28 de maio de 2022

Descubra como financiar um terreno

Como-financiar-um-terreno

Saiba todos os detalhes dessa modalidade de financiamento que tem ganhado cada vez mais adeptos. 

Na hora de realizar o sonho da casa própria, o mais comum é pensar em formas de financiamento que disponibilizem crédito para casas já construídas. Porém, ao perceber boas oportunidades no mercado, muitas pessoas se perguntam como financiar um terreno. . Afinal, essa modalidade é uma opção interessante para quem tem um pouco mais de tempo para realizar o sonho da casa própria. 

Quer saber exatamente como financiar um terreno? Então, confira todos os detalhes neste texto do Blog da Arbo. Vamos te explicar quais são as principais características dessa modalidade.  

Quais são as principais diferenças entre o financiamento de imóvel e de terreno

Como financiar um terreno

Em geral, o financiamento de terreno funciona exatamente da mesma forma que o financiamento de imóvel já construído. 

Ou seja, a instituição financeira paga ao vendedor do terreno o valor integral da negociação e, posteriormente, o comprador assume o compromisso de pagar o banco ou a fintech que quitou sua dívida.

Para comprar um terreno por meio de um financiamento imobiliário, é possível pagar ou não uma entrada. Na verdade, as possibilidades dependem de cada instituição financeira. 

De maneira geral, a negociação é indicada para indivíduos que não podem arcar com a compra da casa ou do apartamento à vista. Ao contratar um financiamento imobiliário, o comprador tem a obrigação de pagar a instituição financeira em parcelas, que podem durar meses e até mesmo anos.

Quando um indivíduo financia um imóvel, deve estar ciente de que, no período de pagamento das parcelas, não pode negociar a casa ou o apartamento. Isso significa que o imóvel só passa a ser propriedade do comprador após a quitação da dívida. 

Mas, ainda assim, durante todo o processo, existem alguns tipos de diferenças que são importantes ressaltar. Algumas delas são: 

  • Os juros para lote de terrenos, em geral, são mais altos;
  • Para a compra de um terreno, não é possível usar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).
  • O limite de crédito na grande maioria das instituições financeiras girar em torno de 70% do valor do terreno
  • Não existe um valor máximo para crédito, como nos financiamentos de imóveis 
  • O terreno deve estar localizado em área urbana ou em lugares com infraestrutura

Como financiar um terreno: primeiros passos. 

Como financiar um terreno

A primeira coisa que você deve fazer para financiar o seu terreno é encontrar o local ideal. E, como já explicamos acima, deve ser em um terreno que esteja regularizado para ser feita uma reforma nele e em área urbana. 

Para fazer um financiamento, você deve ter: 

  • Mais de 18 anos;
  • Ter comprovante de renda mensal familiar para análise do limite de crédito a ser disponibilizado;
  • Ter nascido no Brasil ou ter cidadania brasileira;
  • Fazer a contratação dos serviços de seguro oferecidos pela instituição.

Depois de preencher todos esses requisitos, é hora de encontrar a melhor instituição financeira para realizar o financiamento. 

A grande maioria das instituições disponibilizam em seus sites simuladores que permitem que podem te ajudar a calcular quanto serão as suas parcelas, de acordo com as taxas da instituição. 

O cálculo do simular de financiamento é baseado em algumas variáveis. Algumas das principais delas são: 

  • Renda mensal familiar
  • Entrada
  • FGTS
  • Prazo de financiamento imobiliário
  • Taxa de juros
  • Idade 
  • Valor do imóvel

Abaixo, confira a explicação para cada uma delas para você saber qual é o valor que deve informar para a sua instituição financeira: 

Renda familiar

Ao contrário do que muita gente pensa, a renda familiar não é apenas a renda da pessoa economicamente ativa de uma família. Mas sim a soma de todos os membros que podem colaborar com as despesas da casa. Por exemplo, caso você more com os seus pais e eles recebam aposentadoria, esse valor também entra na renda familiar. A soma de todos esses valores, é a renda da sua casa. 

Entrada

A entrada é o valor que você está disposto a pagar inicialmente para a compra do imóvel. Geralmente, as instituições financeiras definem um mínimo para o interessado em fazer o financiamento pagar. Mas isso não é regra. Claro que, quanto mais você conseguir pagar, menor serão as parcelas do seu financiamento. Então, faça bem as contas e tenha uma porcentagem boa para oferecer de entrada. 

FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é uma das maneiras que você tem de compor a entrada do seu financiamento, reduzindo o valor das parcelas financiadas. Ou seja, você tem a opção de resgatar o valor do seu FGTS para somar com o valor da sua entrada. Essa é uma opção que é bastante usada, principalmente para quem deseja comprar o seu primeiro imóvel. 

Prazo de financiamento

Já o prazo que você pretende pagar é um outro item que tem uma grande influência no quanto será a mensalidade do seu financiamento. Já que, quanto mais você aumenta o tempo de financiamento, menores ficam as parcelas. Porém, esse é um tempo limitado. A maioria das instituições financeiras têm o prazo máximo de financiamento de 360 meses.

Taxa de juros 

Outro fator importante são as taxas de juros do momento da realização do financiamento. Isso porque, como o imóvel é um bem de alto valor, é muito afetado por essas taxas definidas pelo governo. 

Como, por exemplo, a Selic (taxa básica de juros). Quanto mais baixas elas ficam, mais as taxas de financiamento tendem a cair. Com esse crédito mais barato, o consumidor consegue financiar um imóvel de um padrão maior que antes.

Idade no simulador de financiamento de imóveis

E, por último, outro fator que pode alterar no valor dos prazos é a idade de quem está contratando o serviço. Em geral, as instituições acionam o MIP (Morte e Invalidez Permanente). Uma espécie de seguro que protege a instituição financeira em caso de morte do mutuário. 

Para usar o simulador de financiamento, o interessado tem algumas opções. Em geral, quase todas as instituições financeiras que realizam financiamento têm as suas próprias ferramentas de simulação. Com as informações citadas acima, mais o valor do imóvel desejado, já é possível saber quais serão os valores das parcelas com o passar dos anos. 

Afinal, financiar um terreno vale a pena?

Após conhecer as taxas que incidem sobre as parcelas pagas por quem deseja financiar imóvel, você deve estar se perguntando: devo contratar um financiamento imobiliário? A verdade é que a resposta varia, já que depende de cada caso.

Para que você possa tomar a decisão correta, é importante conhecer os prós e os contras dessa modalidade de financiamento.

Vantagens de financiar terreno

A principal vantagem de financiar terreno é realizar o sonho da casa própria e, portanto, se ver livre do pagamento do aluguel. No entanto, existem fatores favoráveis para os investidores, já que podem contar com o potencial de valorização do imóvel.

Outro ponto a ser considerado é a possibilidade de habitar o imóvel logo após o fechamento do contrato, o que não acontece, por exemplo, em consórcios imobiliários, nos quais o contratante deve esperar o sorteio.

Desvantagens de financiar terreno

A principal desvantagem de financiar imóvel é óbvia: a contratação de uma dívida que pode durar décadas. Desse modo, o contratante precisa estar ciente da responsabilidade que está assumindo, pois, em caso de inadimplência, pode ter seu imóvel tomado pela instituição financeira responsável pelo financiamento.

Além disso, o financiamento imobiliário possui como desvantagem taxas mais caras do que as encontradas nos consórcios imobiliários, por exemplo. Avalie os prós e contras de cada situação antes de assinar e oficializar o contrato.

Não se esqueça, também, de verificar seu orçamento e de elaborar um planejamento financeiro. Essa etapa irá apontar se você pode ou não arcar com o pagamento das parcelas do financiamento ao longo dos anos.

Como financiar um terreno

Gostou das nossas dicas sobre financiamento de terrenos?

Agora que você já sabe como funciona o financiamento de terrenos, pode considerar essa possibilidade de começar agora mesmo e se tornar um investidor imobiliário. 

Deixe para a gente a visão sobre o conteúdo apresentado neste texto. Não se esqueça de nos contar qual a sua opinião e expectativas sobre o cenário atual do mercado imobiliário e suas considerações sobre os investimentos em imóveis.

O Blog da Arbo possui inúmeros artigos que podem ser úteis para você. Não deixe de conferir!

Postagens relacionadas

coleta-seletiva

Por que e como fazer coleta seletiva no condomínio?

A coleta seletiva de lixo é algo essencial, não apenas para o meio ambiente, mas também para o condomínio em que você vive. Descubra mais sobre isso neste artigo! Muitas pessoas já ouviram falar de coleta seletiva, mas ainda não introduziram a dinâmica de separação do lixo de suas casas. Diversos condomínios, tanto de prédios […]

imovel-de-alto-padrao

5 motivos para investir em um imóvel de alto padrão

Optar por um imóvel de alto padrão ser uma boa ideia para quem está em busca de bons investimentos imobiliários A decisão de comprar um imóvel não é simples. Exige muito planejamento e atenção aos detalhes. Isso porque, um imóvel, independente da sua condição financeira, é sempre um bem de alto valor e que pode […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *