24 de janeiro de 2022

Surgimento das cortinas: conheça a história

cortinas

Conheça a história e o surgimento das cortinas e a importância desse item para a sociedade.

Nos dias de hoje, as cortinas estão entre os itens de decoração mais comuns dos lares. Seja qual for sua preferência de estilo decorativo, as cortinas estão presentes de alguma forma. Afinal, elas são elegantes, deixam qualquer ambiente mais charmoso e cumprem uma função essencial para qualquer lar. 

Mas, você sabe como as cortinas surgiram? É exatamente isso que você vai saber neste texto do Blog da Arbo. Conheça a origem da cortina e como ocorreu o seu desenvolvimento ao longo do tempo para virar esse item de decoração tão essencial no mundo de hoje.

Cortinas: qual a origem? 

cortinas

Como quase todas as invenções da sociedade, as cortinas surgiram de uma necessidade real para solucionar um problema muito comum no antigo oriente: a privacidade. As linhagens de famílias mais nobres de imperadores buscavam uma maneira de não serem incomodados por seus súditos em horas de descanso. E, para isso, criaram uma forma de bloquear as janelas para que quem estivesse do lado de fora fosse impedido de ver o que se passava no interior do ambiente. 

Não demorou muito para as cortinas serem transformadas em um artigo de luxo das casas. Na China e Japão, elas passaram a ser usadas como parte da decoração, junto com tapetes, vasos, utensílios domésticos e de higiene pessoal. 

A primeira notícia de cortinas que temos no ocidente é na Europa, no século XIII. Na ocasião, cortinas do estilo oriental foram usadas na decoração de um casamento real, na Abadia de Westminster, Inglaterra. 

Depois disso, o desenvolvimento das cortinas foi mais lento. Foi apenas no século seguinte que a criação de um móvel ajudou a popularizar o item na Europa. Foram as camas cobertas por dossel, criadas para proteger as pessoas do severo frio europeu. 

Mais ou menos na mesma época, foi criado também o andor (dossel) cerimonial que resguardava os passos dos nobres. Esses itens foram importantes para a popularização das cortinas pois tinham sempre algum tipo de cortina em suas composições. 

Depois que nobres e famílias reais apareciam com esses itens, toda a população os imitava. Esse movimento também ocorreu com outros itens da decoração e design, que foram criados por profissionais contratados pelas famílias reais e depois imitados por toda a população. 

Após o surgimento da era moderna, a cortina se torna ainda mais relevante. Uma vez que o conceito de privacidade passou a ganhar forma mais clara nas sociedades. A partir desse momento, passou-se a criar diversos estilos e tipos de cortinas, feitas por diferentes tipos de tecidos e elementos decorativos. 

Já na Revolução Industrial e com o desenvolvimento de novas tecnologias de tecelagens automatizadas e da tinturaria, as cortinas ficaram mais acessíveis a outras classes sociais. A partir disso, as cortinas passaram a compor o interior das casas, sendo um item de decoração, de proteção e de privacidade. 

Hoje em dia, é muito comum encontrar cortinas de todos os tipos dentro das casas, seja como item de complemento da decoração, para proteger contra a exposição da luz solar dentro do cômodo ou, ainda, como forma de manter a privacidade em cômodos como o quarto. As cortinas para quarto são muito importantes e devem ser escolhidas com cautela para gerar um equilíbrio com a decoração de sua casa.

Você se interessa pela história de itens decorativos e aparelhos? Então, pode gostar de ler mais textos no Blog da Arbo sobre o assunto. Clique aqui e saiba quais são eles. 

Cortinas: quais são os principais tipos que existem? 

cortinas

Como explicamos acima, existem muitos tipos de cortinas no mercado nos dias de hoje. Vamos falar de alguns tipos que você deve conhecer antes de escolher a cortina para quarto. 

Cortina Tradicional

Como o próprio nome já diz, é tradicional, utilizado popularmente nas casas. Ela é caracterizada basicamente por uma cortina que corre em um trilho ou em um varão. Elas são perfeitas para o quarto, pois podem trazer conforto e elegância para o cômodo. Podem ser de qualquer tecido e aparecem muito com a opção blackout.

Painel

Os painéis podem ser ótimas opções para deixar o ambiente moderno e sofisticado. Eles podem ser feitos de materiais naturais ou sintéticos e, geralmente, são constituídos vários painéis na vertical para formar a cortina. Dependendo do tipo de material utilizado, eles podem cobrir total ou parcialmente a luminosidade. Os painéis são muito utilizados de modo motorizado. Assim, são acionados por um controle ou por dispositivos móveis se sua casa for automatizada. 

Cortina blackout

“Blackout” quer dizer: o apagão total do ambiente. Esse tipo de cortina é  projetada justamente para isso.  Gerar uma sensação de apagamento total nos cômodos, sendo muito usadas para os quartos. Para gerar mais elegância e mais opções de controle da luz, você pode colocar uma camada mais fina em frente à cortina.

Cortina romana

Produzido com tecidos mais grossos, esse tipo de cortina permite a entrada de luz no ambiente. Assim, ela não bloqueia totalmente a luminosidade igual à cortina blackout, mas pode trazer muito mais estilo e sofisticação para seu quarto. Isso porque ela é acionada na forma vertical, de cima para baixo, e é dividida por varetas que funcionam para regular a altura que você deseja posicioná-la. 

Persianas

As persianas se caracterizam por não utilizar nenhum tipo de tecido e pela praticidade que oferecem para o controle da luz. Elas são muito fáceis de ser encontradas e podem existir modelos na vertical e na horizontal. Você pode utilizá-la para trazer um ar mais jovial ao quarto ou para um ambiente mais voltado para a sofisticação.

Cortina rolô

Muitas vezes, podem ser acionadas por meio de um mecanismo, assim desenrolando-se lentamente até cobrir toda a abertura do ambiente. As cortinas rolô podem ser de vários estilos e, por isso, variam em relação a deixar a luz solar entrar no cômodo. 

Cortina de voal

Essa cortina é feita de um tecido mais fino, que deixa a luminosidade entrar no ambiente. Você pode acrescentar duas camadas para que a incidência da luz solar seja menor. Elas trazem sofisticação e elegância ao ambiente e muitas vezes são utilizadas em cores claras e neutras. 

Como escolher a cortina ideal? 

Se você chegou até aqui, com certeza, pensa em comprar uma nova cortina para o seu lar. Confira abaixo alguns itens e características para você ficar de olho antes de fazer sua escolha. 

Preste atenção ao tamanho da cortina

O primeiro passo para escolher a cortina para sua casa é definir qual a medida ideal. Para escolher com exatidão, será necessário ter em mãos as medidas dos ambientes. Então, caso ainda não tenha, comece medindo a altura e a largura do local que você pensou em instalar a cortina. 

Apesar de não ter exatamente uma regra para o tamanho da cortina, a indicação é optar por cortinas mais longas para esse tipo de ambiente, ou seja, aquelas que vão do chão até o teto. Essa característica dá um toque mais elegante ao ambiente, contribuindo para uma melhor manipulação de controle de luz. 

Escolha o modelo a partir da função da cortina 

cortinas

Após ter as medidas em mãos, é hora de você escolher qual o modelo ideal de cortina. Nesse momento, a principal questão que você deve ter em mente é: qual a principal funcionalidade da cortina nesse ambiente?

Esse questionamento é válido, já que, como explicamos acima, a cortina pode ter diversas funções. Por exemplo, se for apenas uma questão de decoração, suas prioridades devem estar voltadas para a cor, para os materiais e para os elementos do tecido. Entretanto, caso a função principal da sua cortina seja bloquear a luz, é necessário ficar atento à grossura do material, à largura e ao tamanho escolhido. 

Escolha o tecido certo 

Existem diversos tipos de tecidos nos quais uma cortina pode ser confeccionada. Por isso, você deve ter cuidado para não errar na escolha para sua sala de jantar. Essa dica é complementar à dica que demos acima. No entanto, nesse item, podemos falar com um pouco mais de especificidade. 

Em geral, usamos mais tecidos sintéticos para salas de jantar. Já que, na maioria das vezes, a higienização é feita em casa. Esse tipo de tecido proporciona uma limpeza facilitada, além de uma durabilidade maior. É importante ressaltar que tecidos naturais devem ser lavados somente em lavanderias especializadas para não estragarem. 

Evite fazer a instalação sozinho 

A instalação de uma cortina pode ser simples para algumas pessoas. Contudo, esse é o tipo de tarefa que, caso dê errado, oferece alguns riscos para os moradores da casa, além da possibilidade de estragar algumas estrutura da parede do seu ambiente. 

Quer saber como se faz a manutenção de uma cortina? Confira o vídeo abaixo publicado no canal Paloma Cipriano

E aí, o que achou deste conteúdo sobre decoração?

Deixe nos comentários o que você achou desse conteúdo. Você também pode apontar críticas ou sugestões de temas para nosso Blog.

Postagens relacionadas

como-fazer-quadros-decorativos-autorais

Saiba como fazer quadros decorativos autorais

Quer renovar o visual do seu lar? Então aprenda a fazer quadros decorativos autorais que combinem com a sua decoração  Nos dias de hoje, o mercado de decoração oferece diversas formas de renovar o visual de cômodos de casas ou de apartamentos. E um dos itens que mais se destaca em diversos estilos são os […]

calcular o incc

O que é e como calcular o INCC?

O INCC tem impacto direto sobre as parcelas de financiamento para imóveis na planta. Veja como calcular o INCC no Blog da Arbo! Quem não tem muita experiência com o mercado imobiliário sempre acaba ficando um pouco perdido com a sopa de letrinhas que envolve a compra de um imóvel. Existem muitos índices que impactam […]

2 Comentários

    1. Olá, Daniel! Tudo bem?

      Agradecemos seu comentário e gostaríamos que soubesse que ficamos muito felizes quando nossos leitores nos deixam um feedback.

      Aproveito para te convidar a conferir outros artigos que publicamos aqui no Blog da Arbo. Temos muitos conteúdos interessantes sobre decoração e muitos outros temas.

      Mais uma vez, obrigada pelo comentário e fique à vontade em nosso Blog. Estamos à disposição 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *