19 de maio de 2022

Manutenção de interfone: saiba tudo!

Manutenção-de-interfone

Presentes em quase todos os condomínios, esses equipamentos têm, no geral, uma boa durabilidade  e manutenção facilitada. Veja aqui algumas dicas para manter a manutenção do interfone em dia.

O interfone é um item importante e cada vez mais usado em casas e condomínios para manter a segurança e comodidade dos moradores. Os aparelhos costumam ter uma boa durabilidade e, portanto, um ótimo custo benefício. Mas, para que tudo saia como o planejado, é necessário sim realizar a manutenção de interfone.

Assim como em outros aparelhos eletrônicos, a manutenção dos interfones tem a função de garantir o bom funcionamento do item pelo máximo de tempo possível. 

Neste artigo, vamos explicar em detalhes como deve ser feita a manutenção preventiva. Mas antes disso, é importante entender bem como funciona o interfone, os diferentes modelos disponíveis no mercado e os defeitos mais comuns. Confira!

Como funciona um interfone

Manutenção de interfone

Como o próprio nome já deixa implícito, o interfone nada mais é do que um telefone com sistema interno. Portanto, funciona da mesma maneira que um telefone. 

Ou seja, é um sistema de telecomunicações capaz de transmitir som através de sinais elétricos nas redes de telefone. É definido como um interfone o aparelho eletroacústico que permite a transformação, no ponto transmissor, de energia acústica em energia elétrica e, no ponto receptor, a energia elétrica é transformada novamente em acústica, permitindo desta forma a troca de informações  entre dois ou mais usuários. 

Para haver êxito nessa comunicação, os aparelhos necessitam estar conectados (ligados) a uma central telefônica, que no caso do interfone é uma central interna. 

Quais são os principais tipos de interfones disponíveis no mercado? 

Por terem um funcionamento simples, os interfones tiveram poucas inovações com o passar dos anos. Nos dias de hoje, basicamente temos três tipos que são mais comuns de encontrar no mercado: analógico, digital e sem fio. Eles se diferenciam principalmente pelo formato e não pelo funcionamento. Vamos dar alguns detalhes sobre cada um deles abaixo. 

Interfone analógico

Foi o primeiro tipo de interfone criado, em meados da década de 40. É o sistema mais simples pois consiste apenas em um aparelho de comunicação entre o interior da casa e a entrada do condomínio.

Prédios mais antigos e com a estrutura de fiação menos preparada geralmente possuem esse tipo de interfone. Além de sua função principal, também é possível realizar a liberação da porta de entrada por meio dele. 

Pode ser uma boa opção para condomínios que têm uma verba menor para gastar com estrutura e também que tenham poucos apartamentos. 

Interfone digital

Um pouco mais moderno, o interfone digital se diferencia do analógico por conta de sua praticidade. Pois a sua principal diferença é que, por meio dos aparelhos, é possível que os moradores façam ligação direta entre si. Sem precisar passar pela portaria. 

Além disso, os aparelhos costumam ser um pouco mais robustos e modernos, com modelos que apresentam botões digitais e diferentes materiais de acabamento. 

Esse tipo de interfone é recomendado para condomínios que sejam maiores e com um pouco mais verba no orçamento para estrutura. Eles oferecem mais segurança e proteção para o condomínio, oferecendo um bom custo benefício a longo prazo. 

Interfone sem fio

Por último, temos o modelo sem fio. Criado há poucos anos em comparação com os outros dois modelos, o interfone sem fio traz ainda mais facilidade e praticidade do que o digital. Nesse modelo, o que é instalado é um sistema integrado com os celulares dos moradores do condomínio, o que torna possível atender o interfone pelo celular. 

Ou seja, não importa onde você estiver, será possível atender o interfone. Esse modelo soluciona muitos problemas e facilita muito o dia a dia dos moradores. Claro que o sistema é um pouco mais caro tanto para fazer a instalação quanto para realizar a sua manutenção e, portanto, é indicado para condomínios que estejam dispostos a oferecer essa facilidade para os moradores. 

Quer saber mais sobre os tipos de interfones e as suas funcionalidades? Confira esse vídeo do canal da Leroy Merlin Brasil sobre o assunto. 

Defeitos comuns de manutenção de interfone

O principal sintoma de defeito em um interfone é um barulho maior que o normal ao realizar uma ligação. Caso não haja manutenção adequada periodicamente, o problema se agrava até que o mecanismo pare de funcionar, causando uma série de transtornos. Há muitos motivos possíveis para o problema.

Interferências na chamada 

A primeira possibilidade é um defeito nas chamadas. Isso faz com que a comunicação por meio do aparelho seja prejudicada. E, caso o problema não for resolvido, tende a tornar a comunicação impossível a longo prazo. 

Desgaste nos fios 

Com o passar dos anos, é muito comum que os fios do interfone, tanto internos quanto externos, apresentem algum tipo de problema de desgaste. Isso pode ser causado por diversos motivos. E, o ideal é que um técnico seja chamado para realizar a troca periódica da fiação do interfone. 

Veja no Blog da Arbo: Tudo que você precisa saber para fazer a manutenção de mais aparelhos da sua casa!

Sensores e controle remoto

Outros elementos que podem apresentar problemas são os sensores, que servem para ativar as ligações dos interfones. Quando ele está com defeito, os botões não correspondem à ação da pessoa que vai usar o aparelho, tornando o seu uso mais complicado. 

Vandalismo 

Geralmente, o interfone tem uma parte que fica à mostra nas entradas dos condomínios. Por conta disso, é muito comum que os aparelhos sejam alvos de vandalismo e acabam sendo danificados. Para evitar que isso ocorra, recomenda-se que a instalação seja feita com uma grade de segurança ou em um local com acesso mais restrito para não moradores. 

Manutenção de interfone

Como fazer manutenção do interfone 

Agora, vamos apresentar alguns cuidados preventivos que você pode tomar para conservar o interfone da sua casa ou condomínio. 

Limpeza e lubrificação

Para que o item funcione bem e sem esforço excessivo, é essencial que todas as partes do mecanismo de automação estejam bem lubrificadas e limpas. Você deve contar com a ajuda de um profissional para executar essa tarefa. 

Manutenção de interfone: vistoria

Aproveite o momento da limpeza para observar cuidadosamente cada peça do interfone. Como já foi dito acima, os cabos são sempre danificados com um tempo e merecem uma atenção especial. Procure por indícios de desgaste e verifique se há alguma peça fora do lugar. Se tiver, chame um técnico imediatamente, pois um pequeno problema pode crescer demais e se transformar em gastos desnecessários.

Manutenção de interfone preventiva por um profissional 

Mesmo com os cuidados básicos do dia a dia sendo feitos corretamente, é recomendável contar com a visita de um profissional especializado de tempos em tempos. Com conhecimento técnico aprofundado, ele será capaz de identificar defeitos que ainda nem se manifestaram tão claramente, mas podem dar trabalho no futuro.

No momento da instalação, é importante perguntar qual o tempo recomendado para manutenções preventivas, pois cada fabricante pode recomendar um diferente. Esse será um gasto muito pequeno em comparação aos prejuízos que você pode ter com o interfone quebrado. 

E aí, o que você achou deste conteúdo?

Agora você já sabe tudo que é essencial na manutenção do interfone. Ao entender melhor como o equipamento funciona, você terá mais condições de verificar a qualidade da instalação e cuidar adequadamente dele.

Dessa forma, poderá desfrutar dos benefícios que um portão eletrônico traz em termos de conforto e segurança.

Quer mais dicas para manter sua casa sempre bem cuidada? Continue no blog da Arbo Imóveis e veja tudo que você precisa saber sobre a manutenção do ar condicionado.

Postagens relacionadas

material de construção

Tipos de material de construção: 5 itens essenciais

Vai construir ou reformar sua casa ou apartamento? Saiba mais sobre o material de construção que vai fazer parte da sua obra!  O material de construção pode ser dividido quanto a sua função, por exemplo: existem os que são responsáveis pela vedação, ou seja, fechar ambientes – como tijolos, portas e janelas. A qualidade e […]

Decoração de sala: saiba como transformar o cômodo

Se você deseja renovar o seu imóvel, pode começar pela decoração de sala, que é um dos cômodos mais ocupados pelos moradores e por visitantes Um novo imóvel é sinônimo de uma nova oportunidade para mudanças na decoração. Contudo, também é possível renovar sua casa e seu apartamento com atitudes simples e baratas. Portanto, se […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *