13 de maio de 2022

Como ter uma vida sustentável

vida-sustentavel

Criar hábitos mais sustentáveis no dia a dia pode ajudar na preservação ambiental, além de trazer mais qualidade de vida. Mas, você sabe como é um estilo de vida sustentável?

Sabe das ações e dos hábitos que você precisa colocar em prática para mudar a realidade de hoje? Além de consumir de forma responsável, você também precisa saber melhor o que prejudica o meio ambiente, para buscar alternativas e novas formas de se comportar no mundo. Que tal?

Além disso, pequenas rotinas no seu dia a dia, seja no seu trabalho ou em casa, podem fazer a diferença para uma vida sustentável. É válido começar aos poucos e depois aumentar, colocando em prática novas ideias e formas de agir dia após dia. 

Com certeza você já ouviu falar de algumas das principais ações para deixar a sua vida sustentável, e nunca é demais lembrarr, não é mesmo? Mas, antes de começar, você sabe o que significa vida sustentável? A gente te explica, vamos lá!

O que é vida sustentável?

De forma resumida, é um modo de vida que se preocupa com o futuro das próximas gerações. A Organização Mundial da Saúde (OMS), por exemplo, foi uma das primeiras organizações a falar desse termo, em 1986:

“uma forma geral de vida baseada na interação entre as condições de vida em um sentido amplo e os padrões individuais de conduta determinados por fatores socioculturais e características pessoais”. 

Mas, nas primeiras décadas do século 21, com a exploração ambiental intensa e sem critérios, e isso em especial no Brasil, as coisas pioraram bastante nos três últimos anos, ainda somado às políticas públicas que não cuidam ou preservam  o meio-ambiente. 

E em todo o mundo, a produção industrial sem freios gerou uma série de impactos negativos sobre a vida na Terra, como a poluição da água, a contaminação de lençóis, aquíferos e do solo, o desmatamento, as queimadas em florestas, a perda de espécies nativas, e muitos outros problemas ambientais que só pioram a situação do planeta. É um contexto de urgência, que precisa ser resolvido antes que seja tarde demais!

E uma das melhores formas de enfrentar esses grandes desafios hoje, junto com outras pessoas, é partir para ações que já foram desenvolvidas, e assim alcançar um modelo de vida sustentável. Mas, você sabe como? Sabe que atitudes são essas?

Veja também como ter um casa mais sustentável.

Uma vida sustentável sem sacolas de plástico

Sustentabilidade não combina com materiais plásticos. Por isso, diminua o máximo que puder desse material na sua vida, sempre que for possível. Por exemplo, quando você for ao mercado para fazer compras, use uma ecobag ou mesmo caixas de papelão, que sempre estão disponíveis na frente dos caixas. 

Além de deixar de lado o uso de sacolas plásticas, também dá para ir ao shopping com bolsas e ecobags: ao invés de pegar uma sacola por loja, por exemplo, você pode usar a sua sacola sustentável de pano e ainda por cima se vestir com estilo. Em resumo, sempre que puder, não use a sacola de plástico!

E além de reduzir o consumo e de reutilizar essas sacolas, você também deve reciclar materiais plásticos, para evitar o chamado plástico único, ou seja, aquele que só é usado uma vez, sem ser reciclado (e vai direto ficar anos e anos na natureza).

Separe seu lixo

E por falar em reciclagem, uma vida sustentável precisa de uma separação correta dos lixos produzidos em casa. Usar uma composteira doméstica também é uma boa ideia para quem está em busca de uma vida sustentável, já que a função da composteira é reduzir a produção de lixo.

O utensílio tem ainda outro benefício: o material que vai pra compostagem é transformado em adubo orgânico, que você pode usar para alimentar plantas, canteiros e vasos. Que tal?

E quando você separa todo o lixo, isso garante um melhor destino para os rejeitos, além da própria reciclagem do plástico e de outros materiais, evitando a produção de embalagens novas, por exemplo.

Veja como realizar a separação do lixo corretamente em sua casa.

Mudanças na alimentação para uma vida sustentável

A alimentação é um ponto  muito importante para quem está em busca de um modo de vida sustentável, e por isso é necessário observar o que você come. A primeira coisa que você precisa fazer é aumentar o consumo de verduras, de frutas e diminuir refeições com peixes e carnes.

Essa pode ser uma tarefa difícil para quem é carnívoro! Mas, a ideia não é parar de comer esse tipo de alimento se você não quiser, mas sim pensar na redução do consumo. 

E você sabe por quê a atividade agropecuária faz mal para a natureza? Produzir carne significa emitir grandes quantidades de gases poluentes, que aceleram os efeitos do aquecimento global. Esse aumento crescente de gases, sem dúvidas, é um fator que deixa mais difícil a preservação das nossas florestas.

E claro que a solução não é parar com toda a produção agropecuária, mas sim pensar modelos com mais responsabilidade, menos impacto ambiental e mais transparência com os consumidores.

A redução de carne não traz só benefícios para o meio-ambiente e para as florestas brasileiras: é também uma questão de saúde, sabia? Já que há estudos que mostram uma relação direta entre doenças e o consumo de carne vermelha. Mudar a sua alimentação, então, mesmo que seja devagar ou aos poucos, pode provocar uma grande transformação para as futuras gerações. Pense nisso!

Veja como utilizar a decoração sustentável em sua casa!

Pequenas ações para o dia a dia 

É possível também colocar em prática algumas medidas que podem ser vistas como pequenas, mas que fazem toda a diferença no futuro para uma vida sustentável! 

Por exemplo, evite jogar chiclete fora do lixo: é um produto que tem ingredientes poluentes, que demoram muito tempo para entrar em decomposição.

Fumantes também devem evitar descartar as bitucas na rua ou na calçada: além de poluir a água, o cigarro contém substâncias tóxicas e que, com as chuvas, podem chegar até os rios. Uma dica é carregar pequenos potes para guardar as bitucas e depois jogar fora, combinado?

Outro produto que você precisa saber como descartar de forma correta são as pilhas: evite colocar no lixo comum, já que existem componentes bem tóxicos no produto.

Por isso, procure postos ou pontos de coleta que recebam esse tipo de descarte, ok? Alguns supermercados e também prédios costumam dar a destinação certa para esse tipo de lixo.

Saiba como usufruir da arquitetura sustentável.

Moda sustentável

Você já ouviu falar em slow fashion? É um termo usado para um tipo de produção de roupas com técnicas que causam um menor impacto ambiental, por isso são bem-vindas para quem está em busca de uma vida sustentável. 

A indústria da moda produz um volume grande de roupas, sapatos e acessórios, com o uso de tecidos e fibras que são nocivos à saúde e ao meio-ambiente. Inclusive, a produção de roupas não polui apenas com a emissão de carbono. Na fabricação de fibras têxteis, é preciso desmatar, usar fertilizantes, agrotóxicos, extrair petróleo e transportar, entre outras formas de poluição.

E não é só isso, a coisa vai além: na produção em larga escala do modelo fast fashion não é difícil encontrar trabalho escravo, em especial nos países da Ásia. A boa notícia é que hoje você encontra marcas e lojas que trabalham com tecidos alternativos e com um tipo de fabricação sustentável. 

Ou seja, são muitos os caminhos  e as formas que você pode começar a praticar uma vida sustentável!

Receba nossos novos conteúdos por e-mail!


Cadastre-se na newsletter semanal do Blog da Arbo, com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

Aluguel atrasado

Aluguel atrasado? Veja o que fazer

Está com aluguel atrasado e não sabe o que fazer? Confira como resolver esse problema neste texto do Blog da Arbo  Infelizmente, no Brasil, as crises econômicas dificultam a vida de muitos brasileiros na pagarem as contas básicas e o aluguel, por exemplo. Esse é um problema relativamente comum e que não tem jeito simples […]

como-organizar-livros

5 dicas de como organizar livros em casa

Veja como você pode organizar livros em sua casa de modo que não fique algo visualmente desagradável ou com falta de espaço. Acompanhe no post! A compra de novos títulos costuma ser um hábito um tanto quanto prazeroso para os amantes de literatura, mas o acúmulo faz com que você precise pensar em como organizar […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *