13 de junho de 2024

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

capa arbo 360 Arbo Imóveis

Pegue um café e relaxe, pois acabou de chegar a sua atualização semanal sobre o mercado imobiliário!

Nesta edição, você vai descobrir qual é o imóvel ideal para a Geração Z, como os cortes da Selic podem influenciar os valores dos aluguéis e mais:

⚠️ Famílias no RS poderão pausar pagamento de financiamento de imóveis

🏘️ Por que o sonho da casa própria pode estar tão longe para os estadunidenses

Boa leitura!

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

Geração Z é a próxima a comprar imóveis

Em nossa última edição, informamos que metade dos jovens da Geração Z (nascidos entre 1996 e 2010) planejam adquirir um imóvel nos próximos 24 meses, segundo uma pesquisa de intenção de compra.

Mas será que sua imobiliária está pronta para atender esse público? 🤔

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

50% dos jovens da Geração Z interessados em comprar imóveis têm preferência por casas em vez de apartamentos. (Imagem: Dragana Gordic | Reprodução)

🏠 O imóvel ideal da Geração Z

Tecnologia, sustentabilidade e flexibilidade são os principais pilares dessa geração. Assim, o imóvel ideal para os jovens até 27 anos precisa:

👍 Ser compacto e funcional;

🚍 Estar localizado estrategicamente, próximo a transporte público, comércio e serviços essenciais;

🌳 Ter práticas de sustentabilidade, como coleta seletiva e economia de água;

🤖 Possuir soluções inteligentes, como automação e conectividade.

Vale lembrar que a pesquisa “Comportamento do Consumidor de Imóveis em 2040”, divulgada pela Deloitte, destaca que: 

[inserir citação] “Mais do que uma casa perfeita e que transmita status, [os integrantes da Geração Z] querem um lugar onde possam se expressar, serem eles mesmos. Espaços comuns, fachada e localização irão se moldar às suas necessidades.”

🤳 Leia o estudo da Deloitte na íntegra.

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

Aluguéis e Selic: como a redução da taxa pode afetar os preços?

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu pela sétima vez consecutiva a taxa básica de juros, a Selic, em reunião realizada no dia 8 de maio.

Agora que a taxa chegou a 10,5% ao ano, entenda como o mercado de imóveis pode ser impactado:

💰 A taxa de juros nos preços dos aluguéis

  • Em abril, o Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) teve aumento de 1,4%, somando 9,16% em 12 meses.
  • Nesse período, a alta foi atribuída ao elevado nível da Selic, desincentivando a compra de imóveis financiados e mantendo em alta a demanda por aluguéis.
  • A queda das taxas de financiamento imobiliário não ocorre imediatamente após o corte da Selic, sendo um processo lento e dependente de outros fatores, como a disponibilidade de poupança e a evolução dos juros no longo prazo.

📊 Evolução do IVAR e influência da Selic

A alta acumulada de 9,16% do IVAR, índice que mede a variação dos aluguéis em algumas capitais brasileiras, é a maior desde janeiro de 2023, e reflete um período de taxas de dois dígitos entre agosto e novembro de 2022.

O ciclo de corte da Selic teve início em agosto do ano passado, com um impacto significativo nos preços dos aluguéis.

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

🔮 Possíveis cenários futuros

De acordo com o coordenador de Índices de Preços do FGV IBRE (Instituto Brasileiro de Economia da FGV), André Braz, a tendência é de que as pessoas estejam esperando os juros caírem ainda mais, já que adquirir um imóvel trata-se de um comprometimento de renda a longo prazo.

💡 Isso pode manter a procura por aluguéis aquecida.

💲 Ritmo de corte da Selic pode influenciar aluguéis

O coordenador ainda afirma que uma mudança no ritmo de corte da taxa básica de juros pode impactar a evolução dos preços dos aluguéis. 

[inserir citação] “Quanto mais rápido for o corte, mais as pessoas ficarão tentadas a adquirir um imóvel próprio, o que pode reduzir a demanda por um aluguel residencial”.

🏘️ Análise do mercado de aluguéis

O IVAR mede a evolução dos aluguéis residenciais com base em contratos de locação em quatro capitais, fornecendo uma visão abrangente do mercado.

Cada cidade tem suas próprias limitações que determinam o ritmo de desaceleração dos preços, como o número de lançamentos imobiliários e a atividade econômica local.

📍 Variação do IVAR por cidade

Em São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte, o IVAR apresentou aumento de um ano para outro, enquanto no Rio de Janeiro houve desaceleração. Confira:

➡️ São Paulo:  a taxa passou de 6,50% em março para 7,44% em abril;

➡️ Porto Alegre: passou de 7,91% para 8,75%;

➡️ Belo Horizonte: foi a capital que registrou a maior aceleração na ponta, de 9,94% para 10,45%. 

➡️ Rio de Janeiro: na direção oposta, o Estado saiu de 11,29% para 11,05%.

Crédito imobiliário do SBPE atinge R$ 12,9 bilhões

Em março de 2024, os financiamentos imobiliários utilizando recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) atingiram R$ 12,9 bilhões. Entenda:

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

Entenda os financiamentos imobiliários em valores e número de unidades.

(Imagem: Pexels)

💰 Financiamentos Imobiliários em valores

  • Neste ano, os financiamentos com recursos do SBPE tiveram um crescimento de 23,3% em relação a fevereiro de 2023, mas uma queda de 26,1% em relação a março do ano anterior.
  • No primeiro trimestre de 2024, o volume financiado foi de R$ 33 bilhões, representando uma retração de 17,3% em relação ao mesmo período de 2023.
  • Nos últimos 12 meses, o volume financiado atingiu R$ 145,8 bilhões, uma queda de 18% em comparação com o período anterior.

🏠 Financiamentos imobiliários em número de unidades

  • Em março de 2024, foram financiados 40,3 mil imóveis, um aumento de 32% em relação a fevereiro, mas uma queda de 29,9% em relação a março do ano anterior no País.
  • No primeiro trimestre de 2024, foram financiados 99,1 mil imóveis, uma redução de 27,1% em comparação com o mesmo trimestre de 2023.
  • Nos últimos 12 meses, foram financiados 462,2 mil imóveis, uma queda de 31,3% em relação ao período anterior.

🤳 Leia na íntegra o Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança da ABECIP.

Famílias no RS poderão pausar pagamento de financiamento de imóveis

O governo federal anunciou que famílias do Rio Grande do Sul poderão suspender o pagamento das parcelas de financiamento de imóveis com recursos do FGTS por até seis meses.

🔍 Abrangência da medida

A decisão envolve contratos do Minha Casa Minha Vida e do Pró-Cotista, e visa auxiliar famílias afetadas pelas fortes chuvas no estado.

A suspensão é aplicável a todas as faixas de renda que fizeram financiamentos de imóveis com recursos do FGTS.

☎️ Como solicitar

Para pedir a suspensão, as famílias devem entrar em contato com a Caixa Econômica Federal pelo telefone 0800 104 0104.

💰 Saque Calamidade

A Caixa também liberou o Saque Calamidade para famílias atingidas pelas chuvas, cujos membros tenham contribuído para o FGTS.

O valor do saque é o saldo disponível na conta do FGTS, limitado a R$ 6.220,00, por evento de desastre natural, com intervalo mínimo de 12 meses entre os saques.

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

O sonho da casa própria pode estar longe nos EUA

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?

Dificuldade em obter empréstimos e financiamentos afasta norte-americanos da casa própria.

 (Imagem: Shutterstock)

Nos Estados Unidos, apenas 13% das pessoas que moram de aluguel mantêm a esperança de um dia adquirir uma casa própria, o que representa o menor nível histórico para essa estatística.

Por outro lado, 74% dos locatários veem a compra de uma propriedade como algo desafiador, percebendo a ideia de ter uma casa própria como algo distante da realidade.

🤔 Por que isso é significativo? 

Isso reflete as taxas de juros elevadas, atualmente em 5,25% a 5,5%, o nível mais alto em 23 anos.

⚠️ É importante considerar que os juros representam o custo do capital. 

Por isso, o efeito direto é: obter empréstimos e financiamentos se torna mais oneroso, o que afasta os americanos dessa possibilidade.

🧮 Entenda os números

📈 Em 2022, quando as taxas começaram a subir substancialmente para conter a inflação, houve uma queda de 44% no número de pedidos de empréstimos nos EUA.

🏘️ O preço médio de uma casa em 2023 atingiu um nível recorde, chegando a quase US$ 400 mil no ano passado.

Ao mesmo tempo, a previsão é de que o custo do aluguel aumentará quase 10% no próximo ano, apesar das expectativas de redução das taxas de juros pelo Fed. 

_____________________________________________________________________

Até a próxima edição! 👋 

Enquanto isso, acompanhe nossos conteúdos nas redes sociais para receber atualizações sobre o dia a dia da imobiliária.

Youtube | Instagram | Linkedin 

Geração Z: sua imobiliária está pronta para atender a esse público?


Legenda para Linkedin: O imóvel ideal para a Geração Z, como os cortes da Selic podem influenciar os valores dos aluguéis e muito mais na edição de hoje da Arbo 360º.

Andrei Sanches

Postagens relacionadas

Apartamentos de um quarto decolam na preferência de investidores

Apartamentos de um quarto decolam na preferência de investidores

Está na mão a sua atualização semanal sobre o mercado imobiliário. Venha com a gente e fique por dentro dos últimos destaques 😉 Nesta semana, você vai conferir qual categoria de imóvel é a queridinha dos investidores focados em aluguel, um novo público para a compra de moradias e também: 🐕 Onda do pet friendly […]

Edição Arbo 360 Capa Superlógica Imobiliárias

Financiamento pelo SBPE tem queda de R$7 bilhões

☕ Pegue seu café, porque está na hora de ler sua atualização semanal sobre o mercado imobiliário. Nesta edição, destacamos que, no primeiro trimestre, o montante de financiamentos pelo SBPE, a principal fonte de crédito imobiliário, foi R$ 7 bilhões menor do que o liberado no mesmo período do ano passado. Além disso, abordamos que […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *