pontos turísticos em Londrina
ARBO

Pontos turísticos em Londrina: Conheça a cidade

Confira os pontos turísticos em Londrina obrigatórios para turistar e saber ainda mais da história do município

Londrina é uma cidade cheia de beleza natural e acolhedora, que oferece aconchego, qualidade de vida, e áreas de lazer para todos os seus moradores. A mescla perfeita de extensas áreas verdes com os inúmeros prédios e construções faz dela um local apaixonante para os que a escolhem como lar e também para todos que a visitam. Quer conhecer um pouquinho mais sobre o que a cidade tem a oferecer? Confira os principais pontos turísticos em Londrina.

Pontos turísticos em Londrina: Lago Igapó

Criado em 1959 e desde então cartão postal entre os pontos turísticos do município de Londrina, Lago Igapó que na língua tupi, significa “transvazamento de rios”, é resultado do represamento do Ribeirão Cambé. Na época, o lago foi criado com a sugestão de resolver um problema da baixa umidade do ar e de drenagem, causada por uma barragem natural de pedra.

Localizado na Zona Sul de Londrina, o Lago Igapó tem em seu entorno bairros como o Jardim Caiçaras, o Jardim Nova Londres, o Jardim Petrópolis, o Jardim Bela Suíça, o Parque Guanabara, e o Residencial do Lago.

Expansão da região

Antes da criação do lago, a região não fazia parte da área urbana da cidade, existiam apenas sítios e fazendas. Os primeiros bairros residenciais em seu entorno começaram a surgir ainda na década de 60, logo após sua inauguração, como é o caso do Jardim Bela Suíça, por exemplo.

Ampla área de lazer 

O local, que possui mais de 4.500 metros de tamanho, tem uma vasta área de lazer, o que permite a prática de atividades como caminhadas, que é uma das atividades preferidas do Londrinense, piqueniques, esportes náuticos, futebol, vôlei, entre outros. 

Além disso, o lago faz sucesso entre as crianças, que aproveitam o grande espaço do aterro para correrem livremente no principal ponto turístico de Londrina.

Próximo do Lago Igapó existem diversas opções de imóveis para venda e locação. Para saber mais sobre como é morar em londrina, leia nossa matéria completa.

Pontos turísticos em Londrina: Museu Histórico de Londrina

O Museu Histórico de Londrina Pe. Carlos Weiss começou sua história nos porões do Colégio Hugo Simas, no ano de 1970, com  iniciativa dos professores e estudantes do curso de história. A partir de 1974, ele passou a ser Órgão Suplementar da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Esse ponto turístico de Londrina fica hoje no prédio da antiga Estação Ferroviária da cidade, bem no centro, em uma área de 11.973 metros quadrados. A mudança para lá aconteceu no ano de 1976.

O museu histórico é composto por quatro setores: setor de imagem e som, setor de objetos, setor de biblioteca e comunicação (com cerca de 1.500 títulos) e setor de exposições (permanentes e temporárias).

O local ainda desenvolve ações para preservação do patrimônio histórico municipal e subsidia atividades acadêmicas da UEL, é um ótimo espaço para práticas culturais educativas, além de servir como campo de estágio para estudantes de graduação.

Quer uma dica? Imóveis no centro de londrina, onde possui o ponto turístico mais visitado, o Museu de Londrina são excelentes aquisições para quem gosta de turismo cultural. Muitos se perguntam sobre valores para viver na cidade, confira nossa matéria sobre o custo para viver em Londrina aqui.

Pontos turísticos em Londrina: Catedral Metropolitana de Londrina

Outro ponto turístico londrinense que faz parte da história da cidade é a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, a Catedral de Londrina. Dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, ela foi construída em 1934 com base nos desenhos do engenheiro Willie Davids.

É possível admirar o monumento de várias regiões, por ter sido construído no ponto mais alto do município. Foi a segunda igreja da cidade e foi inaugurada no dia 19 de agosto do mesmo ano com uma grande festa.

De lá para cá o local já foi reformado algumas vezes e a igrejinha, que antes era de madeira, deu lugar a um grande monumento de arte e crença que vale a pena ser visitado e apreciado.

Jardim Botânico de Londrina

O Jardim Botânico de Londrina é uma das mais importantes unidades de pesquisas e preservação de espécies nativas e exóticas do Paraná. Com certeza é mais um ponto turístico de Londrina que merece entrar nessa lista de lugares para você visitar.

O lugar, que fica na região sul da cidade, foi criado em 2006, no âmbito da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMA). Ele possui uma área total de 63,5890 hectares, ou seja, um local incrível para passar uma tarde agradável.  

Entre os encantos, o Jardim Botânico possui um centro de visitantes voltado a educação ambiental, uma pista de caminhada, uma coleção de mais de 100 espécies arbóreas nativas, lagos que formam espelhos d’água e uma divertida trilha ecológica. É uma visita e um ponto turístico e tanto da cidade!

Pontos turísticos em Londrina: Parque Arthur Thomas

Preservação ambiental 

Localizado a seis quilômetros do centro, o Parque Arthur Thomas é um espaço de conservação ambiental. O parque conta com muitas belezas como trilhas no interior da mata nativa, uma cachoeira de 20 metros de altura, um mirante para a observação da vista panorâmica e a represa do Ribeirão Cambezinho.

Seus 66 hectares de cobertura florestal nativa podem ser percebidos de longe. O local representa um dos últimos pontos remanescentes da Mata Atlântica na região norte do Paraná.

O ponto turístico da cidade ainda guarda um pouco da história de Londrina, por possuir as instalações da primeira usina hidrelétrica do município. Hoje ela está desativada, mas já gerou energia para os londrinenses durante 28 anos.

Próximo do ponto turístico há os melhores bairros de Londrina, saiba quais são lendo nosso artigo no blog.

Pontos turísticos em Londrina: Parque Estadual Mata dos Godoy

Outro ponto turístico de Londrina de grande importância histórica e ambiental é o Parque Estadual Mata dos Godoy. Estudos divulgados pelo site do Governo do Estado indicam que no parque existem cerca de 282 espécies de aves, como o tucano de bico verde, o araçari de bico branco, o jacutinga e urubu-rei; mais de 65 espécies de mamíferos, como o macaco-prego, a onça parda, a lontra, o quati e o quase extinto gato-mourisco.

Criado em 1989, o local é uma excelente opção aos amantes da natureza. Ele está situado a 20 quilômetros do centro de Londrina, é uma referência entre os pontos turísticos da cidade

Reserva natural

O local é uma das últimas reservas naturais de mata nativa no Norte Paraná e reserva também diversas espécies de plantas raras como o caju do campo, o mamão do mato, o jacarandá, a peroba, a guaçatunga e o pau-marfim.

Trilhas

Existem três tipos de trilhas na Mata dos Godoy: a Trilha Projeto Madeira é a menor delas, e possui um percurso de 540 metros, que começa atrás do centro de visitantes, percorre uma área de reflorestamento e termina na área de descanso. 

A Trilha Interpretativa possui 700 metros, e inicia logo após o término da Projeto Madeira e percorre um trecho circular incrível de mata fechada. 

Já a Trilha Catetos também vai a partir do final da Projeto Madeira, mas essa já possui um caminho largo, adentra a mata fechada e termina no limite do parque.

Monumento O Passageiro

O gigante monumento O Passageiro é mais um ponto turístico marcante na cidade de Londrina. A obra do artista plástico Henrique de Aragão, inaugurada em 1989, completou 30 anos em 2019 e guarda muita história.

55 anos de Londrina

Encomendado e doado pela Viação Garcia na ocasião dos 55 anos do município, a escultura possui 15 metros de altura, colunas de concreto que apoiam uma esfera de cinco metros de diâmetro cortada em três secções e apoiam duas figuras humanas e uma semente.

As duas figuras representam os viajantes que procuram uma plenitude. De acordo com relatos históricos, o artista quis retratar o que ela chamava de “homem completo”. 

Mirante com visão privilegiada

Uma das figuras da obra busca o interior, já que está voltada para dentro. A outra busca a interação com o infinito e com o cósmico, pois está voltado para fora. A semente significa, de acordo com o artista, “tudo o que se cria, tudo o que nasce e tudo o que se transforma”.

A escultura permaneceu na rotatória das avenidas Dez de Dezembro com a Leste-Oeste por 31 anos, até ser retirada para a construção de um viaduto no local. Desde então, o ponto turístico da cidade está remanejado, e deve permanecer em definitivo, na Rua Santa Catarina, confluência com a Rua Martiniano do Valle Filho, e possui um mirante que dá visão privilegiada da região.

Pontos turísticos em Londrina: Estádio do Café

O Estádio Municipal Jacyscaff, mais conhecido como Estádio do Café é aquele ponto turístico do município para os amantes do futebol. Construído no formato de ferradura, o local é o principal palco dos jogos do time do coração dos londrinenses, o Londrina Esporte Clube (LEC).

Inaugurado em uma partida de futebol

Uma curiosidade é que ele foi inaugurado em 22 de agosto de 1976, em uma partida do Londrina contra o Flamengo de Zico. O resultado foi 1 a 1, com gols de Paraná (Londrina) e Júnior (Flamengo). O Estádio do Café está localizado na zona norte de Londrina e, se você é amante de futebol, não pode deixar de visitar esse ponto turístico de Londrina que até hoje é palco de grandes partidas.

Além dos pontos turísticos, confira o que mais há para fazer em Londrina aqui.

Venha morar ou visitar a cidade e conheça muitos outros locais especiais. Se você procura por um apartamento em Londrina, conheça o site da Arbo Imóveis e torne-se um Londrinense de coração.