27 de janeiro de 2022

Vendas em queda? Veja as tendências do mercado imobiliário em 2022

mercado imobiliário 2022

Cenário econômico desfavorável reforça necessidade de investimento em tecnologia e atendimento de qualidade. Veja como enfrentar os desafios do mercado imobiliário em 2022.

O fim de ano é a época para analisar o desempenho do negócio e montar a estratégia para os próximos meses. Depois de dois anos com resultados surpreendentemente acima do esperado, as tendências do mercado imobiliário em 2022 apontam para momentos mais difíceis.

Neste post, o Blog da Arbo traz para você as expectativas de especialistas para o próximo ano e alguns aspectos importantes nos quais você precisa ficar de olho para entender as movimentações do mercado. Você também verá como preparar sua imobiliária para enfrentar os desafios de 2022. Confira!

O que esperar do mercado imobiliário em 2022

Quando tratamos de cenários econômicos, é quase impossível fazer um prognóstico preciso. O que se pode fazer é mapear alguns possíveis cenários mais prováveis e se preparar para reagir com rapidez à medida em que um deles se concretiza.

Mesmo assim, como bem vimos nos anos de covid-19, tudo pode mudar de um dia para outro. A maior parte dos analistas desenha uma recuperação robusta com arrefecimento dos preços como cenário mais provável a nível global. Porém, há uma série de aspectos que podem inverter o jogo.

No Brasil, o desempenho surpreendente do mercado imobiliário nos últimos 2 anos dificilmente se repetirá. Em entrevista ao site Valor Econômico, o economista Eduardo Gianetti disse que os fatores que levaram a recordes de vendas em 2021 deixaram de existir. O especialista espera um cenário pior para 2022. 

Segundo ele, “estamos em um processo de deterioração permanente das contas públicas”. O Banco Central (Bacen) terá a dura missão de segurar a tendência de alta na inflação sem contar com o apoio de uma política fiscal voltada para a redução de gastos. 

Para ficar de olho

Economia é um tema complexo, mas que impacta diretamente no dia a dia de quem atua no mercado imobiliário. Veja alguns assuntos para acompanhar mais de perto em 2022:

  1. Inflação alta

O Brasil é um país com histórico preocupante quando o assunto é inflação e o tema ganhou ainda mais relevância nos noticiários ao longo dos últimos meses. O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo, que mede a inflação) deve fechar 2021 em 10,05%. Para se ter uma ideia, a meta no começo do ano era de 3,75%.  

2. Aumento de juros

A principal ferramenta do Banco Central para evitar que a inflação decole de vez é a Selic (taxa básica de juros). Depois de começar o ano em um patamar historicamente baixo (2%), ela chegou a 9,25% no fim de 2021. Analistas do mercado acreditam que ela deva subir um pouco mais ao longo de 2022 e chegar a 11,5%. Quanto mais alta a Selic, mais caros ficam os financiamentos imobiliários.

3. Incerteza fiscal

Em ano eleitoral, a discussão em torno dos gastos públicos fica ainda mais intensa. A pandemia fez com que o governo aumentasse significativamente suas despesas. O desenrolar de temas como Auxílio Brasil e PEC dos Precatórios tem impacto direto sobre as expectativas do mercado em termos de inflação e juros. 

4. Desaceleração do crescimento

Os fatores já citados interferem nas estimativas em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país ao longo do ano. Segundo o Credit Suisse, o Brasil deve entrar em uma nova recessão em 2022, quando o PIB deve cair 0,5%.

Para Basílio Jafet, presidente do Sindicato da Habitação em São Paulo (Secovi-SP), o setor terá “um ou dois anos difíceis”, embora acredite que os fundamentos do setor o tornem resiliente no longo prazo.

Analisando os pontos de vista de especialistas, percebe-se que uma das grandes incógnitas para o próximo ano é o mercado de baixa renda. 

Na mesma reportagem do Valor Econômico citada acima, o presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras (Abrainc), Luiz Antônio França, afirma que esse segmento é muito resiliente a crises. Segundo ele, isso acontece porque grande parte dos recursos utilizados pelo público de baixa renda vem do FGTS. Já nos segmentos de médio e alto padrão, a volatilidade econômica característica de um ano eleitoral tem um peso maior. 

Seguindo a mesma linha de raciocínio, o vice-presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Celso Petrucci, diz que o Casa Verde e Amarela tende a manter a demanda graças aos juros subsidiados. Segundo ele, o programa corresponde a 75% das unidades lançadas no mercado imobiliário do país.

Entretanto, há quem discorde dessa visão. De acordo com esta outra reportagem do Valor Econômico, o copresidente da MRV&Co, Eduardo Fisher, afirmou que o mercado de baixa renda pode encolher em 2022 e 2023. Ele acredita que, apesar da disponibilidade de financiamento com recursos do FGTS, “a inflação muito alta corrói o poder de compra da população”.

Para o executivo, mesmo que a demanda não seja um problema, “o crédito, o custo desse crédito e a renda das pessoas” são, já que “houve uma explosão do custo imobiliário”. A MRV é a principal empresa com atuação no Casa Verde e Amarela.

Como preparar seu negócio para 2022

Com a perspectiva de queda na demanda por imóveis, dois aspectos ganham muita relevância para o mercado imobiliário em 2022: aproveitar ao máximo os leads que chegam e investir em locações para compensar a queda de faturamento com vendas. Veja como fazer isso na sua imobiliária:

Otimize cada etapa do atendimento

Uma das grandes falhas de imobiliárias e corretores é o desperdício de leads. Muitos profissionais só olham para a etapa final da jornada de compra, quando o consumidor já está prestes a fechar negócio. As etapas anteriores, em que se faz necessário criar uma conexão com o futuro cliente, é negligenciada.

Como explicamos em nosso artigo sobre a abordagem ao cliente, o bom atendimento começa antes mesmo da primeira conversa. A equipe de vendas precisa conhecer muito bem o que vende e para quem vende. Entender o perfil do cliente ideal ajuda a levar o imóvel certo para a pessoa certa.

As atividades de vendas também precisam de métodos bem elaborados. O funil de vendas do mercado imobiliário é composto por diversas etapas e cabe aos gestores ajudar o time de corretores a desenvolver práticas eficientes que façam o lead avançar entre elas. 

Neste vídeo, o CEO da Revenda Imóvel, Guilherme Kraemer, explica como a análise de dados ajuda a melhorar a performance dos corretores em cada etapa do atendimento.

A rapidez no primeiro contato, o uso de um bom roteiro de abordagem e a capacidade de gerar conexão com o lead fazem a diferença. Tais elementos se tornaram ainda mais importantes com o surgimento de plataformas digitais. A tecnologia é um suporte para agilizar os processos, mas é a qualidade do atendimento que torna a experiência do cliente satisfatória.

A Arbo conta com um programa de parcerias que ajuda imobiliárias a entender e aprimorar suas metodologias de vendas. Com o Arbo Performance, você terá o apoio de especialistas do mercado imobiliário para capacitar gestores e corretores e assegurar o melhor resultado.

Use a tecnologia para entender e melhorar seu negócio 

Quando falamos em otimizar processos, é inevitável pensar no papel da tecnologia. Para promover a melhoria contínua em termos de qualidade, é essencial contar com dados precisos sobre sua operação e tirar informações relevantes deles. Isso fica mais fácil com um bom sistema de CRM (Customer Relationship Management).

O Arbo CRM, por exemplo, foi desenvolvido de acordo com as especificidades do mercado imobiliário e pode ser adaptado ao modelo de negócio de nossos parceiros. A plataforma é conectada a um aplicativo pelo qual os corretores recebem novos leads assim que eles se cadastram e podem iniciar o atendimento imediatamente.

O app ajuda o corretor a registrar tudo que acontece em cada atendimento e em que etapa do funil cada lead está.  Além disso, ele também conta com um módulo para captação de imóveis.

Todos os dados coletados pelo aplicativo são processados pelo CRM e apresentados de forma intuitiva. Assim, os gestores têm uma visão abrangente e detalhada da operação, conseguem identificar os gargalos que atrapalham as vendas e agem para eliminá-los. 

Facilite a gestão de locações

A gestão de locações é um dos grandes desafios das imobiliárias por causa do custo elevado e da dificuldade em mediar as relações entre locadores e locatários. Contudo, em momentos de vendas baixas, as locações garantem uma importante fonte de renda recorrente.

Contudo, já há movimentações no mercado para oferecer soluções que ajudem as imobiliárias a baratear os custos da operação de locações. Essa é, por exemplo, uma das prioridades na recente fusão entre a Arbo e Superlógica.

O Arbo Rent é um conjunto de soluções voltadas para a gestão de locações. Nele, a Arbo assume toda a parte burocrática e de relação com proprietários e inquilinos, enquanto a imobiliária se concentra apenas em fechar novos negócios.

Os benefícios para proprietários e inquilinos incluem uma experiência digital completa em termos de pagamentos, manutenções no imóvel e garantia locatícia com a menor taxa do mercado (4%). A própria imobiliária passa a contar com uma plataforma integrada para dar fluidez aos processos internos 

Quer saber mais sobre as tendências para o mercado imobiliário e como preparar seu negócio para o futuro? Acompanhe o canal da Arbo no YouTube, com novos vídeos toda semana, e cadastre-se na nossa newsletter gratuita para receber nossos novos conteúdos direto no seu e-mail. Basta preencher o formulário abaixo.

Receba nossos novos conteúdos por e-mail!


Cadastre-se na newsletter semanal do Blog da Arbo, com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

sistema integrado para imobiliárias

Sistema integrado para imobiliárias e incorporadoras

CRM all in one é um sistema integrado de gestão para imobiliárias e incorporadoras que elimina os problemas que travam o fluxo de trabalho tão característico do mercado imobiliário tradicional. Com a nossa experiência neste mercado, fica fácil narrar como o fluxo de trabalho geralmente acontece. Confira: 80% do tempo é destinado a questões administrativas: […]

aplicativos para corretores

11 aplicativos para corretores de imóveis

A tecnologia existe para deixar nossa rotina mais fácil e prática. Confira alguns aplicativos para corretores e ganhe produtividade! O dia a dia de quem trabalha no mercado imobiliário é bem corrido, por isso, nada melhor do que conhecer ferramentas que podem tornar certas tarefas mais simples. Por isso, o Blog da Arbo apresenta essa […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *