26 de maio de 2024

Saiba tudo sobre registro do seu primeiro imóvel

registro do primeiro imovel

Aquela hora que todo mundo espera ansioso de comprar a primeira casa ou apartamento chegou para você? Então para te deixar mais feliz ainda nós vamos te contar como é possível ter direito a um desconto no registro do primeiro imóvel.

Veja o passo a passo de como conseguir esse benefício no texto abaixo e não perca essa oportunidade!

Registro do primeiro imóvel: o que você precisa saber 

Antes de te contar o passo a passo de como realizar e conseguir o desconto, você sabe o que é a certidão de registro de imóvel?  

Esse é o documento que será responsável por atualizar as informações do imóvel. Nele deve estar o nome do proprietário, como e quando se deu a transferência de titularidade, e o tamanho do imóvel. A certidão atualiza os dados na matrícula do imovel, que é como se fosse o “documento de identidade” da propriedade. 

Para emitir o documento você vai precisar de algumas outras certidões como:

Certidão de Ônus: declara se existe alguma restrição em relação ao imóvel. Se houver, ela sai como positiva, apontando que há penhora ou hipoteca sobre o imóvel. Se não existir nada, a Certidão de Ônus aparece como negativa. 

Certidão negativa de bens: esse documento deve ser emitido pelo cartório de registro de imóveis, e vai declarar se já existe registro de imóveis nos dados solicitados para a certidão em determinada região.    

Quinzenária/Vintenária/Trintenária: esse é um documento que pouco se fala, mas também muito importante. Ele mostra o histórico da propriedade de quinze, vinte ou trinta anos atrás, de acordo com o solicitado. Ou seja, essa certidão vai mostrar tudo que aconteceu com o imóvel em determinado período, como: se houve troca de proprietários ou donos, atraso no pagamento de impostos, e se o imóvel passou por processo de inventário. Assim, esse documento ajuda a identificar uma dívida antiga ou não quitada no histórico do bem.  

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o assunto precisa entender os custos envolvidos no registro do primeiro imóvel.  

Quanto custa o registro do primeiro imóvel?

Existe uma lei que ajuda a calcular quanto você vai gastar para emitir esse documento. É a lei 6015/73. Para fazer essa conta é necessário saber o valor das taxas de registro e escritura do imóvel. A escritura é o documento que vai validar o ato jurídico entre as pessoas envolvidas no processo do imóvel. 

Essa taxa do cartório para fazer a escritura pode variar de estado para estado. Em São Paulo, por exemplo, a média fica em torno de R$190 a 400 reais. Vale lembrar que algumas imobiliárias permitem solicitar esse documento de forma digital, oferecendo a mesma validade. 

Além das taxas do cartório que vai realizar o registro do primeiro imóvel, você também precisa estar ciente que vai precisar pagar o ITBI, que é a sigla para o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis. Esse valor valida a mudança da titularidade do bem, garantindo por meios legais que a partir do pagamento e do registro, tudo vai passar de forma regularizada para o seu nome. 

O preço, de fato, desse imposto varia de cidade para cidade, assim como de estado para estado. Em São Paulo, por exemplo, ele é calculado a partir do resultado da multiplicação da alíquota municipal pelo valor venal (esse estabelecido pelo município) ou pelo valor negociado da venda. 

Além das taxas do cartório do registro do primeiro imóvel e do ITBI, há outras taxas que podem estar envolvidas no processo. Entre elas, o preço para realizar o laudo de vistoria do imóvel e a taxa de corretagem. 

Agora que você já sabe tudo sobre os processos, vamos descobrir como pedir o benefício do desconto no registro do primeiro imóvel? 

Desconto no registro do primeiro imóvel – como conseguir? 

Se você está financiando um bem pela primeira vez, pode conseguir o desconto que é oferecido no registro do primeiro imóvel, desde que você entregue a documentação no cartório logo depois da compra. Mas não é todo mundo que consegue esse benefício, já que essa, por exemplo, é apenas a primeira das regras para conseguir a diminuição das taxas.

Regras para conseguir o desconto 

A Lei 6015/73 garante 50% de desconto no valor das taxas para quem está comprando o primeiro apartamento ou primeira casa. Mas isso vale se o imovel for para fins de moradia, ou seja, se for para moradia própria. Então, se você tem o objetivo de alugar a residência, é bem provável que não consiga o desconto, mesmo que esteja financiando o imóvel. 

Além disso, o financiamento deve ser por meio do Sistema Financeiro de Habitação, o SFH. Esses são os primeiros passos para poder pedir desconto no registro do primeiro imóvel. Outra exigência para receber o privilégio é que o imóvel esteja abaixo do teto, ou seja, o valor máximo estabelecido, de acordo com cada estado. 

E você deve estar se perguntando se o Minha Casa, Minha Vida também oferece esse desconto. A resposta é: sim! Também é possível solicitar diminuição nas taxas no registro do primeiro imóvel através do Programa Casa Verde e Amarela – antigo Minha Casa, Minha Vida. Inclusive, o abatimento pode chegar a 100% para famílias de baixa renda. 

Como negociar o desconto 

Vale lembrar que o desconto se refere aos emolumentos, ou seja, aos custos que estão envolvidos na documentação, nos materiais usados para ela, e nos serviços do tabelião de notas. É importante pedir e observar, já que o cartório não é obrigado a dar o desconto. Você vai precisar preencher uma declaração de próprio punho para o cartório assumindo e se responsabilizando perante a lei que esse é o seu primeiro imóvel. 

E se o cartório se negar a dar o desconto? Aí você pode entrar com um recurso, e registrar um requerimento na Corregedoria-Geral de Justiça. Se ainda assim for negado, é possível recorrer a uma medida judicial exigindo a concessão do abatimento. E tudo isso deve ser feito antes do  registro do primeiro imóvel, ok? Depois dele não é possível mais pedir o desconto.

 E aí, depois desse post já sabe tudo sobre o registro do primeiro imóvel:? Entendeu como solicitar, o passo a passo, os documentos que você vai precisar ter em mãos , e como conseguir o desconto? Conte aqui nos comentários para nós sabermos!

Ah.. e  não se esqueça de contar com uma boa imobiliária com corretores qualificados que vão te ajudar a encontrar o imóvel ideal para se tornar seu primeiro lar, e também que vão te orientar no registro do primeiro imóvel! 

Agora que você já sabe de tudo, não deixe de mandar esse texto para outras pessoas que podem estar precisando dessas dicas, ok?

joão pedro autor
João Pedro Binatto

João Pedro Binatto é professor de língua portuguesa, redator e copywriter. É com essas experiências em redação e marketing que está há 2 anos no mercado imobiliário e, hoje, atua na área de eventos na Arbo. Tem como compromisso ajudar gestores e imobiliárias a realizarem suas rotinas ainda mais feliz e descomplicadas.

Postagens relacionadas

quartos-decorados

Quartos decorados: veja 7 ideias para se inspirar

Quando você for decorar sua casa, preste muita atenção aos quartos, principal ambiente para o descanso. Para você fazer um ótimo trabalho, nós trouxemos algumas dicas para quartos decorados.  Quartos decorados e organizados são essenciais para se ter boas noites de sono. Pode não parecer, mas, quando temos um quarto sem muita personalidade, que reflete […]

open-house

Veja dicas para organizar seu open house com os amigos

O open house está na moda, sabia? É muito provável que você já tenha sido convidado para uma festa desse tipo nos últimos meses, mas se ainda não foi, é só esperar algum amigo próximo comprar um apartamento novo que você vai receber o convite! Mas afinal, o que é um Open House? Já ouviu […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *