25 de junho de 2022

Imóveis comerciais: conheça os tipos

imóveis-comerciais

Você está em dúvida se vale a pena investir em imóveis comerciais? O mercado imobiliário é cheio de possibilidades, por isso, nós trouxemos um conteúdo especial para que todas suas dúvidas sejam sanadas. 

O mercado imobiliário tem passado por mudanças significativas nos últimos tempos. Durante a pandemia, muitas pessoas se interessaram por comprar ou alugar imóveis que fossem mais espaçosos e trouxessem mais conforto. Graças ao Home office, as pessoas transformaram cômodos de suas casas em escritórios e os imóveis comerciais ficaram um pouco de lado.

Por isso, talvez você se pergunte se investir em imóveis comerciais seja uma boa alternativa. De acordo com um estudo da Cbic (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), o setor de imóveis finalizou 2020 com alta de 9,8% nas vendas. Ainda, de acordo com a mesma pesquisa, o mercado imobiliário pode crescer de 5% a 10% no ano de 2021 em comparação com a alta do ano anterior. 

A Taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia), que é a taxa básica de juros utilizada para empréstimos e financiamentos, registrou uma queda histórica em 2020. Ele chegou a 2% ao ano, o que representou uma ótima notícia para investidores do mercado imobiliário.

A partir desse contexto, nós trouxemos as principais vantagens e desvantagens de investir em imóveis comerciais, aproveite a leitura!

Tipos de imóveis comerciais

imóveis-comerciais

Essa categoria de imóveis diz respeito a todo e qualquer imóvel que tenha fins comerciais, basicamente. A diferença para um imóvel residencial é justamente a finalidade do mesmo, um é para residir e o outro para comercializar um determinado tipo de produto ou serviço.

Os imóveis comerciais podem ser divididos em algumas categorias com diferentes funções. 

Salas comerciais

Esse tipo de imóvel comercial é muito utilizado por profissionais autônomos como médicos, advogados e  dentistas. Ainda, empresas que têm uma equipe pequena também utilizam esses espaços com frequência. 

Geralmente as salas comerciais são encontradas dentro de prédios, que também são comerciais. Por isso, é comum que em um mesmo prédio existam vários setores e profissionais com diferentes funções. 

Laje comercial

Também conhecido como andar corrido, essa modalidade de imóvel comercial é muito utilizado por grandes empresas. Geralmente, a empresa detém o andar inteiramente e em alguns casos parcialmente, apenas para desenvolver suas atividades. 

Muitas vezes as lajes corporativas são acordadas antes mesmo da construção do prédio. Assim, uma determinada empresa aluga o andar e quando o prédio estiver pronto, passa a utilizá-lo. Isso é muito comum no mercado imobiliário e é chamado de Built to Suit, ou seja, quando um imóvel é construído de acordo com os interesses de quem vai alugá-lo. 

Lojas

Esse é o tipo mais comum de imóveis comerciais, pois estão presentes praticamente em todos os lugares como ruas, avenidas, galerias e shoppings. As lojas são a opção preferida para empresários que querem vender seus produtos e serviços.

Esse tipo de imóvel é onde existe a maior concentração de consumidores e clientes, pois é nas lojas que estão estoques e produtos.

Depósitos

Grandes estruturas voltadas a armazenar um determinado tipo de produto, esses empreendimentos são muito comuns para empresas que trabalham com um grande volume de mercadorias.  

Geralmente os depósitos ficam na beira de estradas para facilitar a logística do transporte de grandes volumes de carga. 

Embora a pandemia de covid-19 tenha afetado a forma como as pessoas trabalham, migrando para o home office, não são todos os imóveis comerciais que passaram por essa mudança. Como vimos, existem vários tipos desses imóveis, portanto, existem várias formas de se trabalhar.  Agora nós vamos falar das principais vantagens e desvantagens de se investir em imóveis comerciais.

galpão-imóveis

Vantagens de investir em imóveis comerciais

Como todo tipo de empreendimento, existem vantagens e desvantagens de se investir, assim, aqui nós iremos te mostrar quais são as principais vantagens.

Tempo de contrato

Imóveis comerciais tendem a oferecer contratos de 5 anos ou mais com seus locatários. Essa característica é uma vantagem porque garante uma estabilidade financeira por um longo período de tempo. Ainda, é muito mais vantajoso do que se investir em um imóvel residencial, em que a duração do contrato é de 1 a 2 anos. 

Se o tipo de imóvel comercial estabelecer um ponto fixo naquele local, se tornando uma referência, provavelmente ele continuará lá e renovará o contrato. 

Custo de manutenção

Você pode pensar em um primeiro momento que um imóvel comercial tem um custo de manutenção por se tratar de ambientes grandes e corporativos, entretanto, não é bem assim. 

Geralmente, os inquilinos de imóveis comerciais prezam pela ordem do local, justamente porque lidam diretamente com clientes interessados em seus produtos e serviços. Assim reduzindo custos de manutenção e futuras dores de cabeça.

Demanda 

É comum que um imóvel comercial vá se valorizando ao longo do tempo, ainda mais se a localização se tornar um importante ponto comercial. Aliado a isso, a constante criação de empresas e empreendimentos faz com que esses imóveis sempre sejam requisitados. 

Processo rápido

A negociação na hora de vender ou alugar um imóvel comercial é de uma maneira geral, bem rápida e fácil. Isso porque as empresas têm certa urgência em encontrar espaços físicos para alocar seus empregados. Além do fato de que as empresas têm recursos e agilizam o processo de negociação. 

Desvantagens de investir neste tipo de imóveis

A principal desvantagem que podemos encontrar para investir em imóveis comerciais é justamente o momento em que nós estamos vivendo. Por mais que o mercado imobiliário tenha mostrado um grande crescimento durante a pandemia, uma das práticas que mais se popularizou foi a do Home office. 

Muitos especialistas do mercado imobiliário estão analisando o momento, se realmente o mercado para imóveis comerciais vai ter uma retomada gradual ou não. Entretanto, é bom lembrarmos que existem mais de um tipo de imóvel comercial e, por mais que o home office e o E-comerce estejam em alta, muitos negócios ainda dependem de mão de obra física, presente no local de trabalho. 

Como já foi dito anteriormente, médicos, advogados e dentistas utilizam salas ou prédios comerciais para prestarem atendimentos. Ainda, galpões e armazéns são muito requisitados pois são fundamentais para a logística de grandes empresas. 

O que avaliar antes de investir em imóveis comerciais

Agora que você já viu os tipos e as principais vantagens e desvantagens de investir em imóveis comerciais, nós vamos falar sobre o que você precisa avaliar antes de investir nesses tipos de imóveis. 

Localização

É muito importante que você avalie a localização em que o imóvel se encontra, ainda mais por se tratar de um imóvel comercial. O local deve ser acessível para um grande volume de pessoas, por isso a localização deve ser levada em consideração. Dependendo do potencial da localização, pode ser que o crescimento do negócio que se instalar por ali, seja favorável. 

Tamanho do imóvel

Outro fator importante é o tamanho do imóvel comercial em que você vai investir. Dependendo do produto ou tipo de serviço que o imóvel vai prestar ou vender, a quantidade de espaço deve ser relevada, ainda mais se um negócio tem tendência de crescimento. Por isso, sempre analise essa variável. 

Documentação

Sempre avalie se o imóvel se encontra regularizado através da documentação que lhe é apresentada. Confira documentos como o Habite-se e veja se não há nada errado com a planta do imóvel. Rigidez com documentação nunca é demais. 

Posso financiar um imóvel comercial?

Sim, assim como qualquer outro imóvel, os imóveis comerciais podem ser financiados. O financiamento imobiliário alcançou uma alta histórica em 2020, ao registrar um crescimento de 58% ao longo do ano em comparação ao mesmo período de 2019. 

Esses dados são de um estudo da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário). A queda da taxa básica de juros, ou Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) em 2% ao ano, foi fundamental para que houvesse esse recorde. 

Um financiamento imobiliário se caracteriza quando alguém faz um empréstimo de dinheiro de uma instituição financeira e depois quita mensalmente as parcelas.  Existem alguns tipos de financiamento, vamos ver qual é a melhor opção.

SHS (Sistema Financeiro de Habitação)

Essa modalidade de financiamento imobiliário é a mais comum entre os brasileiros, pois disponibiliza recursos para compra, reforma e construção de imóveis. 

O valor do financiamento deve corresponder até 80% do valor do imóvel, sendo que este deve valer no máximo R$1,5 milhão. Ainda, o comprador deve comprovar que as  parcelas mensais não ultrapassem 30% de sua renda bruta. 

O comprador ainda pode pagar o empréstimo imobiliário com seu FGTS. O governo federal é o responsável por limitar a taxa de juros anual dos financiamentos. 

SFI (Sistema Financeiro Imobiliário)

Esse tipo de financiamento é só para a parcela da população que vai negociar imóveis com o valor superior a R$1,5 milhão.Esse empréstimo também pode cobrir o valor de até 90% de uma casa ou apartamento. 

A avaliação de crédito nessa modalidade é menos criteriosa do que em outras e tem a flexibilidade de permitir que as parcelas a serem pagas possam ser maiores. 

imóveis-comerciais

O que achou do conteúdo?

Agora que você já sabe se os imóveis comerciais são uma opção para você, deixe na caixa de comentários o que você achou deste conteúdo. Você pode ficar à vontade para navegar no Blog da Arbo e conferir muitos outros conteúdos, como por exemplo Guia: tudo o que você precisa saber para trabalhar com o mercado imobiliário.

Você também pode acessar a Central de Ajuda da Arbo, que disponibiliza vários conteúdos sobre dúvidas frequentes que inquilinos e locadores têm sobre o processo de locação de um imóvel, por exemplo. 

Se você está procurando o imóvel ideal para você, o Site da Arbo é o melhor lugar para encontrá-lo. Na plataforma, estão disponíveis diversos imóveis espalhados por todo Brasil. Acesse!

Postagens relacionadas

plantas-frutiferas-para-apartamento

Plantas frutíferas para apartamento: conheça as espécies

Será que dá para comer fruta do pé mesmo morando em apartamento? Dá sim! Ter essas plantas frutíferas para apartamento é um sonho de muita gente, mas é importante entender um pouco mais dos processos para que a sua plantinha cresça saudável e te dê muitos frutos!  Hoje, mesmo morando em um local pequeno, é […]

Conheça os principais erros da iluminação residencial

A iluminação residencial é um ponto importante para a estética e para a funcionalidade dos ambientes. Por isso, é importante estar atento aos detalhes A iluminação residencial necessita de um planejamento de sistemas de iluminação, que, quando não realizado, resulta em uma falta da elaboração de uma iluminação secundária ou complementar. Nesse artigo você vai […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *