12 de maio de 2022

História da refrigeração: saiba como a geladeira surgiu

refrigeração

Saiba como surgiu a refrigeração e como se deu a sua evolução no decorrer do tempo. 

Você já imaginou a sua casa ou apartamento sem uma geladeira? Para nós, é difícil imaginar a vida sem a tecnologia da refrigeração. Mas, houve um tempo em que tudo era mais complicado para a humanidade. 

Desde armazenar alimentos até tornar a temperatura de ambientes mais amenos. A evolução da refrigeração proporcionou um grande avanço social para o mundo. Mas, como será que essa tecnologia se desenvolveu? É esse o assunto desse texto. Vamos passar juntos pelas etapas da história da refrigeração para você entender tudo sobre essa tecnologia que tanto nos ajuda no dia a dia. Vamos lá? 

Como surgiu a refrigeração? 

refrigeração

Desde sempre, a humanidade tem o desejo de congelar objetos ou alimentos. Tanto que os primeiros esboços do projeto do equipamento que hoje chamamos de geladeira datam da grécia antiga. 

Porém, foi apenas depois de muito avanço tecnológico e estudo que o primeiro refrigerador de fato foi criado. 

A primeira máquina refrigeradora foi construída em 1856, pelo australiano James Harrison. O cientista havia sido contratado por uma fábrica de cerveja para produzir uma máquina que refrescava o  produto durante o seu processo de fabricação. A experiência, no entanto, ficou restrita a apenas aquela fábrica e só evoluiu muitos anos depois. A partir do começo do século XX apareceram no mercado alguns modelos que ajudaram a popularizar o aparelho. 

O primeiro refrigerador voltado para o funcionamento doméstico só apareceu em 1913 e foi batizado DOMELRE (DOMestic ELectric REfrigerator). Outro que se tornou muito popular foi o General Electric “Monitor-Top”, que apareceu em 1927. Esses dois modelos iniciais foram fabricados e vendidos nos EUA. 

No Brasil, o refrigerador demorou um pouco mais para chegar. O primeiro foi construído no ano de 1947, em uma  oficina na cidade de Brusque (SC). Depois dessa primeira experiência, entre 947 a 1950, Guilherme Holderegger e Rudolf Stutzer já tinham fabricado, no mesmo local, 31 aparelhos refrigeradores movidos a querosene. 

Nas décadas seguintes, fábricas foram criadas e a geladeira passou a funcionar da maneira que conhecemos nos dias de hoje. 

Para quem se interessou pelo tema da história da geladeira e da refrigeração, pode gostar também desse vídeo disponível no canal do Youtube do “The History Channel Brasil”. O vídeo conta a história da ideia da comida congelada. O que dá uma dimensão do tempo que a humanidade pensou nos princípios da refrigeração e dos seus poderes para a evolução dos homens. Assista abaixo. 

Como funciona a refrigeração? 

A refrigeração da geladeira funciona da seguinte maneira: 

  • 1 – O calor transfere-se das zonas quentes para as zonas frias (ou menos quentes).
  • 2 – A pressão é proporcional à temperatura. Ou seja, aumentando a pressão, aumenta-se a temperatura.
  • 3 – A evaporação de um líquido retira calor. Fenômeno análogo à sensação de frescura sentida pela evaporação de álcool sobre a pele, ou pela transpiração.

No interior de cada refrigerador existe uma serpentina oculta (evaporadora) onde circula um gás  frio (-37 °C). O calor dos alimentos é transferido para este gás que vai aquecendo à medida que percorre a serpentina. Para transferir esse calor para o exterior usa-se um compressor que, ao aumentar a pressão ao gás, aumenta-lhe a temperatura. 

Este gás aquecido segue para o condensador, onde troca calor com o ar exterior, arrefecendo o gás e condensando-o. O líquido refrigerador passa então por uma válvula de expansão ou garganta, que provoca um abaixamento brusco na pressão e consequente evaporação instantânea e auto-arrefecimento. Este gás frio entra no frigorífico e completa-se o ciclo termodinâmico.

Quais são os modelos mais comuns de geladeiras? 

refrigeração

Como já explicamos, a geladeira existe há muitos anos. E, conforme esse tempo foi passando, claro, houve a criação de diversos modelos. Mas no geral, podemos resumir que existem três modelos mais comuns no mercado nos dias de hoje. Cada um com a sua característica e especificidade. Vamos destacá-los abaixo: 

Modelo com 1 porta

A geladeira com uma porta é a mais tradicional que existe. Possui apenas uma porta, pois os dois compartimentos são divididos no interior do aparelho. Para quem tem pouco espaço ou um orçamento reduzido para comprar um modelo novo, é o ideal. 

Modelo duplex

Esse tipo de geladeira, nos dias de hoje, é o mais comum. Praticamente, todos os modelos novos usam o sistema duplex, em que os compartimentos são divididos externamente, cada um com sua própria porta. 

Modelo com freezer embaixo

Esse modelo é o mais moderno que existe no mercado nos dias de hoje. O freezer fica na parte inferior para facilitar a organização e também a limpeza do aparelho. É um modelo um pouco mais caro, mas para quem está pensando em investir um pouco mais, pode ser uma excelente opção. 

Conheça a Central de Ajuda da Arbo, que pode te auxiliar em diversas questões do dia a dia. Lá você encontra, por exemplo, informações sobre os melhores provedores de internet das principais cidades do Brasil e o passo a passo para emitir a segunda via de fatura de energia elétrica, de água e até mesmo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Como cuidar bem da sua geladeira? 

Como já explicamos na introdução deste texto, é muito difícil pensar em um lar nos dias de hoje sem geladeira, não é? Então, para finalizar esse vídeo, que tal algumas dicas para você cuidar do modelo que você tem na sua casa? 

São dicas simples mas que, caso aplicadas, podem te ajudar (e muito) e aumentar a vida útil do seu refrigerador. Confira abaixo. 

Armazene os alimentos com cuidado

Dentro desses dois compartimentos há diferentes níveis de temperatura. Por isso, é errado não fazer um planejamento e pensar com calma onde cada alimento vai ser armazenado dentro da geladeira. 

É essencial posicionar cada alimento conforme a sua necessidade de resfriamento. No gera, as geladeiras mais tradicionais funcionam da seguinte maneira: quanto mais alta a altura, menor a temperatura. Ou seja, na parte de cima dos compartimentos a temperatura é menor. Na parte de baixo, é maior. Por isso, o ideal é que os alimentos mais sensíveis sejam armazenados na parte inferior e os mais perecíveis na parte de cima. Tanto para não estragar os alimentos, quanto para não exigir da geladeira uma potência maior do que a necessária. 

Outro ponto importante nesse quesito é tomar cuidado para que os alimentos não obstruam as saídas de ar dos dutos internos do aparelho. Isso pode afetar bastante o seu funcionamento, reduzindo a sua capacidade de refrigerar. 

Cuidado com a vedação

A geladeira foi projetada para estar sempre fechada, em isolamento térmico. Por isso que, em volta das portas, existe uma borracha de vedação. Para garantir que nenhum tipo de ar interfira no funcionamento do eletrodoméstico. 

Por isso, é muito importante que deixe a geladeira de porta aberta o menor tempo possível. Nada de ficar muitos minutos escolhendo o que vai pegar nela ou deixá-la aberta para facilitar os processos durante o preparo de uma refeição. 

De tempos em tempo, é importante verificar qual o estado de conservação da borracha de vedação do aparelho. Caso seja necesssaŕio, faça a troca. É muito comum que acumule sujeiras nas dobras dessa borracha também. Essas impurezas atrapalham o processo de vedação da borracha. Por isso, verifique esse ponto sempre que possível. 

Caso necessário, realize o degelo

Principalmente nos modelos mais antigos, o processo de desgelar o freezer é fundamental. Já que, com o tempo, é muito comum que haja um acúmulo de gelo no neste compartimento e, consequentemente, um bloqueio nas saídas de ar. Esse bloqueio pode danificar os dutos de congelamento, o que vai levar sua geladeira para o conserto.

Claro que, nos dias de hoje, a grande maioria dos modelos de geladeiras são “frost free”, que basicamente possuem um mecanismo de “desgelo automático”. O que tornou esse problema muito incomum. Mas, mesmo se a sua geladeira for das mais modernas, é importante que, periodicamente, verifique como está a quantidade de gelo em seu congelador. 

E, caso a sua geladeira seja dos modelos mais antigos, então faça o processo de desgelo sempre que verificar uma camada grossa de gelo no compartimento do freezer. 

Cuidado com as luzes internas

Outro importante ponto que muitas vezes é deixado de lado na manutenção de geladeira são as luzes internas. Toda geladeira tem luzes que são posicionadas dentro do eletrodoméstico para gerar calor e iluminar a parte interna. 

É relativamente comum as lâmpadas internas queimarem e as pessoas não perceberem. E isso pode trazer alguns problemas futuros para o seu aparelho. 

Quer conferir artigos semelhantes? Então continue a navegar pelo Blog da Arbo. Aqui você encontra conteúdos sobre mudanças, como o passo a passo para se mudar para um novo imóvel, sobre decoração, como dicas para renovar o quarto e a sala de estar, e sobre o mercado imobiliário em geral, como as vantagens de investir em imóveis.

refrigeração

O que achou deste conteúdo sobre refrigeração?

Agora que você já sabe tudo sobre história da refrigeração, chegou o momento de nos contar sua opinião sobre as informações apresentadas. As dicas te ajudaram? Você planeja começar a fazer a manutenção preventiva da sua geladeira? Deixe suas impressões na caixa de comentários abaixo e, em caso de dúvidas, não hesite em nos perguntar.

Postagens relacionadas

imóvel tombado

Imóvel tombado: o que você precisa saber

Reunimos em um só lugar as dúvidas mais frequentes sobre imóveis tombados. Saiba o que são, como é o processo de tombamento, as regras para inquilinos e muito mais.  Em geral, imóveis tombados são prédios, sobrados e casas mais antigas, com ótima localização, arquitetura bonita e muita história para contar. Se você está em busca […]

Hygge: saiba tudo sobre esse estilo decorativo

Você já ouviu falar do hygge e sobre como ele é aplicado na decoração das casas? Trouxemos um conteúdo especial para você ficar por dentro dessa tendência Se você quer decorar sua casa e está pensando em um estilo que preza pelo conforto e pela comodidade, a tendência de decoração hygge é para você. Esse […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *