13 de maio de 2022

Como adaptar a casa para idosos?

adaptar-casa-para-idoso

Você sabia que é muito importante adaptar a casa para idosos? O bem-estar do idoso é algo que deve ser cuidado, principalmente pela família.

Ajudar uma pessoa na terceira idade a adequar a própria casa, para que ela atenda às suas necessidades, é um dos pontos fundamentais para que ela se sinta mais confortável e também que acidentes sejam evitados.

Vale dizer que todos nós um dia vamos envelhecer, não é? E quando chegamos nesse momento da vida com conforto e segurança, tudo se torna mais fácil, concorda? É isso que você vai ver neste post da Arbo: dicas para adaptar a casa para idosos e evitar que incidentes aconteçam aí na sua residência. 

Por que é importante adaptar a casa para idosos?

Antes de dar dicas, é importante dizer que, ao longo dos anos, o processo de calcificação dos ossos de um indivíduo cai consideravelmente, principalmente após os 50 anos ou a partir da menopausa, no caso das mulheres.

Como consequência disso, o corpo fica mais sensível a lesões e fraturas. Por essa razão, é preciso evitar quedas, e a preocupação com cuidados com a saúde aumenta consideravelmente. 

Você sabia que, de acordo com estudos de profissionais da USP (Universidade de São Paulo), fazer essa adaptação pensando no conforto e bem-estar dos idosos reduz cerca de 40% dos acidentes domésticos?

E dados do Ministério da Saúde mostram que 70% dos incidentes com pessoas acima de 60 anos acontecem dentro de suas próprias casas. 

Por isso, ter um olhar mais cuidadoso é de grande importância. Então confira todas as dicas que separamos para você aplicar aí na sua casa!

Existe uma casa perfeita para a terceira idade?

Especialistas no assunto dizem que, na verdade, ela não existe! O projeto precisa partir de um estudo do dia a dia do idoso, para que as atividades sejam facilitadas e assim seja possível adaptar a casa para eles.

Além de escolhas construtivas, algumas opções de decoração e acabamentos são muito importantes em um imóvel que conta com moradores tão especiais. Confira abaixo algumas dessas dicas!

Corredores largos 

As circulações devem ser mais largas (com 1,20 m no mínimo), pois é normal que os idosos tenham cuidadores, e passagens generosas ajudam nesse acompanhamento. Já as portas devem ter entre 0,90 m e 1,00 m, para que seja possível passar uma cadeira de rodas, caso necessário.

Organize tudo deixando as circulações o mais livres possíveis, e tire os tapetes do caminho. Geralmente, com o avanço da idade, a visão enfraquece, por isso é muito importante tirar qualquer obstáculo que possa causar uma queda. Cortinas e roupas de cama muito longas devem ser evitadas, assim como degraus, fios pelo chão e até as camas dos pets. Deixe o chão livre!

Uma ótima dica no momento de adaptar a casa para idoso é usar luzes para iluminar o caminho até o banheiro. Isso ajuda bastante nas idas noturnas ao ambiente.

Iluminação

A iluminação precisa ser uniforme, sem criar manchas ou sombras. É importante reforçar a iluminação nas áreas mais usadas, como cozinha, banheiro, entre outras.

Cores

Quanto às cores, não há regra. Mas, por conta da perda de noção de profundidade, é importante que as superfícies contrastem entre si, como a parede e o piso. Isso vai ajudar no dia a dia e facilitar na visão dos caminhos. 

Portas e janelas

Ao adaptar a casa para idosos, as portas e janelas devem ser fáceis de abrir, tendo pelo menos 80cm de largura para facilitar a passagem, e devem estar sempre livres, permitindo que o morador a abra com um único movimento, com maçanetas do tipo alavanca. 

Para casos de emergência, é importante manter sempre uma chave reserva com outra pessoa. Além disso, é recomendado que as janelas sejam instaladas ao alcance das mãos e da visão, com módulos que possam ser abertos individualmente ou em um só movimento, ok?

Piso

De preferência, antiderrapante. Para preservá-lo sem rachaduras e sulcos, é recomendado instalar toldos em locais de maior circulação. Evite deixar vasos de plantas e itens desnecessários pelo caminho.

Como precisam ser os móveis e objetos ao adaptar a casa para idosos?

Também é preciso se atentar à escolha de móveis e demais objetos quando esse planejamento para os moradores da terceira idade for feito. Veja abaixo alguns truques que podem te ajudar nessa missão!

Móveis da sala

Esse cômodo é sempre muito usado, por isso deve ser muito bem adaptado para ter fácil deslocamento. Para aquela pessoa que tem dificuldade de locomoção, os móveis da sala precisam ser firmes e robustos o suficiente para que sirvam de apoio. 

Quando estiver pensando em adaptar a casa para idoso, lembre-se que os assentos de poltronas e sofás devem ser firmes com altura para que os dois pés se mantenham apoiados no chão – isso facilita e muito o processo de sentar e levantar. Prefira cadeiras e poltronas com braços.

Opte por móveis com bordas arredondadas e abuse de texturas e tecidos que trazem mais aconchego – por conta da perda de sensibilidade, os idosos costumam se identificar com esse tipo de tecido. Sempre coloque almofadas no sofá para ajudar no ajuste da postura, que auxiliam na hora de levantar.

Vale dizer que os móveis e as estantes precisam estar presos ao chão ou à parede, e com bordas arredondadas. Os aparelhos de som e TV devem ter controle remoto e os fios estarem presos à parede ou ao móvel. Ah, e é primordial posicionar o telefone em um lugar de fácil acesso, ok? 

Quarto

O quarto também precisa de atenção. Se possível, opte por armários abertos, ou um guarda-roupa aberto com portas de vidro, para uma fácil e rápida visualização de tudo. Afinal, com a perda de memória, pode ficar difícil achar algumas coisas, e ao adaptar a casa para idosos isso precisa ser levado em conta.

Ah.. e nada de tapetes no quarto também, pois, como já mencionamos, eles podem provocar quedas. Se o piso for de madeira ou de outro material que exija polimento, o ideal é usar produto que não o deixe escorregadio. Uma outra dica, é evitar mudar os móveis de lugar, pois conhecendo o ambiente, o idoso consegue driblar os obstáculos de maneira sensitiva. 

Banheiro

O banheiro é um dos locais onde mais ocorrem acidentes, por isso, ao adaptar a casa para idosos é preciso ter um cuidado especial neste cômodo. Utilize assentos elevados no vaso sanitário para auxiliar na hora de levantar (por ter a altura mais baixa, muitos idosos sentem tontura a hora que levantam, e o assento elevado vai ajudar nessa questão). 

Inclua também barras de apoio e fitas antiderrapantes no banheiro. Há também a opção de usar uma espécie de cera sobre o piso liso, que terá o mesmo efeito. O ideal é que o banheiro tenha uma área livre de 1,5 m, ideal para uma cadeira de rodas passar.

Cozinha

Na cozinha, coloque prateleiras mais baixas para facilitar (a 1,40 m de altura mais ou menos) – lembrando que essas medidas podem variar conforme a altura da pessoa. Os armários também devem estar ao alcance dos braços – entre 50 cm e 150 cm de altura, pois isso evita que a pessoa tenha que se abaixar ou subir em escada para alcançar os objetos.

Como adaptar a casa para idosos nas áreas externas?

Sabemos que o chão de um quintal geralmente é desnivelado, então é muito importante ter sinalização.

As áreas descobertas, em tempos de chuva, ficam sempre escorregadias, e para resolver essa questão pode ser feita uma instalação de toldos. O varal deve estar sempre em uma altura acessível, ou então ser substituído por um modelo de piso.

Independentemente do investimento, a segurança de um familiar querido é sempre mais importante. E vale lembrar que muitas coisas podem ser adaptadas sem que seja preciso mexer no bolso.

Esperamos que esse post sobre como adaptar a casa para idosos tenha ajudado você, e que tal compartilhar ele com amigos que podem precisar?  Encontre mais dicas em nosso Blog!

Receba nossos novos conteúdos por e-mail!


Cadastre-se na newsletter semanal do Blog da Arbo, com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

Conheça os principais erros da iluminação residencial

A iluminação residencial é um ponto importante para a estética e para a funcionalidade dos ambientes. Por isso, é importante estar atento aos detalhes A iluminação residencial necessita de um planejamento de sistemas de iluminação, que, quando não realizado, resulta em uma falta da elaboração de uma iluminação secundária ou complementar. Nesse artigo você vai […]

vidro-canelado

Vidro Canelado: o que é, como usar e quanto custa

Um modelo que conquistou os arquitetos e designers de interiores no mundo todo, tanto em projetos residenciais como no uso comercial: o vidro canelado, que voltou com força total na decoração e na arquitetura de casas e apartamentos!  Muito conhecido e usado entre as décadas de 1940 e 1960, são muitas as construções antigas que […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *