27 de setembro de 2021

7 dicas essenciais sobre como economizar dinheiro e comprar uma casa

economizar dinheiro para comprar uma casa

Conhecer bem sua condição financeira atual, criar uma reserva e aprender sobre as várias formas de pagamento. Confira várias dicas para economizar dinheiro e comprar a casa dos seus sonhos!

O clássico sonho da casa própria é uma característica em comum que conecta milhões de brasileiros. Afinal, quem não gostaria de ter seu cantinho e garantir mais segurança e conforto para a família? Mas a necessidade de economizar dinheiro por um longo período é um obstáculo para muita gente.

Neste post do Blog da Arbo, reunimos algumas dicas essenciais para você que está começando a querer transformar o sonho do novo lar em realidade. São sete itens sobre os quais você deve refletir para colocar sua vida em ordem e se aproximar desse grande objetivo. Confira!

  1. Analise sua condição financeira atual
  2. Mude o que não estiver funcionando
  3. Procure guardar 30% da sua renda mensal
  4. Considere os gastos inesperados
  5. Aprenda sobre o mercado imobiliário
  6. Pense no perfil do imóvel ideal
  7. Aprenda sobre formas de pagamento

1. Analise sua condição financeira atual

Para começar, papel e lápis na mão – ou algum aplicativo, se você é do tipo que gosta de tudo digital. Anote todas as suas fontes de renda e suas despesas mensais. E quando digo todas, é todas mesmo – aquele docinho que você comprou por impulso quando estava passando pelo caixa do supermercado também tem que entrar na conta.

Afinal, você precisa ter uma visão abrangente de onde seu dinheiro está indo parar. E pode ter certeza de que você vai se surpreender com a grana que vai embora em coisas supérfluas. É assim com todo mundo, seja com o docinho do mercado, aquele streaming que você paga e nem assiste, o livro que você pegou na promoção e não leu, etc.

São coisinhas pequenas que se juntam para se tornar um gasto significativo ao longo de um mês ou de um ano inteiro. Se colocar na ponta do lápis, você vai ver que os pequenos desperdícios do dia a dia podem estar evitando que você consiga economizar dinheiro para um objetivo maior.

2. Mude o que não estiver funcionando

Muitas coisas só acontecem por força do hábito. Eu e você sabemos muito bem que certas rotinas do dia a dia não são muito saudáveis, nem para o corpo, nem para o bolso. Mas falta aquele empurrãozinho para tomar uma atitude e mudar, né?

A lista das suas receitas e despesas pode ser um fator de motivação nesse sentido. Olhar seu rico dinheiro escorrendo pelos seus dedos com coisas que você nem deveria ter comprado dói. Mas pode ser pior: imagine gastar dinheiro com algo que você sabe que deveria estar fazendo, mas não faz (a academia que você largou depois de duas semanas mandou lembranças).

Isso é só para lembrar que você não precisa cair em uma paranóia para economizar dinheiro. Não se trata de cortar tudo, mas de alocar seus recursos onde faz sentido. Se a academia faz sentido para você, lembre-se do dinheiro que foi investido lá e faça valer a pena. 

Por outro lado, se tem alguma despesa que não está fazendo sentido, corte, reduza ou substitua. Talvez seu plano de celular tenha um limite de internet mais alto que o necessário. Será que dá para trocar por um mais barato?

E todos aqueles streamings que você paga todo mês e nem consegue dar conta de assistir tudo? Dá para fazer um revezamento aí e reduzir bastante o custo mensal com eles. Então, avalie com calma para tomar decisões melhores.

3. Procure guardar 30% da sua renda mensal

Comprar um imóvel é um objetivo grande e que requer um bocado de esforço. O ideal é que você consiga controlar suas finanças bem o suficiente a ponto de conseguir guardar 30% de sua renda mensal. Mas, como já dissemos, sem paranóia. Você não precisa viver a pão e água por causa disso, nem sentir culpa a cada vez que passa o cartão de débito.

Na verdade, guardar quase um terço da renda mensal é mesmo um baita desafio. Esse é um percentual de referência, mas você pode modificá-lo para se encaixar nas suas condições atuais. Apenas tenha consciência de que, quanto maior sua capacidade de economizar dinheiro, mais rápido o objetivo será atingido.

E, para isso, é necessário ter disciplina. Em primeiro lugar, não espere até o final do mês para ver se vai sobrar uma grana para guardar. O correto é separar a quantia planejada logo de cara, assim que o salário entrar na conta. Assim fica mais fácil manter o controle e você terá uma sensação boa ao ver seus trocadinhos reservados para o futuro.

4. Considere os gastos inesperados

Aqui está outro motivo pelo qual a missão de economizar dinheiro para comprar sua casa não deve ser transformado em uma tortura psicológica: imprevistos sempre podem acontecer. A TV que queimou, o pneu do carro que furou e outras tantas coisas inesperadas podem atrasar um pouquinho seus planos.

A ideia central por trás de um planejamento financeiro é justamente estar preparado para quando esse tipo de situação ocorre. É claro que, em um mundo ideal, seria bom não ter que mexer nas suas economias assim, de repente. Mas, para ter uma margem de segurança, economistas costumam recomendar que tenhamos uma reserva para emergências suficiente para viver ao menos seis meses se tudo der errado.

5. Aprenda sobre o mercado imobiliário

Daqui para frente, as dicas são mais voltadas para os preparativos rumo à compra do seu novo lar. Já que o processo de economizar dinheiro é longo, dá tempo para entender bem como funciona o mercado imobiliário e tudo que envolve uma transação desse tipo, como documentação e questões financeiras.

E nesse ponto a internet ajuda demais. Hoje as dúvidas que você tiver podem ser respondidas com poucos cliques, privilégio que nossos pais e avós não tiveram. Procure por sites, blogs, podcasts e canais do YouTube que abordem assuntos do seu interesse e vá absorvendo esse conhecimento.

Aqui no Blog da Arbo, por exemplo, temos conteúdos que abordam diversos aspectos da compra de um imóvel. E você pode se cadastrar na nossa newsletter gratuita para receber novos conteúdos toda semana, direto no seu email. É só preencher o formulário abaixo e partir para a próxima dica.

Acompanhe as novidades do Blog da Arbo!


Cadastre-se e receba por e-mail nossa newsletter com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

6. Pense no perfil do imóvel ideal

Comece a pensar desde já no tipo de imóvel que atenderia suas necessidades. Você pode fazer isso por meio de pesquisas em sites como o Portal Arbo, que tem milhares de imóveis em centenas de cidades brasileiras. Essa é uma maneira de ter uma noção dos preços que estão sendo praticados.

Para escolher seu imóvel ideal, além de pensar no tamanho e na quantidade de cômodos, é necessário considerar os seguintes aspectos:

  • infraestrutura, trânsito e transporte;
  • proximidade em relação ao seu local de trabalho;
  • disponibilidade de instituições de ensino (principalmente se você tem filhos pequenos);
  • estabelecimentos comerciais e de serviços;
  • segurança;
  • áreas de lazer.

7. Aprenda sobre formas de pagamento

Outro ponto que demanda bastante atenção é a forma de pagamento. É bom entender bem as opções disponíveis para evitar confusão na hora de fechar o contrato. 

Financiamento

O financiamento é um tipo de operação financeira em que o valor de um produto ou serviço é dividido em uma certa quantidade de parcelas. Ele é uma opção para quem não consegue pagar o preço à vista, especialmente em bens mais caros, como carros e imóveis.

A operação é realizada por meio de instituições financeiras que, na prática, emprestam dinheiro ao cliente para a compra do bem e cobram a devolução com um certo percentual de juros. Ou seja, se você financia um bem por meio de um banco, ele paga o valor a quem está vendendo e espera que você devolva o dinheiro ao longo do tempo.

Consórcio

O consórcio é um tipo de negociação gerenciada por empresas denominadas administradoras. Todos os procedimentos são fiscalizados pelo Banco Central para garantir a segurança de todos os envolvidos. 

Quando contratamos um consórcio para comprar um imóvel, passamos a participar de um grupo com várias outras pessoas que têm o mesmo objetivo. Cada uma delas deve pagar suas parcelas em dia para que os valores sejam acumulados em uma poupança. A ideia é que, com o passar do tempo, todos os participantes do grupo recebam o valor necessário para a compra.

A administradora define a ordem de distribuição desses valores por sorteio. Como um integrante do grupo, você pode aumentar suas chances de ser contemplado ao oferecer um lance, ou seja, uma antecipação das prestações do consórcio. 

Permuta de imóvel

Se você já tem um imóvel, pode recorrer a uma negociação de permuta. Trata-se de um acordo em que as partes trocam um bem pelo outro. No caso de uma permuta de imóveis, pode ser uma troca de um apartamento por uma casa, por exemplo. O importante é que os envolvidos cheguem a um acordo em que ambos se sintam beneficiados. 

Vale destacar que, nesse tipo de troca, os valores financeiros dos imóveis não precisam ser exatamente os mesmos, até porque o conceito de valor é bastante relativo. Uma pessoa com um apartamento de R$ 200 mil na cidade pode aceitar trocá-lo por uma casa de R$ 150 mil no interior porque, para ela, o fato de ir morar em uma região mais tranquila compensa a diferença financeira.

Outro ponto é que a permuta de imóveis pode envolver outros bens. Se um imóvel é mais caro que o outro, uma das partes pode querer incluir um carro na negociação para deixar a troca mais equilibrada..

Como você pode ver, economizar dinheiro e comprar uma casa demanda uma boa preparação. Sempre que você tiver alguma dúvida, venha ao Blog da Arbo e aproveite nossos conteúdos. Por falar nisso, você já parou para pensar se vale mais a pena comprar ou alugar um imóvel?

Postagens relacionadas

Velas-decorativas

Descubra como velas decorativas renovam o ambiente

Seja na sala, no quarto ou no banheiro, as velas decorativas podem ser adicionadas em qualquer lugar da casa. Veja como usá-las em todos os cômodos sem medo de errar! Poucos itens são tão importantes quanto as velas decorativas. Isso porque elas clareiam, esquentam e formam espaços belíssimos de imediato, sendo preciso apenas do aproveitamento […]

como-comprar-uma-casa

Confira o passo a passo de como comprar uma casa

Quer investir em um imóvel e não sabe por onde começar? Nesse texto você irá conferir todas as orientações de como comprar uma casa com segurança e com responsabilidade Se você deseja investir em um imóvel, precisa conhecer o passo a passo da negociação. Isso porque o processo é complexo e envolve muitas etapas, que […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *