS. O Governo Federal é o responsável por limitar a taxa de juros anual dos financiamentos. 

Sistema Financeiro Imobiliário

Esse tipo de financiamento é exclusivo para uma parcela da população que vai negociar imóveis com o valor acima de R$ 1,5 milhão. Ainda, esse empréstimo pode cobrir o valor de até 90% da casa ou apartamento. 

A avaliação de crédito nessa modalidade é menos criteriosa do que em outras e tem a flexibilidade de permitir que as parcelas a serem pagas possam ser maiores. 

Casa Verde e Amarela

O programa Casa Verde e Amarela, lançado no fim de 2020 pelo Governo Federal, substituiu o antigo programa Minha Casa, Minha Vida. O foco é facilitar o acesso à moradia para parte da população brasileira. 

As famílias de baixa renda que queiram participar do programa devem ter renda mensal menor do que R$ 7 mil. 

Pelo programa, elas têm o direito de receber até R$ 140 mil para a compra de um imóvel. Além disso, famílias que querem reformar suas casas podem receber até R$ 23 mil de subsídio. 

Por que fazer uma simulação de financiamento imobiliário?

simulação-de-financiamento-imobiliário

Agora que você já viu o que é e quais são os principais tipos de financiamento imobiliário, vamos te falar por que a simulação é tão importante. Em primeiro lugar, a simulação é feita por meio de ferramentas que ajudam a encontrar o valor ideal para crédito, além de prazos e de taxas de juros de cada banco.

Ao fazer uma simulação de financiamento imobiliário, você consegue se planejar melhor, além de avaliar cada instituição financeira e escolher a melhor opção. Ainda, você pode utilizá-lo para fazer uma proposta a um banco e conseguir crédito. Conheça agora três ferramentas para fazer a simulação de financiamento imobiliário.

1- Credihome

Nessa ferramenta gratuita, os usuários podem preencher um formulário informando CPF, comprovante de renda e informações do imóvel que ela quer adquirir. A partir disso, o formulário é enviado a instituições financeiras que retornam com uma proposta de crédito. Geralmente, esse retorno é feito em aproximadamente uma semana. 

Assim, além de ser uma ferramenta que compara a taxa de juros de financiamento entre as instituições, ela também atua como mediadora do início do processo até o fechamento do contrato. 

As taxas de mediação são pagas pelo banco à plataforma. Assim, a pessoa que está buscando crédito não precisa arcar com custo algum. Por fim, se você quiser crédito da própria plataforma, eles disponibilizam um sistema de empréstimos de recursos para o mercado imobiliário.

2 – BuscaCred

O site do BuscaCred utiliza informações 100% atualizadas do Banco Central. Você pode acessar a plataforma e consultar as diferentes taxas de juros oferecidas pelas instituições financeiras. Ainda, eles trabalham com financiamentos de outros tipos como o de veículos. 

Essa plataforma atua apenas como simuladora e mediadora, não oferecendo opções de crédito. Entretanto, você pode preencher um formulário para pedir uma proposta de crédito para as instituições financeiras. Para isso, basta preencher alguns dados pessoais e de renda.

3 – Compara Bem

Essa plataforma trabalha com a comparação e com a simulação de financiamento imobiliário. Ela ainda tem a opção de calcular financiamento de veículos ou crédito pessoal. Para simular financiamentos imobiliários, você pode utilizar o simulador da tabela Price ou o SAC (Sistema de Amortização Constante). 

Nessa plataforma você também consegue escolher em qual região do Brasil está o imóvel que você deseja adquirir e alguns dados pessoais como a renda mensal. Assim, consegue comparar os créditos de bancos e instituições financeiras. Desse modo, é possível ter um panorama geral das taxas de cada instituição e escolher qual a melhor opção para você. 

4-ArboCred

Se você quiser mais opções, também pode acessar o ArboCred, parceria entre a Arbo Imóveis e a Credihome, para simular financiamentos imobiliários e pedir crédito para comprar imóveis. 

A ferramenta permite que o cliente consulte as possibilidades de crédito em diversos bancos em um único lugar e de uma só vez. Ou seja, o consumidor não precisa entrar em contato com os bancos que deseja de forma individual, já que o processo é totalmente automatizado.

Desse modo, o ArboCred é uma excelente opção para você que decide comprar um imóvel novo ou usado e deseja financiá-lo de forma efetiva e, claro, sem burocracia. Você pode saber mais neste artigo da nossa Central de Ajuda.  

O que você achou dessas ferramentas?

Agora que você já aprendeu o que é um financiamento imobiliário e quais são as principais ferramentas para fazer uma simulação de crédito, deixe nos comentários o que você achou do conteúdo. Se você tiver sugestões ou críticas também pode deixar na caixa de comentários.

Acesse o Blog da Arbo para mais informações sobre o mercado imobiliário, taxas e simulações de financiamento. Talvez esse conteúdo possa fazer sentido para você Simulador de financiamento: saiba como seu potencial de compra é calculado. Acesse também Saiba por que usar uma calculadora de financiamento imobiliário.

Você também pode entrar na Central de Ajuda da Arbo e ficar por dentro de diversas questões envolvendo o setor imobiliário.

Por fim, acesse o Portal da Arbo se você estiver interessado em encontrar o imóvel dos seus sonhos. Você pode buscar o imóvel em qualquer parte do Brasil por meio de filtros e de mapas especializados. Confira!

Postagens relacionadas

imóvel-de-luxo

Imóvel de luxo: tudo o que você precisa saber

Quer investir em um imóvel de luxo, mas não detém todas as informações necessárias para a negociação? Nesse texto você confere tudo que precisa saber para comprar ou para alugar uma casa ou um apartamento de alto padrão O setor de imóveis de alto padrão é um dos que mais cresce no Brasil. Segundo dados […]

Como embalar objetos de vidro para a mudança?

Os objetos de vidro são, provavelmente, os mais frágeis em um processo de mudança e, por isso, precisam ser bem embalados. Nesse texto você confere dicas para proteger esses itens Se você está de mudança para um novo imóvel, já deve ter pensado no processo de transportar seus pertences até a casa ou o apartamento. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *