27 de setembro de 2021

Veja os tipos de calçadas mais utilizados

condominio-fechado

A calçada faz toda a diferença para a fachada de um imóvel. Confira neste artigo algumas dicas sobre os tipos de calçadas mais comuns.

Embora a calçada seja um dos últimos elementos levados em consideração na hora de planejar ou escolher uma casa, ela não deve ser ignorada. Com uma boa calçada, é possível enaltecer ainda mais a fachada do imóvel e até mesmo enfatizar o estilo arquitetônico proposto para a casa. Não se esqueça: a calçada é uma das partes mais expostas da residência, e merece a devida atenção para evitar más impressões. Por conta do grande número de materiais disponíveis atualmente no mercado e todas as combinações possíveis, é preciso usar a criatividade e escolher a melhor opção para você dentre os mais diversos tipos de calçadas existentes.

Em primeiro lugar, você deve ter em mente que, embora faça parte da casa e seja responsabilidade do dono do imóvel, a calçada é considerada pública. Por isso, ela deve seguir algumas regras e normas estabelecidas pela prefeitura da sua cidade, visando garantir a segurança dos pedestres.

Essa lista de normas e regras muda de cidade para cidade, mas, de forma geral, são avaliados especificações como tamanho, altura, rebaixamento e materiais utilizados. A calçada deve ser firme e antiaderente, para evitar quedas e acidentes. Quando o dono do imóvel não segue essas recomendações, está sujeito a receber multas ou algum outro tipo de punição. Além disso, é interessante levar em consideração a acessibilidade que a calçada irá proporcionar, evitando riscos para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Acompanhe as novidades do Blog da Arbo!


Cadastre-se e receba por e-mail nossa newsletter com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Conheça os principais tipos de calçadas residenciais

tipos-de-calçadas

Os diferentes tipos de calçadas são definidos de acordo com os materiais utilizados e seus respectivos resultados práticos e visuais. Muito mais do que uma base simples de concreto, a calçada pode ser explorada com pedras, diferentes cores e detalhes.

Calçada com paisagismo

Um dos tipos de calçadas mais populares, o paisagismo consiste na aplicação de elementos naturais à calçada, como um gramado nas laterais, dando um toque sofisticado. Além de decorar o piso, essa prática é responsável por diminuir consideravelmente os riscos de enchentes, já que os canteiros criados ficam responsáveis por absorver a água da chuva.

Calçada com pisograma

O pisograma é um tipo de peça que combina o piso com um gramado. Essa opção traz os mesmos benefícios que o paisagismo, mantendo grande permeabilidade do solo, mas apresentam mais sofisticação, garantindo um belo resultado final para calçadas, garagens e quintais.

Calçadas com piso drenante

Com praticamente o mesmo custo dos modelos convencionais, um dos tipos de calçadas mais utilizados é o com piso drenante. Facilitando o escoamento da água, essa peça tem sido muito utilizada em projetos de arquitetura que buscam soluções ecologicamente corretas.

Calçadas com pedras

É possível criar lindas calçadas com pedras de diferentes tipos, cores e texturas. Um bom exemplo é o mosaico português, feito com pedras coloridas e de tamanho irregular de calcário e basalto, dando origem a lindos desenhos arquitetônicos. Embora seja utilizado há mais de um século, esse modelo ainda consegue criar uma sensação de modernidade e um bom aspecto visual para a fachada de qualquer residência.

Calçada de concreto ou paver: o que levar em consideração?

Uma das principais dúvidas a respeito das calçadas está relacionada ao material que será utilizado. O concreto e o paver são dois exemplos de materiais muito usados e, por isso, é fundamental entender as diferenças entre eles.

Concreto

Por ser um material muito versátil, o concreto é muito popular na construção civil, podendo ser utilizado diretamente no solo, em fundações, em lajes e em várias outras partes da obra. Devido ao seu tempo de execução, bem mais rápido, e a possibilidade de um maior nível de padronização, a calçada de concreto é mais comum que a de paver. Outro ponto positivo desse material é a facilidade que se tem para encontrar mão de obra qualificada, já que o concreto não exige conhecimentos específicos dos pedreiros e demais profissionais envolvidos.

Paver

O paver é um tipo de bloco pré-moldado de concreto, disponibilizado em diferentes espessuras. Esses blocos são encaixados e o que os prende ao chão é o atrito entre cada um deles. Sua instalação é mais rápida e padronizada, mas o proprietário do imóvel deve atentar-se à qualidade dos blocos, para evitar possíveis problemas no futuro.

Embora esses dois materiais sejam, de alguma forma, tipos de calçadas de concreto, cada um possui um processo de aplicação e, consequentemente, proporcionam resultados diferentes.

Quando construídas corretamente, as calçadas de concreto apresentam excelente resistência, aguentando grandes pesos sem o surgimento de rachaduras ou quebras. Entretanto, com o passar do tempo e com a ação de condições naturais como a chuva, essas estruturas passam a apresentar falhas, exigindo uma manutenção periódica capaz de prevenir problemas maiores.

Nas calçadas feitas com paver, por conta dos espaços existentes entre cada peça, é muito difícil surgirem rachaduras ou drenagem. Por ser um material pré-fabricado, o paver apresenta uma força até quatro vezes maior do que o concreto tradicional, suportando ainda mais peso.

A instalação é um processo que demanda mais atenção quando trabalhamos com paver. Os tipos de calçadas com concreto têm uma instalação mais simples e a maior demorada está diretamente relacionada ao tempo que o material demora para secar sob a luz do sol. Por outro lado, embora não seja preciso esperar que as peças de paver sequem, elas exigem um trabalho maior durante a instalação, envolvendo escavação, nivelamento, base, compactação, preparo da areia e das peças, além do selamento dos blocos. A maioria dos problemas com paver são resultantes de erros durante a instalação, já que todos os blocos passam por um rigoroso controle de qualidade antes de serem comercializados.

Para fazer uma escolha mais assertiva, além de levar em consideração as vantagens e desvantagens técnicas de cada material, é preciso que o responsável pelo imóvel ou pelo projeto da casa considere qual opção fica mais de acordo com o resultado esperado, o orçamento e tempo de execução para a obra que está sendo feita.

tipos-de-calçadas

E aí, o que você achou deste conteúdo?

Após conferir os principais tipos de calçadas mais utilizados, entender as diferenças que cada material tem e como eles interferem no resultado da sua calçada, esperamos que você já esteja preparado para escolher o melhor caminho para sua obra.

Mas, além disso, o Blog da Arbo quer saber: o que você achou do artigo de hoje? Nossas dicas te ajudaram de alguma forma? Já levou algum ponto apresentado aqui em consideração na hora de construir uma calçada para seu imóvel? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e nos ajude a produzir textos cada vez mais completos e com as informações que você realmente busca.

Agora, se você está pensando em comprar um imóvel, precisa conhecer as principais vantagens de contar com o apoio da Arbo Imóveis. Confira também as regras gerais dos condomínios e garanta uma boa convivência com novos vizinhos.

E não deixe de visitar também o nosso Portal da Arbo, com diversas opções de casas e apartamentos incríveis por todo o Brasil. Acesse agora mesmo e confira!

Postagens relacionadas

morar em cidade grande

Morar em cidade grande: vantagens e desvantagens

Será que vale a pena morar em uma cidade grande? Veja alguns pontos positivos e negativos para quem vive nos principais centros urbanos! Morar em cidade grande já foi o sonho de muita gente que enxergava a possibilidade de ter uma vida melhor. Essa expectativa mudou bastante ao longo das últimas décadas e as novas […]

calculadora-de-financiamento-imobiliario

Saiba usar a calculadora de financiamento imobiliário

Se você quer conhecer mais sobre suas possibilidades financeiras, o valor de parcelas de um empréstimo ou prazos de pagamento, fique com a gente para aprender a usar uma calculadora de financiamento imobiliário.  Na hora de comprar um imóvel, muitas vezes nós precisamos contratar um financiamento imobiliário para dar conta do valor completo. Antes de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *