8 de setembro de 2021

Investir em imóveis: quais são as principais vantagens e desvantagens?

Você tem vontade de ter sua própria casa? Ou, quem sabe, investir em imóveis para o futuro? Confira aqui as vantagens e as desvantagens desse tipo de investimento

Muitas pessoas que desejam investir em imóveis se perguntam se essa é uma escolha que vale a pena. Como as demais modalidades de investimento, não é possível fornecer uma resposta pronta para a questão, já que depende dos objetivos e das particularidades de cada investidor.

Além disso, é necessário que, antes de investir em imóveis, o indivíduo avalie o momento e as projeções do mercado imobiliário. Essas condições, quando favoráveis, tendem a trazer bons retornos para os investidores. Contudo, quando desfavoráveis, podem não ser a melhor alternativa.

investir-em-imóveis

A realidade do mercado imobiliário em 2021

A pandemia do novo coronavírus, que ocasiona a covid-19, alterou o cenário econômico do Brasil e do mundo. Nesse sentido, é possível perceber impactos diretos em diversos setores, incluindo o mercado imobiliário.

No entanto, ao contrário do que muitos especialistas pensaram no início da pandemia, o cenário foi totalmente positivo para os negócios imobiliários no Brasil. Dados do Secovi-SP (Sindicato da Habitação de São Paulo) mostram que o setor não parou de crescer durante todo o período de isolamento e de distanciamento social.

As medidas de prevenção à covid-19 fomentaram a permanência da população em suas residências. Desse modo, os imóveis, sejam eles casas ou apartamentos, se tornaram palco de outras esferas da vida, como o trabalho, os estudos e até mesmo o lazer.

De acordo com um indicador da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) e da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), as vendas imobiliárias registraram um crescimento de 9,7% no segundo trimestre de 2020. E esses dados foram apenas preliminares.

Diversas empresas que já divulgaram uma prévia de resultados do último trimestre do ano reportaram o registro do maior índice de vendas de toda a história. 

Um dos destaques do país é a capital paulista. No período analisado, de acordo com o Secovi-SP, 51,4 mil unidades residenciais foram vendidas em São Paulo. O resultado representa um recorde na série histórica, que começou a ser levantada pelo sindicato em 2004.

Contudo, a pandemia não foi o único fator que influenciou o aquecimento do mercado imobiliário. As baixas taxas de juros e a queda histórica na taxa Selic foram fundamentais para que o setor registrasse os resultados que apresentou.

Apesar de todo o crescimento em 2020, as projeções positivas se mantêm para 2021. Neste ano, especialistas do setor imobiliário esperam resultados ainda melhores. Apesar de uma flutuação da Selic ser esperada, as previsões mostram que a taxa vai manter um patamar baixo, o que vai impulsionar o mercado.

No vídeo abaixo, publicado no canal A Ótica do Dinheiro, no YouTube, Deividi Guedes faz uma análise dos investimentos no mercado imobiliário atual. Você pode conferir o material na íntegra abaixo:

Como funciona o processo de investir em imóveis?

Agora que você já sabe a realidade atual do mercado imobiliário no Brasil – que se mostra um tanto favorável -, chegou o momento de conhecer o processo de investir em imóveis. Ao contrário de indivíduos que adquirem uma casa ou um apartamento com o objetivo de realizar o sonho da casa própria, os investidores adquirem imóveis com o propósito de gerar lucro.

Os lucros podem ser obtidos de inúmeras formas por meio do processo de investir em imóveis, como a revenda posterior do bem, a cobrança de aluguel mensal, entre outras. A boa notícia sobre esse tipo de investimento é que é possível encontrar imóveis de variadas faixas de preço, o que aumenta as possibilidades do perfil do investidor.

Investir em imóveis pode ser um processo tanto diversificado, no qual o investidor aloca seus recursos em diversos tipos de propriedades (como casas, apartamentos, habitações populares, imóveis de luxo, entre outros), quanto unitário, em que o indivíduo investe em apenas um tipo de imóvel. 

A verdade é que não existe uma regra para investir em imóveis. Em todos os casos, é necessário que o interessado avalie o que irá atender suas necessidades e o que se encaixa melhor em seu perfil investidor. 

Além disso, o investimento pode ser realizado de duas formas: de maneira direta – no qual o investidor compra um imóvel – e de maneira indireta, por meio da compra de fundos imobiliários. Abaixo você confere mais informações sobre esses processos:

Investimento direto

Comprar um imóvel de forma direta permite que o investidor gere lucros de diferentes formas. O investimento direto é o mais comum no mercado imobiliário, uma vez que é mais simples e garante bons resultados.

As possibilidades de rentabilização de investir em um imóvel de forma direta incluem desde a possibilidade de locar a casa ou o apartamento – na qual o investidor obtém lucro por meio da cobrança do aluguel – até gestão ativa, na qual o indivíduo compra o imóvel, realiza uma reforma e, posteriormente, revende o bem por um valor acima do que foi pago.

Investimento indireto

Já o investimento indireto está ligado aos fundos imobiliários, conhecidos pela sigla FII (Fundo de Investimento Imobiliário), e consiste, de forma geral, em um grupo de pessoas que possui um objetivo comum: investir em ativos do setor. 

Nessa modalidade, o investimento é realizado por meio da Bolsa de Valores e o investidor pode comprar quantas cotas desejar do fundo. A geração de lucros, nesse caso, advém das valorizações das cotas ou da distribuição dos rendimentos. 

investir-em-imóveis

Vantagens de investir em imóveis

Investir em imóveis é uma ótima maneira para aplicar recursos e, também, para aumentar o patrimônio. Nesse caso, veja na lista abaixo as principais vantagens desse tipo de investimento:

Segurança patrimonial

Mesmo em períodos em que o mercado imobiliário se encontra em retração – o que não é o caso do cenário atual -, é difícil encontrar um caso em que o imóvel adquirido passe por uma desvalorização. Isso ocorre porque as correções fomentam o aumento dos valores dos bens.

Além disso, a demanda por imóveis é constante, uma vez que sempre há uma propriedade – seja ela residencial ou comercial – envolvida nas situações cotidianas. É possível citar, ainda, a estabilidade de investir em imóveis, uma vez que esses bens não podem ser congelados pelo governo.

Aumento do patrimônio

A formação de um patrimônio é o sonho de muitos brasileiros. E não há forma melhor de compô-lo do que por meio do investimento em imóveis. Desse modo, é comum que os investidores enxerguem esses bens como uma prioridade.

Além disso, os imóveis são passíveis de mudanças e de reformas, nas quais o proprietário pode aumentar seu valor de venda e de locação, o que fomenta seus lucros com o patrimônio adquirido.

Renda passiva

Investir em imóveis garante uma fonte de renda passiva para o indivíduo. Isso porque, com boas propriedades, o investidor não encontrará dificuldades para gerar lucro por meio da revenda e do aluguel – caso o mercado imobiliário esteja aquecido.

Diversificação

Investidores costumam utilizar imóveis para diversificar sua carteira de investimentos. Isso porque investir em imóveis reduz riscos e garante mais estabilidade para o indivíduo. Nesses casos, os investidores costumam optar tanto pelo investimento direto quanto pelo investimento indireto – por meio da Bolsa de Valores.

Rentabilidade

O imóvel pode não apresentar uma valorização expressiva e, mesmo assim, a rentabilidade é algo que pode surpreender o investidor. Isso porque, caso o imóvel esteja alugado, os lucros surgem e é possível rentabilizar o bem.

Lembre-se: caso não vá morar na propriedade, disponibilize-a para locação, pois um imóvel parado pode causar prejuízos.

Desvantagens do investimento em imóveis

Mesmo com inúmeras vantagens, o processo de investir em imóveis também apresenta seus pontos desfavoráveis – como ocorre com todos os tipos de investimento. Para que você fique atento, o Blog da Arbo selecionou algumas possíveis desvantagens. Veja:

Possível demora para alugar

Após comprar um imóvel, não é incomum que o proprietário encontre dificuldades para vender ou para alugar a propriedade. Isso porque uma transação imobiliária demanda tempo e pode ser burocrática quando feita segundos os moldes tradicionais.

Com o imóvel vazio, o investidor deixa de lucrar. Para que esse problema seja resolvido de forma mais fácil e rápida, o proprietário pode anunciar seu imóvel com imobiliárias digitais. Na Arbo Imóveis o anúncio é totalmente gratuito e fica disponível para milhares de visitantes. Clique aqui para saber mais.

Contas e manutenção

Quando o imóvel não passa pelo processo de compra ou de locação, fica vazio e, com isso, o proprietário deve arcar com as contas e com a manutenção, o que pode gerar prejuízos. Novamente, o ideal é que o investidor anuncie seu imóvel para aumentar a visibilidade.

Investimento inicial

Investir em imóveis demanda uma alta quantia de dinheiro no início do processo, especialmente em comparação com outros tipos de investimento. Quando não realizada com organização e com planejamento, a compra pode comprometer o orçamento do investidor.

Nesse caso, é necessário que o indivíduo verifique as condições de compra e de pagamento, bem como avalie se o valor que possui é suficiente para o investimento.

Que tal começar a investir em imóveis?

Agora que você já sabe quais são as principais vantagens e desvantagens de investir em imóveis, pode considerar essa possibilidade de investimento para diversificar sua carteira ou até mesmo para iniciar sua carreira como investidor.

Deixe sua opinião sobre esse conteúdo na caixa de comentários abaixo. Não se esqueça de nos contar o que você acha sobre o cenário atual do mercado imobiliário e suas considerações sobre os investimentos em imóveis.

O Blog da Arbo possui inúmeros artigos que podem ser úteis para você, como as informações que você precisa saber para ser um corretor de imóveis e dicas para decorar sua casa ou apartamento – o que pode ser uma boa ideia para aumentar o valor de venda de seu imóvel. Não deixe de conferir!

Conheça, também, a Central de Ajuda da Arbo, que pode te auxiliar em diversos temas do cotidiano, como a emissão da segunda via de faturas e os melhores provedores de internet das principais cidades do Brasil.

E, para começar a investir em imóveis e para anunciar seu imóvel de forma totalmente gratuita, a indicação é visitar o Portal da Arbo. Lá você encontra diversos imóveis disponíveis para venda e, também, informações sobre como anunciar sua propriedade para venda ou para locação.

Postagens relacionadas

ferramentas de gestão de pessoas

Ferramentas de gestão de pessoas: como a tecnologia pode ajudar?

Os desafios do mercado exigem uma equipe motivada e preparada. Veja algumas ferramentas de gestão de pessoas indispensáveis. Investir em tecnologia voltada ao cliente é importante na preparação de uma empresa para os desafios do novo mercado imobiliário, mas não basta. É essencial implementar ferramentas de gestão de pessoas capazes de colocar o negócio em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *