27 de janeiro de 2022

Iluminação zenital: o que é e como usar na sua casa

iluminacao zenital uso de claraboias para iluminacao natural

A iluminação zenital é uma excelente alternativa para quem quer aproveitar ao máximo a luz natural em casa! Saiba tudo sobre o assunto!

Você já ouviu falar de iluminação zenital? Essa é uma tendência cada vez mais valorizada nos projetos de interiores, pois trazem beleza e sustentabilidade para os ambientes. Inclusive, ficar em casa pode até ser ainda mais confortável com esse tipo de luz, sabia?

Esse recurso é, basicamente, a luz natural que vem do alto em uma construção. Ou seja, significa uma abertura, normalmente de vidro, na cobertura da casa ou prédio.

Quer saber tudo sobre as vantagens de aplicar a iluminação zenital no seu imóvel? Então, esse post é para você! Veja todas as dicas abaixo e descubra se essa novidade será útil no seu lar! 

Mas afinal, o que é iluminação zenital?

Iluminação zenital é a entrada de luz natural em um ambiente por meio de pequenas ou grandes aberturas na cobertura. Ela é indicada para espaços comerciais e residências com ambientes amplos.

A luz zenital pode ser usada tanto por motivos estéticos ou para lidar com alguma limitação do ambiente, como a impossibilidade de abrir janelas. Esse é o caso de alguns ambientes como museus, shoppings, fábricas, entre outros.

A iluminação zenital é produzida por materiais como acrílico, vidro ou policarbonato, revestidos de estruturas metálicas ou em madeira, evitando o excesso de luz solar no ambiente. 

Mas atenção, na hora de planejar as aberturas zenitais é preciso ter cautela, pois um projeto mal estruturado pode levar a pontos de entrada de sol que poderão aquecer o ambiente e determinados móveis em demasia, e até mesmo promover a criação de pontos de infiltração de água.

Também é importante ter um cuidado maior com essas aberturas de tempos em tempos, para evitar sujeira em excesso sobre os revestimentos, que afetam a luminosidade do cômodo.

Principais vantagens da iluminação zenital

Luz natural

Uma vantagem de usar a iluminação zenital é com isso o menor uso de iluminação artificial durante o dia, que contribui também numa melhor ventilação do local.  Isso traz redução na energia elétrica da edificação.Além disso, a luz natural é um recurso importantíssimo para quem busca um edifício mais sustentável e econômico. 

Ventilação natural

A ventilação natural ocorre por conta do comportamento do próprio ar, pois em locais fechados, o ar frio tende a ficar próximo do chão, enquanto o ar quente se acumula no alto próximo do teto. Interessante, não é?

Com isso, a instalação de uma iluminação zenital permite que a ventilação do local provoque uma circulação natural do ar, porque o vento vai entrar pelas janelas e portas, movimentando o ar frio próximo ao chão, fazendo com que o ar quente saia pelas aberturas na cobertura.

É importante ressaltar que a ventilação natural é um recurso natural, renovável, inesgotável e sem custo. Ou seja, é bem vantajoso, concorda?

Tipos de iluminação zenital

Claraboia

As claraboias são aberturas horizontais feitas no teto, estrategicamente posicionadas, para a entrada de luz solar, podendo ser projetadas nos formatos quadrado, circular e triangular. São visivelmente bonitas e melhoram o padrão estético de qualquer ambiente.

Esse sistema de  iluminação zenital permite a integração com aberturas para ventilação, que são geralmente feitas de policarbonato, acrílico ou vidro, estruturas transparentes chamadas de domos.

É uma das opções mais usadas em projetos residenciais ou edificações, pois são capazes de iluminar aproximadamente oito vezes mais do que uma janela do mesmo tamanho. Por isso, deve ser utilizada com cuidado, já que tende a favorecer o ganho de cargas térmicas no cômodo, aumentando a temperatura interna.

As claraboias são ótimas opções para deixar ambientes de transição, que eventualmente têm pouca luz, como banheiros, corredores e halls. 

Claraboia tubular

A claraboia tubular, também chamada de tubular solar, é um tubo que conecta o telhado com a parte do teto do cômodo escolhido para que a luz natural entre diretamente naquele ponto específico.

As claraboias tubulares podem ser instaladas em diferentes tipos de coberturas, e possuem vários tamanhos. Os tubos refletem e levam luz onde não é possível instalar outras opções como claraboia ou shed. O uso delas é indicado em áreas com coberturas com certa profundidade, quando há um espaçamento entre o forro e o telhado.

Iluminação zenital em Sheds 

O Sheds é mais usado em edifícios industriais e galpões, por conta da sua cobertura metálica. A configuração desse sistema forma “dentes de serra” no telhado, que permitem a entrada de determinada quantidade de luz.

Normalmente, elas são posicionadas para a direção de menor incidência solar, para uma entrada de luz natural sem raios solares diretos. Para deixar a ventilação do edifício ainda melhor, é possível colocar aberturas para a ventilação.

Esse tipo de iluminação zenital é projetada cuidadosamente para que não corra risco de infiltração de água durante chuvas. O que é ótimo, pois as suas dimensões e inclinações suprem as necessidades de iluminação do espaço interno, o que possibilita uma maior ou menor entrada de luz no ambiente.

Lanternins

O lanternim é um tipo de abertura que se sobressai à cobertura, pode ser no modelo de  telhados inclinados, por exemplo, muito utilizados em jardins de inverno, ou com laje horizontal, sempre com um vão com duas faces opostas de entrada de luz. 

Este recurso é recomendado para ambientes com pé-direito alto, e pode também conter aberturas móveis para a entrada de ventilação no espaço.

Átrio

Átrio é um espaço central aberto ou com uma iluminação zenital bem grande. Ela é colocada sobre a cobertura, normalmente em geométricas piramidais ou com duas águas, composta por perfis metálicos e vidro.

Cúpula

A cúpula é uma abóbada de vidro. Ela proporciona o maior alcance de iluminação, quando comparada às demais opções de iluminação zenital. Por conta disso, é usada apenas em espaços de grandes dimensões, como shoppings e ambientes de circulação, que permitem uma maior incidência de radiação que pode comprometer o conforto térmico do espaço.

Exemplos com iluminação zenital para se inspirar

Agora que passamos mais tempo em casa, reparamos mais na qualidade dos ambientes e nos elementos que deixam a casa mais agradável e aconchegante, concorda?  Nesse sentido, a iluminação zenital  é um recurso imprescindível para garantir bem estar nos ambientes. Veja algumas inspirações abaixo:

Claraboia com vegetação

Além de proporcionar iluminação natural, colocar plantas no vão de uma escada ajuda a criar um ambiente mais natural, mesmo que dentro de casa. Já pensou acordar e sentir a luz do sol e olhar para uma árvore dentro de casa? Incrível, não é?

É importante destacar que como as vegetações de porte médio ou grande precisam de iluminação natural, este é um recurso muito interessante para quem quer ter uma árvore em casa. De qualquer forma, vale lembrar que as árvores, além de iluminação, também precisam de ventilação natural e dificilmente resistem a ambientes com ar condicionado.

Amplitude e conforto 

Já imaginou o céu fazendo parte da decoração da sua casa? Demais, não é? Com uma claraboia que se estende por toda a extensão do espaço e que se une a uma grande porta com moldura de madeira, isso é possível! 

Com isso, o ambiente ganha ainda mais amplitude com as superfícies brancas que destacam o piso de concreto aparente. Sobre ele, que tal uma seleção de mobiliários e objetos coloridos?

Claraboia no banheiro

Os banheiros geralmente são os ambientes mais escuros de uma casa. Isso ocorre porque a janela desses espaços geralmente é reduzida, ou às vezes o ambiente não têm janelas, apenas aberturas que dão em dutos não iluminados. Nessa ideia, a claraboia traz uma  iluminação zenital incrível para o espaço e valoriza o revestimento da parede de fundo do banheiro.

E agora, depois de todas essas dicas, você está pensando em melhorar sua casa através da iluminação zenital? Conte para nós aqui nos comentários e visite sempre o Blog da Arbo!

Receba nossos novos conteúdos por e-mail!


Cadastre-se na newsletter semanal do Blog da Arbo, com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

Confira 5 dicas para realizar a vistoria de apartamento

Se você vai alugar um imóvel, precisa visitá-lo antes de assinar o contrato de locação. Nesse momento, é importante realizar uma vistoria de apartamento completa A compra ou o aluguel de um imóvel é sempre um momento importante na vida de uma pessoa. Isso porque a ação representa uma mudança bastante significativa. Para que tudo […]

dicas de limpeza da casa

5 dicas para facilitar a limpeza da casa

A limpeza da casa é uma tarefa complexa, que exige tempo e dedicação. Entretanto, é possível facilitar a atividade com algumas ações simples, que você vai aprender nesse texto Limpar o lar não é tarefa fácil, certo?! Principalmente se você levar em consideração o tamanho do ambiente, a demora para conseguir higienizar tudo e, até […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *