19 de novembro de 2021

Descubra quanto ganha um corretor de imóveis

Quanto-ganha-um-corretor-de-imóveis

Está pensando em se tornar um corretor de imóveis e quer saber qual a média salarial desta profissão? Veja essa e muitas outras informações para quem quer seguir esta carreira!

O constante crescimento do mercado imobiliário tem feito a procura pela profissão de corretor de imóveis crescer consideravelmente no Brasil. Entre muitas dúvidas que as pessoas que se interessam pela profissão possuem, quanto ganha um corretor de imóveis é uma das maiores delas. 

A verdade é que, para responder essa questão, temos que avaliar alguns fatores específicos. Neste texto do Blog da Arbo, vamos tentar abranger todos os detalhes para sanar essa dúvida em relação ao salário dos corretores. 

Quanto ganha um corretor de imóveis? 

O lado financeiro é sempre um aspecto importante na escolha de uma carreira. Para os corretores imobiliários, esse é um dos desafios da profissão, já que o corretor não costuma ter um salário fixo. Na verdade, sua remuneração vem por meio de comissões.

Os valores pagos em caráter de comissão para a intermediação de negociações imobiliárias seguem uma tabela definida pelo Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) de cada estado.

Para ter uma noção de quanto ganha um corretor de imóveis, veja essa tabela com os percentuais de comissão validados pelo Creci-SP:

comissão para venda de imóveis rurais6% a 10%
comissão para venda de imóveis urbanos 6% a 8%
comissão para venda de imóveis industriais 6% a 8%
comissão para venda judicial5%
comissão para venda de empreendimentos4% a 6%
comissão para locação de imóveis (sempre paga pelo locador)1 mês de aluguel
comissão para locação por temporada (até 90 dias)30% sobre o valor recebido
Fonte: Creci-SP

Vale destacar que a tabela é uma referência. Às vezes, a depender da imobiliária ou da incorporadora, há acordos com percentuais diferentes. O corretor deve ficar atento a isso para conseguir negociar condições melhores.

Quando a intermediação é feita para imóveis na planta, as construtoras e as incorporadoras costumam oferecer outros incentivos aos corretores. Geralmente, há premiações pelo alcance de metas.

Apesar disso, o site vagas.com.br apresenta dados sobre os salários de corretores de imóveis. O profissional em fase inicial ganha R$ 2.012 e pode chegar a R$ 4.514. O valor mediano é de R$ 3.008. Vale destacar que esses valores são médias calculadas de acordo com as vagas anunciadas no site e, como dissemos, os ganhos podem variar muito.

Dito isso, é normal que um corretor em início de carreira ganhe menos que seus colegas mais experientes. Contudo, conforme o profissional aperfeiçoa suas técnicas de vendas e se torna mais conhecido no mercado, a tendência é que o faturamento cresça.

Mas, para colocarmos essa explicação em números, podemos usar como base as porcentagens da tabela acima para criar uma situação hipotética. 

Imagine que um corretor autônomo fechou cinco vendas de imóveis urbanos em um mês e cada um deles valia R$ 100 mil. Como a comissão é de 6%, ele ganharia R$ 6 mil para cada venda, ou seja, R$ 30 mil reais no total. 

Em um segundo caso hipotético, imagine um autônomo que faz uma única venda de R$ 400 mil ao longo do mês. Ele receberá a comissão de 6%, R$ 24 mil. Essa diferença demonstra que o nicho escolhido pelo corretor também faz diferença. 

Ser um corretor especialista, que se concentra em um único tipo de imóvel ou segmento de mercado, pode ser um ótimo caminho para consolidar sua carreira. Há profissionais especializados em moradias populares, de luxo, apartamentos urbanos, propriedades, entre outras. São muitas possibilidades de atuação.

Escolha aquela em que você se sinta mais confortável e que tenha mais demanda na sua região. Outra boa dica para o começo da carreira é atuar dentro de uma imobiliária. A vantagem é que você já teria toda uma estrutura para prestar atendimento, uma carteira de imóveis para trabalhar e os leads gerados pela empresa.

Além disso, ao conviver com profissionais com mais tempo de atuação, você aprenderá métodos de trabalho já consolidados. Essa vivência pode ser decisiva caso você decida trabalhar como autônomo no futuro.

Para aumentar suas vendas, é altamente recomendável ter uma boa presença online. Aprender a utilizar as redes sociais como ferramentas de trabalho é crucial para divulgar o que você faz e se transformar em referência no mercado.

O que o corretor de imóveis faz?

Popularmente, convencionou-se pensar no corretor imobiliário como um profissional que está sempre ao lado dos proprietários, mas isso não é verdade. Os profissionais que são referência nesta função são especialistas em negociação e intermediação que assessoram compradores, vendedores, locadores e locatários.

Seu papel envolve resolver desde as questões mais burocráticas até as mais práticas. Por isso, ele é responsável por uma série de tarefas durante o processo de compra, venda ou aluguel de um imóvel. Um bom corretor estará sempre presente para fazer com que a comunicação entre as partes envolvidas na transação seja feita da maneira mais clara possível.

Com o passar dos anos, a função do corretor foi ganhando ainda mais força no mercado brasileiro. Dados coletados pelo Cofeci (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis) e pelo Creci (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis) mostram que o Brasil possuía, no último trimestre de 2019, mais de 389,4 mil corretores de imóveis e mais de 48,8 mil imobiliárias.

Neste mesmo ano, as instituições apontaram que, a cada mês, cerca de 2 mil profissionais ingressaram no mercado imobiliário, ao passo que 200 novas imobiliárias foram abertas.

De olho nas mudanças trazidas pela tecnologia, também é necessário saber desde cedo que o papel do corretor está mudando. Com o surgimento dos portais imobiliários, toda a informação básica que o cliente precisa ter sobre uma casa ou um apartamento já está disponível. Portanto, para se destacar o corretor deve se comportar como um consultor.

Como começar a carreira de corretor de imóveis?

Agora que você já está ciente sobre o que faz um corretor imobiliário, vamos conversar um pouco sobre como você pode começar nessa carreira. 

Como em qualquer carreira, o crescimento do corretor imobiliário exige dedicação e tempo. Nos primeiros passos, você ainda não terá clientes próprios. Por isso, provavelmente passará boa parte do tempo se dedicando a conquistar seus primeiros clientes

Para ser corretor imobiliário é necessário: 

  • Ter mais de 18 anos;
  • Ter concluído o ensino médio;
  • Fazer o curso de TTI (Técnico de Transações Imobiliárias).

O TTI é um curso de nível técnico que pode durar entre 4 e 18 meses. Contudo, esse não é o único caminho de formação que um corretor pode trilhar em sua carreira. O curso de tecnólogo em gestão imobiliária tem um conteúdo semelhante e vai te ajudar a entender melhor as suas funções. 

Ao longo do curso, o corretor terá que passar pelo estágio obrigatório. Para se tornar um corretor de imóveis, deve-se cumprir, no mínimo, 128 horas de estágio obrigatório supervisionado. 

Cumprida essa etapa de formação, você terá que passar pelo último passo que é a prova de certificação do Creci. Assim como advogados, médicos ou arquitetos, os corretores de imóveis também precisam adquirir uma carteira profissional.

Depois disso, você já poderá atuar como corretor, seja dentro de uma imobiliária ou como autônomo. No segundo caso, uma dúvida frequente é sobre a possibilidade de atuar como MEI (Micro Empreendedor Individual). Já temos um artigo explicando melhor como isso funciona, mas já adiantamos que não, o corretor de imóveis não pode ser MEI.

A carteira de certificação do corretor é emitida pelo Creci, órgão que coordena e fiscaliza as ações de corretores autônomos e de imobiliárias. 

Como evoluir na carreira de corretor?

O corretor precisa estar sempre atualizado sobre as tendências do mercado para entender o comportamento do cliente e as habilidades que precisa aprimorar. Felizmente, a internet facilitou muito o acesso a conteúdo especializado. 

A própria Arbo, por exemplo, disponibiliza muito material gratuito neste blog, em nosso canal oficial no YouTube, no Instagram e no LinkedIn. Você também pode conferir o ArboCast, podcast que recebe convidados especiais para falar sobre as transformações do mercado imobiliário. Ouça o primeiro episódio no player abaixo:

E se você já começou o processo para se tornar um corretor de imóveis, cadastre-se na nossa newsletter e receba as novidades do Blog da Arbo toda semana, direto no seu e-mail. Basta preencher o formulário abaixo!

Acompanhe as novidades do Blog da Arbo!


Cadastre-se e receba por e-mail nossa newsletter com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

importância qualidade no atendimento imobiliária

Qualidade no atendimento: o que você deve saber?

A qualidade no atendimento é determinante para garantir a satisfação dos clientes de uma imobiliária antes, durante e após o processo de compra. Continue a leitura e confira tudo que você precisa saber para oferecer uma boa experiência ao consumidor A experiência do cliente – também chamada de CX (Customer Experience, em inglês) – tem […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *