21 de maio de 2022

Decoração colonial: o que é e como fazer na sua casa

decoração colonial

A decoração colonial mistura elementos delicados e rústicos para trazer um visual digno de filmes de época. Saiba tudo sobre esse estilo!

A decoração colonial é um dos visuais mais elegantes e sofisticados que você pode adotar em um imóvel. Marcado por elementos que remetem aos grandes casarões europeus que predominavam entre os séculos XVI e XIX, esse estilo continua presente e pode ser adaptado com aspectos das residências atuais sem perder o charme.

Este post do Blog da Arbo mergulha nesse estilo para explicar brevemente suas origens e seus elementos essenciais. Além disso, você verá algumas dicas para planejar a decoração da sua casa e deixá-la com um visual diferenciado e personalizado. Confira!

O que é a decoração colonial?

A decoração colonial é inspirada no estilo predominante na Europa durante o período das grandes empreitadas marítimas, quando países como Portugal, Espanha e Inglaterra exploraram novos territórios em outros continentes. No Brasil, por exemplo, os portugueses replicavam o visual predominante em seu país.

Marcado pela composição de ambientes aconchegantes e sofisticados, o estilo colonial é uma vertente do design que nunca sai de moda. Ele traz uma mescla entre linhas delicadas e elegantes com um leve toque rústico na seleção dos móveis, trazendo um pouco do que se vê na decoração campestre, por exemplo. 

Assim, é possível observar o uso de elementos de porcelana, cerâmica e renda ao lado de recursos como a madeira e junco. Objetos com inspiração vitoriana complementam o visual que lembra construções históricas dos séculos XVI a XIX.

Em termos arquitetônicos, cidades como Ouro Preto e Olinda preservam em seus bairros históricos uma série de exemplos da decoração colonial. Mesmo com o passar do tempo, essas construções continuam chamando atenção pela beleza, agregando características derivadas de estilos que vieram mais tarde, como o Barroco. 

Princípios da decoração colonial

decoração colonial
A decoração colonial se destaca pelo uso de móveis de madeira e janelas amplas para valorizar a iluminação natural.

Todo estilo decorativo tem um conjunto de elementos básicos que você precisa ter em mente antes de começar a transformar o visual do ambiente. Neste tópico, vamos conhecer os aspectos que distinguem a decoração colonial.

Cores

Uma decoração colonial dá preferência a cores neutras e tons terrosos. A ideia dessa combinação é remeter a elementos naturais e criar uma sensação de frescor, que sejá agradável e rústica ao mesmo tempo. 

Esse conceito vale tanto para a estrutura do imóvel, como o chão, as paredes e o teto,quanto para os acessórios. Cores como branco e bege funcionam como base para destacar tonalidades mais sólidas, especialmente verde, marrom e azul.

Móveis

Os móveis do estilo colonial tem uma pegada de coisa antiga e rústica, sempre com formas torneadas e muitos entalhes. O acabamento impecável e a aparência robusta são características marcantes para armários, cômodas, camas, penteadeiras e outros itens da mobília. Espelhos e vidros complementam o visual com um toque elegante.

As gavetas e as portas dos armários e guarda-roupas costumam ser adornados com puxadores de metal, principalmente de cobre. Os tipos de madeira predominantes incluem ébano, mogno e peroba. No caso de sofás e poltronas, os estofados de couro escuro ou os tecidos mais claros com estampas floridas são indispensáveis.

Iluminação

A iluminação é um componente importantíssimo da decoração colonial. Os projetos arquitetônicos devem privilegiar janelas amplas, que permitam a entrada de muita luz natural. As cortinas devem ser de tecidos finos para permitir a entrada do sol e passar a impressão de leveza. Lustres grandes e muito elaborados complementam o visual clássico.

Materiais

Além da madeira, elementos como a palha dão o caráter rústico aos ambientes com decoração colonial. Como já mencionamos, há uma mescla com materiais delicados, como cerâmica e porcelana. Essa mistura dá um toque exótico ao local, que pode ser complementado com objetos decorativos originários de países africanos ou da Índia.

Como planejar a decoração da sua casa

como planejar a decoração da sua casa
Móveis elaborados, sempre com linhas sofisticadas, são um traço marcante da decoração colonial.

Para caprichar na decoração da sua casa, é necessário se atentar a diversos aspectos que vão desde o planejamento do espaço até a escolha de cada item. Os detalhes fazem toda a diferença, por isso, este tópico traz um passo a passo para criar um visual único para seu lar.

Tire as medidas do cômodo

Antes de escolher os modelos dos móveis, as cores das paredes ou qualquer outro item de decoração colonial, você precisa ter a perfeita noção do espaço em que vai trabalhar. Por isso, pegue uma trena e faça a medição de todo o ambiente que pretende decorar. Anote a altura do pé-direito e o comprimento das paredes.

A mobília precisa ser proporcional ao tamanho do cômodo, por isso, é importante considerar também o tamanho e a posição das portas e das janelas. Enquanto estiver fazendo a medição, você já conseguirá imaginar algumas alternativas interessantes.

Escolha um estilo decorativo

A escolha dos móveis e de todos os demais elementos também será guiada pelo estilo decorativo que você mais gosta. Para resumir, o ideal é que o visual do seu lar seja a representação da sua identidade. 

Isso pode ser refletido por vários aspectos, como a paleta de cores, o posicionamento e o estilo dos móveis, os recursos de iluminação e a maneira como os cômodos são divididos.

Busque referências

O passo seguinte é buscar referências visuais para se inspirar. Hoje é muito fácil encontrar conteúdos com dicas de decoração e muitas imagens. Depois de identificar o estilo decorativo que mais agrada, é só procurar por informações sobre ele para entender como implementá-lo.

Vamos supor que você tenha se interessado pela decoração minimalista, que é ideal para quem quer praticidade e funcionalidade. É interessante saber que um de seus componentes essenciais é o uso de cores neutras, como o branco, o preto e o bege. Além disso, os móveis priorizam as linhas retas e a economia de espaço, valorizando ambientes pequenos. 

Faça esboços

Pensando na melhor maneira de posicionar a mobília, ter uma representação visual de como o cômodo ficará depois de pronto vai ajudar bastante. Felizmente, não é necessário ser um expert dos desenhos para fazer isso, já que hoje temos muitos apps que ajudam a fazer isso.

O MagicPlan, por exemplo, permite escanear plantas de casas que já existem com o seu celular, incluir virtualmente diversos elementos e até estimar custos de eventuais obras. Já o Houzz é um app que possibilita criar a planta e procurar móveis e objetos decorativos.

Estabeleça um orçamento

A próxima etapa é estabelecer um orçamento, ou seja, procurar lojas especializadas e pesquisar o custo dos elementos que você gostaria de utilizar na sua decoração de interiores. Obviamente, você vai encontrar uma infinidade de possibilidades com preços e padrões de qualidade distintos. 

Portanto, sua tarefa é definir prioridades: quais itens demandam um investimento maior? Será que algum elemento pode ser deixado de lado para viabilizar outro? É o momento de filtrar o que vale mais a pena e, claro, o que cabe no seu bolso.

Reaproveite o que tem em casa

Reutilizar móveis e itens de decoração que você já tem é uma excelente maneira de reduzir custos. Pode ser que vários elementos se encaixem perfeitamente no estilo campestre e só precisem de um ou outro ajuste. Além disso, por que não dar um toque personalizado com algo feito por conta própria?

Seguindo essas dicas, você conseguirá excelentes resultados ao implementar a decoração colonial na sua casa. Para conferir mais conteúdos desse tipo, basta se inscrever na nossa newsletter gratuita. Você vai receber a cada semana uma série de conteúdos exclusivos do Blog da Arbo sobre seus temas favoritos. É só preencher o formulário abaixo.

Receba nossos novos conteúdos por e-mail!


Cadastre-se na newsletter semanal do Blog da Arbo, com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

adaptar-casa-para-idoso

Como adaptar a casa para idosos?

Você sabia que é muito importante adaptar a casa para idosos? O bem-estar do idoso é algo que deve ser cuidado, principalmente pela família. Ajudar uma pessoa na terceira idade a adequar a própria casa, para que ela atenda às suas necessidades, é um dos pontos fundamentais para que ela se sinta mais confortável e […]

vizinho barulhento

Vizinho barulhento: saiba como proceder

Ter um vizinho barulhento pode transformar o dia a dia em um caos, né? Descubra o que você pode fazer para lidar com essa situação!  Festas, som alto, barulho de furadeiras o dia todo e outros incômodos que podem estragar um dia ou até uma noite. Quem nunca passou por isso, não é mesmo? Sem […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *