1 de julho de 2022

Financiamento imobiliário com SFH: 8 perguntas e respostas

financiamento imobiliário com SFH

Dúvidas sobre o SFH (Sistema Financeiro Habitacional)? Saiba o que é, como funciona, quem pode usar e que tipo de imóvel você pode financiar nessa modalidade de crédito!

Quem vai comprar um imóvel sempre acaba se deparando com muitas dúvidas sobre os detalhes da negociação. Muitas delas estão relacionadas à questão financeira, como taxas de juros e regras de financiamento. Neste post do Blog da Arbo, reunimos 8 das dúvidas mais frequentes dos consumidores sobre o financiamento imobiliário com SFH..

Esperamos que este conteúdo seja útil para ajudá-lo a compreender melhor o funcionamento do mercado imobiliário! Confira!

  1. O que é SFH?
  2. Como funciona o financiamento imobiliário com o SFH?
  3. Quem pode usar o SFH?
  4. Por que a taxa de juros do SFH é mais baixa?
  5. Quais são as vantagens do SFH?
  6. Quais são as desvantagens do SFH?
  7. Posso usar o FGTS para financiar pelo SFH?
  8. Qual é a diferença entre o SFH e o SFI?

1. O que é SFH?

O SFH (Sistema Financeiro de Habitação) é um programa criado pelo governo federal em 1964. O objetivo era enfrentar o déficit habitacional do Brasil ao facilitar a compra, a construção e a reforma de imóveis residenciais. Para isso, os financiamentos com SFH oferecem prazos longos e juros baixos na comparação com outras opções do mercado.

2. Como funciona o financiamento imobiliário com o SFH?

Um financiamento realizado pelo SFH só pode cobrir até 80% do valor do imóvel. Dentro deste valor, estão incluídas as despesas operacionais. Em 2018, o Banco Central (BC) estabeleceu que o imóvel a ser financiado deve custar, no máximo, R$ 1,5 milhão. 

O prazo de pagamento pode chegar a 35 anos e os juros devem ser de até 12% ao ano. Contudo, até o mês de publicação deste artigo, os financiamentos estão com taxas abaixo dos 7%. Isso é consequência da taxa Selic abaixo do que foi em anos anteriores (6,25%).

3. Quem pode usar o SFH?

Os requisitos para obter um financiamento imobiliário com o SFH são:

  • o comprador tem que ser pessoa física;
  • o comprador tem que ser brasileiro, naturalizado ou com visto permanente;
  • não podem haver restrições em órgãos de proteção ao crédito ou com o governo;
  • as prestações só podem comprometer até 30% da renda do comprador;
  • o comprador deve ser maior de 18 anos ou comprovar emancipação a partir dos 16 anos.
  • o imóvel envolvido deve ser residencial e estar na área urbana;
  • o imóvel deve estar registrado no Cartório de Registro de Imóveis;
  • o imóvel não pode ter sido comprado com outro financiamento com uso do FGTS nos últimos 3 anos;
  • o imóvel tem que ser na mesma região onde o comprador mora ou trabalha há pelo menos um ano.

4. Por que a taxa de juros do SFH é mais baixa?

As taxas de juros do SFH são mais baixas porque os recursos que sustentam o programa vem de fontes mais baratas, como a Caderneta de Poupança e o FGTS. Quem deixa o dinheiro nesse tipo de investimento costuma ter rendimentos menores que em outras aplicações financeiras. 

5. Quais são as vantagens do SFH?

As maiores vantagens do financiamento imobiliário com SFH é que os juros são mais baixos que os de outras modalidades e os recursos são disponibilizados instantaneamente, agilizando a compra do imóvel. Isso faz com que o sistema seja muito utilizado para compras dentro do programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida).

6. Quais são as desvantagens do SFH?

As desvantagens de financiar um imóvel com o SFH são o limite de R$ 1,5 milhão como valor máximo do bem e que o sistema só cobre até 80% da transação.

7. Posso usar o FGTS para financiar pelo SFH?

Sim, você pode usar o FGTS para financiar pelo SFH, desde que cumpra os seguintes requisitos:

  • não ter outro financiamento pelo SFH;
  • não ter outra casa na região onde trabalha ou mora;
  • ter contribuído com o FGTS por, no mínimo, três anos, que podem ser consecutivos ou não;

O Blog da Arbo já tem um texto com 18 perguntas e respostas para quem quer usar o FGTS para comprar um imóvel.

8. Qual é a diferença entre o SFH e o SFI?

O SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário) foi criado em 1997 para atender transações que não se enquadrem nos requisitos do SFH. Ou seja, ele trabalha com imóveis mais caros e taxas de juros diferentes. A fonte dos recursos também é diferente. Enquanto o dinheiro do SFH sai da Poupança e do FGTS, o do SFI vem de fundos de renda fixa e de pensão, seguradoras e bancos de investimentos.

E aí, gostou do conteúdo? Acompanhe as novidades do Blog da Arbo com tudo que você quer aprender sobre o mercado imobiliário com nossa newsletter gratuita! É só se cadastrar pelo formulário abaixo!

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos.


Postagens relacionadas

Espelhos decorativos: saiba como usar na sua casa

Quer renovar os ares de seu imóvel? Os espelhos decorativos podem te auxiliar nessa tarefa de forma prática, fácil e barata. Veja dicas para usá-los em sua decoração Decorar ou redecorar os cômodos de um imóvel pode conferir uma nova atmosfera aos cômodos. Isso mostra que, desde que realizadas da forma correta, as mudanças são […]

como diminuir o consumo de energia elétrica

Descubra como diminuir o consumo de energia

Com o aumento das tarifas, saber como diminuir o consumo de energia elétrica é essencial. Neste texto você vai conferir as medidas que podem te ajudar nessa tarefa Você está perdendo noites de sono para tentar descobrir como diminuir o consumo de energia elétrica? Se sim, aqui vai uma boa notícia: você está no lugar […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *