13 de maio de 2022

Manutenção do portão eletrônico: saiba como realizá-la

manutenção de portão eletrônico

Práticos e seguros, esses equipamentos facilitam demais a vida dos moradores. Veja aqui algumas dicas para manter a manutenção do portão eletrônico em dia.

O portão eletrônico é um item cada vez mais desejado por quem quer segurança e comodidade. O investimento para instalar um equipamento desses em casa certamente vale a pena, mas é importante estar sempre atento aos elementos básicos para manutenção do portão eletrônico

Neste artigo, vamos explicar em detalhes como deve ser feita a manutenção preventiva. Mas antes disso, é importante entender bem como ele funciona, os diferentes modelos disponíveis no mercado e os defeitos mais comuns. Confira!

Como funciona um portão eletrônico

O portão eletrônico funciona por meio de um motor com acionamento automático. A medida de potência desse motor é o HP (Horse Power). Para uso residencial, são mais comuns os motores de ½ HP, ⅓ HP e ¼ HP. 

Para escolher o tipo de motor mais adequado para cada situação, é necessário avaliar alguns alguns fatores:

  • frequência de uso estimada e horários de pico; 
  • tamanho e peso da estrutura do portão;
  • agilidade desejada para os ciclos de abertura e fechamento;

Em relação ao modo de abertura e fechamento, podemos classificar os portões eletrônicos em três tipos: deslizante, basculante e pivotante. Neste tópico, vamos saber como cada um deles funciona e suas particularidades na hora da instalação. 

Portão deslizante

O portão deslizante, também conhecido como portão de correr, é considerado de fácil instalação, pois utiliza apenas um motor. Contudo, é necessária uma atenção especial quanto ao seu alinhamento sobre o trilho.

Na hora da instalação, o profissional responsável vai instalar uma engrenagem conectada a uma espécie de régua conhecida como cremalheira. Quando o motor é acionado, as engrenagens movem a cremalheira para empurrar ou puxar o portão.

A questão do peso é importante para esse tipo de portão. À princípio, os portões deslizantes não são projetados para receber um motor elétrico. Por isso, a dificuldade de quem vai instalar é garantir que o equipamento vai ter força suficiente para realizar a movimentação. Isso também interfere na vida útil de seus componentes.

Este vídeo, do canal Metalurgica Solar Inox, mostra um modelo de portão deslizante com instalação em L:

Portão basculante

O portão basculante é aquele que se abre em um movimento de baixo para cima. Esse modelo é considerado interessante pela economia de espaço e, além do motor, utiliza um mecanismo de contrapesos. Quando o acionamos, o movimento acontece com a ajuda de uma barra de torção conectada a cabos de aço.

Nesse caso, há dois motores posicionados nas laterais do portão. A missão do instalador é garantir o perfeito equilíbrio do sistema para que ambos funcionem no mesmo ritmo e o peso do portão seja distribuído por igual. 

Para portões muito largos ou pesados, é adicionado mais um rolamento na parte central para evitar que os motores trabalhem com sobrecarga. Isso vai aumentar a vida útil das peças e facilitar a manutenção do portão eletrônico.

Este vídeo, do canal PP group, mostra como é feito um portão basculante passo a passo:

Portão pivotante

O portão pivotante é um modelo visto com menor frequência, pois ocupa mais espaço e é mais difícil de instalar. Ele tem um formato mais antigo, composto por duas partes que se abrem ao meio, para dentro ou para fora da garagem. 

O principal fator que torna a instalação de um portão pivotante mais complexa que o normal é o peso. Cada lado do portão vai utilizar um motor que, por si só, deixa o conjunto todo mais pesado e exige maior esforço para abertura e fechamento. 

Isso faz com que o desgaste do mecanismo costume ser mais rápido que o dos modelos deslizante e basculante. Por isso, o esforço de manutenção do portão eletrônico é mais frequente.

Este vídeo do canal Grupo Seg Segurança Eletrônica demonstra o funcionamento de um portão pivotante:

Defeitos comuns em portões eletrônicos

O principal sintoma de defeito em um portão eletrônico é um barulho maior que o normal vindo do motor. Caso não haja manutenção adequada periodicamente, o problema se agrava até que o mecanismo pare de funcionar, causando uma série de transtornos. Há muitos motivos possíveis para o problema.

Roldanas e cabos de aço

A primeira possibilidade é um defeito nas roldanas ou nos cabos de aço, que podem estar quebrados ou com baixa lubrificação. Isso faz com que o motor tenha um esforço maior que o normal para abrir e fechar o portão, afetando sua durabilidade.

Partes internas do motor

Dentro do próprio motor, pode haver problemas como uma peça chamada capacitor de partida. Quando ela fica fraca, o motor não consegue suportar o peso do motor. As engrenagens também podem apresentar algum defeito, como quebra ou travamento. Nesse caso, será necessário fazer a troca dos componentes.

Ainda em relação ao motor, pode haver defeito em uma peça conhecida como estator. Quando ela entra em curto circuito, pode causar a queima de um fusível ou aquecimento excessivo. Esse tipo de defeito pode ser causado, por exemplo, por uma chuva muito forte ou algum descuido na hora da lavagem, que acabam molhando o mecanismo por dentro.

Sensores e controle remoto

Outros elementos que podem apresentar problemas são os sensores de fim de curso, que servem para mostrar aos motores a posição normal do portão. Quando ele está com defeito, o motor pode empurrar o portão além do necessário, causando travamento, ou inverter as funções do controle remoto. Uma queda repentina de energia elétrica pode ser a causa desse defeito.

Por falar em controle remoto, um problema que acontece com menor frequência é a interferência de outros equipamentos eletrônicos. Geralmente, as falhas são causadas por dispositivos como antenas de TV, celulares e alarmes de carro.

Como fazer manutenção do portão eletrônico

manutenção de portão eletrônico

Agora, vamos apresentar alguns cuidados preventivos que você pode tomar para conservar os mecanismos do motor eletrônico e aumentar sua vida útil:

Limpeza e lubrificação

Para que o motor funcione bem e sem esforço excessivo, é essencial que todas as partes do mecanismo de automação estejam bem lubrificadas e limpas. Para começar, deixe o portão fechado e desligue a energia para evitar acidentes. 

Em seguida, limpe os trilhos com um pano, retirando a poeira e outros resíduos, como pedras, folhas e galhos. Na hora da lavagem, utilize detergente neutro diluído em água.

Depois, para fazer a lubrificação, use graxas a base de lítio. Essa característica é importante porque as graxas comuns são mais viscosas e facilitam o acúmulo de sujeira. O produto certo, além de preservar os componentes limpos, vai evitar a oxidação de motores, rolamentos, trancas, mancais e  molas. 

E vale destacar que, se você precisa forçar os portões automáticos, já é um sinal de que algo está errado. Se todas as peças estão trabalhando em condições ideais, não haverá motivos para esforços manuais. 

Vistoria

Aproveite o momento da limpeza para observar cuidadosamente cada peça do portão. Veja se há algum local amassado ou quebrado. Procure por indícios de desgaste e verifique se há alguma peça fora do lugar. Se tiver, chame um técnico imediatamente, pois um pequeno problema pode crescer demais e se transformar em gastos desnecessários.

Lembre-se que a área em volta do mecanismo de automação deve estar sempre arejada. Isso evita a umidade no local e impede que ele seja tomado por insetos capazes de afetar os componentes elétricos.

Auxílio profissional

Mesmo com os cuidados básicos do dia a dia sendo feitos corretamente, é recomendável contar com a visita de um profissional especializado de tempos em tempos. Com conhecimento técnico aprofundado, ele será capaz de identificar defeitos que ainda nem se manifestaram tão claramente, mas podem dar trabalho no futuro.

No momento da instalação, é importante perguntar qual o tempo recomendado para manutenções preventivas. Esse será um gasto muito pequeno em comparação aos prejuízos que você pode ter com o portão quebrado. Aqui vale aquele clichê: “prevenir é melhor que remediar”.

E aí, o que você achou deste conteúdo?

Agora você já sabe tudo que é essencial na manutenção do portão eletrônico. Ao entender melhor como o equipamento funciona, você terá mais condições de verificar a qualidade da instalação e cuidar adequadamente dele. Dessa forma, poderá desfrutar dos benefícios que um portão eletrônico traz em termos de conforto e segurança.

Quer mais dicas para manter sua casa sempre bem cuidada? Continue no blog da Arbo Imóveis e veja tudo que você precisa saber sobre a manutenção do ar condicionado.

E se você está buscando imóveis para alugar ou comprar, aproveite para conhecer o Portal Arbo. Lá você encontra casas, apartamentos e terrenos em centenas de cidades e faz tudo online.

Postagens relacionadas

alugar-casa

Como alugar casa: confira o passo a passo

Está em busca de uma casa para alugar? Então, confira nossas dicas neste artigo.  Pelo menos uma vez na vida, quase todas as pessoas vão precisar alugar uma casa. Essa é uma etapa muito importante e que gera muitas dúvidas nos envolvidos. Mas, na verdade, apenas uma palavra pode te ajudar a passar por todos […]

financiamento-ou-consórcio

Financiamento ou consórcio: qual é a melhor opção?

Esta é uma dúvida muito comum entre as pessoas que estão em busca de crédito para comprar um imóvel. Saiba como escolher entre financiamento ou consórcio. Comprar um imóvel é uma decisão que exige tomar algumas atitudes para a grande maioria dos brasileiro. E, uma das principais, é decidir qual será a maneira de viabilização […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *