25 de setembro de 2021

Vai mudar de casa com o pet? Confira essas dicas.

Um pet precisa de alguns cuidados especiais para se adaptar a um novo lar. Neste texto, você vai ler algumas dicas para facilitar esse processo.

Mudar de casa é sempre um processo que exige cuidados especiais. No entanto, se você tem um pet em casa, a preocupação aumenta ainda mais. Isso porque, geralmente, a mudança de ambiente exige um tempo da adaptação deles. 

E não importa se você tem um cachorro ou um gato, deve se preocupar em reservar um tempo para planejar como fará para deixá-lo mais confortável com a mudança de casa. 

Neste texto, vamos te explicar alguns passos que você pode seguir para mostrar ao seu gato ou cachorro que o novo lar é um lugar seguro e aconchegante para ele. 

Como a mudança de casa afeta os pets? 

mudar-de-casa

Os animais domésticos são muito sensíveis às mudanças de ambientes e de rotinas. Isso acontece porque eles são animais de costumes e territórios. 

A primeira coisa que um cão, por exemplo, faz ao chegar em um novo ambiente é demarcar aquele território como “seu”. Esse é um processo herdado de seus ancestrais que viviam na natureza e precisavam brigar pelo espaço com outros animais. Portanto, eles demarcam o local com seus cheiros, pelos e espaços. O mesmo processo ocorre com os gatos. 

Por conta disso, mudar de casa significa para eles “perder” o seu território, causando alguns sintomas como nervosismo, estresse e agitação. É normal. O novo ambiente traz cheiros, sons e características que eles não estão acostumados. Esses sintomas podem ficar ainda maiores caso você se mude para uma vizinhança ou um prédio que tenha muitos outros pets. 

Mas, como já explicamos, o objetivo desse texto é justamente te mostrar algumas tarefas que você pode seguir para tornar todo esse processo de adaptação mais fácil. Confira abaixo. 

Procure manter a rotina de sempre 

mudar-de-casa

Os dias de mudança são uma correria, não é? O seu pet sente muito isso. É muito comum os donos, por conta de todas essas tarefas que mudar de casa exige, deixar os animais de estimação em segundo plano. Por mais que seja complicado, evite isso. Reserve um tempo do seu dia para passear ou seguir a rotina que vocês seguem em dias normais. 

A rotina é essencial para eles. Os cães, por exemplo, são acostumados a, desde pequeno, terem horários para tudo: passear, fazer necessidades, comer, dormir, brincar. É muito comum que eles sintam muita dificuldade com qualquer alteração repentina nesta rotina. 

Você pode sentir que ele irá latir mais, pedir sua atenção, apresentar pouca vontade de comer ou até mesmo ter problemas mais sérios de saúde por conta dessa situação. 

Então, por mais que seja um esforço grande, tente impactar o mínimo possível a vida do seu melhor amigo. Você vai ajudar muito ele mantendo a rotina de sempre. 

O que fazer no dia da mudança? 

Geralmente, o dia da mudança é uma grande loucura, não é? A casa fica uma bagunça, com caixas para todos os lados, pessoas estranhas circulando nos ambientes e tudo fora do lugar. 

Por isso mesmo, é essencial que você cuide de seu pet neste momento. Esse dia especificamente pode ser bastante estressante para ele. 

Apesar de não ter muito como fazer de outra forma, mantenha ele perto de você ou longe da movimentação intensa. O ideal é que ele fique preso dentro de um cômodo, longe da mudança. 

Distraia ele com brinquedos, brincadeiras ou servindo sua comida preferida na hora da refeição. 

Caso você realmente não consiga mantê-lo calma, pode ser uma boa ideia considerar um hotel para pets ou a casa de um amigo. Por lá, ele vai manter uma rotina tranquila por algumas horas e vai se estressar muito menos. 

Como adaptar o pet ao mudar de casa? 

Depois da mudança, vem o processo de adaptação ao novo lar. Tudo começa na primeira vez que você for levar ele para a casa. Faça desse primeiro trajeto uma viagem tranquila e com segurança para ele. 

Caso seja um trajeto muito longo, como mudanças de cidades, por exemplo, a caixa de transporte para cachorro é uma grande ideia. Nos primeiros minutos na nova casa, feche bem todas as portas e janelas, e deixe seu pet explorar o novo local do jeito dele. Tente não controlá-lo muito nesta hora. Lembre-se: essa é uma grande mudança para ele também. 

Depois desse primeiro contato, existem ainda alguns cuidados que você pode ter para deixar o seu pet ainda mais à vontade nos primeiros dias no novo lar. 

Um dos principais é manter os itens pessoais dele em um lugar semelhante na casa nova. Isso ajuda porque, da mesma maneira que nós, os pets também possuem memória afetiva e apego pelos seus objetos. Por isso, manter a mesma cama, brinquedos, pote de ração, roupinha, por exemplo, pode ajudar muito no processo de adaptação deles na nova casa. É um modo de mostrar para eles que está tudo bem. E que a mudança não mudará em nada o bem-estar deles. 

Essa dica é importante ressaltar porque é um erro que muitas pessoas cometem. Como estão em uma casa nova, querem comprar tudo novo. Incluindo os objetos dos pets, sem saber que, fazendo isso, tiram todo o referencial que eles tinham de rotina. 

Vai mudar de casa com o pet? Tenha muita paciência! 

mudar-de-casa

Mais uma dica importante para você é: tenha paciência com o seu pet. Por mais que você siga todas as orientações e faça tudo certinho, eles vão sentir um pouco a mudança de casa. É claro que as reações irão variar entre eles. Alguns ficarão um tempo mais introspectivos, outros irão ficar mais estressados e agitados. 

É muito comum, por exemplo, ocorrerem algumas fugas nos primeiros dias. Afinal, é o instinto deles falando mais alto. Se eles não estão em um ambiente seguro e que conhecem, devem ir embora. Por isso, mantenha atenção redobrada quando as portas estiverem abertas. Uma boa ideia também para se proteger que seu pet fuja e se perca, é manter uma coleira de identificação nele. Dessa forma, você aumenta as chances de, caso algo ocorra, ele voltar para casa. 

Geralmente, as coleiras de identificação trazem as seguintes informações: 

  • Nome do animal;
  • Telefone residencial com DDD;
  • Celular com DDD;
  • Endereço;
  • E-mail;
  • Número de telefone alternativo (pessoa de confiança ou o veterinário).

Caso o seu pet tenha um problema de saúde grave ou esteja em tratamento medicamentoso, pode ser importante incluir o nome da doença e o tipo de tratamento na coleira também. 

Outra dica importante é dar atenção redobrada para eles neste período. São dias para você realmente mimar o seu melhor amigo. Compre brinquedos, saia para passear mais de uma vez ao dia, dê muito carinho e permita que ele fique junto de você também. 

Mais do que nunca, a sua companhia é importante para a segurança e o bem-estar dele. 

Agora que você já viu com detalhes todas as informações sobre mudar de casa com um pet, que tal um checklist rápido das atividades que vimos no texto?

O que fazer antes de mudar de casa com um pet?

  • Preparar com antecedência o meio de transporte no qual o animal irá para a nova casa.
  • Comprar uma coleira de identificação com o novo endereço
  • Leve-o a passear pela casa nova uns dias antes da mudança definitiva.
  • Mantenha a rotina e horários de refeições, passeios e descanso. 

O que fazer durante a mudança com um pet? 

  • Manter o animal longe da mudança em si. 
  • Garanta que os objetos pessoais deles estão incluídos na mudança 

O que fazer após a mudança com um pet? 

  • Deixe-o explorar o novo ambiente com calma 
  • Não o deixe sozinho por muito tempo na nova casa
  • Defina as regras da casa nova
  • Faça passeios regulares com ele pela vizinhança 
  • As brincadeiras vão ajudá-lo a distrair-se e a compreender que a nova casa é boa para ele.

O que você achou das dicas sobre como mudar de casa com um pet? 

Agora que você já sabe o que não pode errar na hora de fazer a sua mudança, está pronto para aproveitar o novo lar.

Caso tenha gostado deste material, compartilhe com os seus conhecidos que também vão fazer uma mudança de casa em breve. 

E se você quiser saber mais informações sobre a Arbo Imóveis, visite nosso site e encontre os melhores empreendimentos. Lá você encontra informações sobre todos os serviços oferecidos pela Arbo.

Você pode também acessar outros artigos sobre a mudança de casa no blog da Arbo. Como: Mudança de casa: conheça os 5 erros mais comuns. 

Para dúvidas do cotidiano, a nossa Central de Ajuda pode te ajudar. Visite também o Portal da Arbo para encontrar o imóvel ideal para você e para a sua família

Postagens relacionadas

como-alugar-uma-casa

Descubra como alugar uma casa com a Arbo Imóveis

A Arbo é referência na locação de imóveis em todo o Brasil. Nesse texto você confere o passo a passo de como alugar uma casa com a empresa, bem como as vantagens da negociação O aluguel de um imóvel é, muitas vezes, uma grande conquista na vida das pessoas. Entretanto, o processo de locação pode […]

Aluguel de apartamento: como calcular o valor ideal?

Vai se mudar para um novo imóvel e quer descobrir quanto deve pagar pelo aluguel de apartamento? Confira o texto e saiba como fazer o cálculo Por vontade ou por necessidade, chega um momento em que todos precisam comprar ou locar um imóvel. Nesse momento, muitos optam pelo aluguel de apartamento, que se mostra como […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *