13 de maio de 2022

Como ter um jardim tropical em sua casa

jardim-tropical

Veja todas as dicas para ter um jardim em casa que irá encantar não apenas você e sua família mas também todos os seus convidados!


Que a decoração com plantas é uma grande tendência nos últimos dois anos você já sabe, não é mesmo? Mas para encher a sua casa de plantas e criar um jardim tropical você precisa saber como cuidar de cada espécie e também qual é a melhor forma de organizar os espaços, para manter a sua floresta particular sempre saudável e bem verde!

Neste post você vai aprender não só dicas de cuidados e informações valiosas sobre o cultivo de plantas, mas também sobre como montar o seu jardim tropical, seja ele dentro ou fora de casa. Pode começar a se preparar e já separa o avental: você está prestes a se tornar um jardineiro urbano de primeira! 

Além disso, você encontra aqui as principais respostas sobre decoração com plantas! Bora colocar a mão na massa, ou melhor, na terra!?

Jardim tropical: dentro ou fora de casa?

A boa notícia é que sim, você pode ter um jardim tropical para chamar de seu, seja na parte interna ou na área externa da sua casa. Por isso, a primeira coisa a fazer é decidir onde você quer instalar o seu canto cheio de verdinhas, ok? Feito isso, é importante olhar as condições de luz do ambiente: pega sol direto no local? Se sim, quantas horas mais ou menos?

Com essas informações anotadas, é possível saber que tipo de plantas vão compor o seu jardim tropical. Isso porque nem todas as plantas podem tomar sol direto nas folhas e outras até toleram o sol, desde que seja por pouco tempo ou aquela luz fraca, do começo da manhã ou final da tarde.

Se você for colocar plantas dentro de casa, também é fundamental saber sobre a luz solar: essa é uma das principais informações para não errar na hora de escolher as plantas do seu jardim tropical, combinado?

Ah, e fica tranquilo que daqui a pouco vamos falar mais sobre as condições ideais para cada tipo de jardim tropical.

Como montar um jardim tropical dentro de casa?

Com a pandemia da COVID-19, todo mundo passou a ficar mais tempo em casa, por conta do isolamento social. E como forma de decoração, autocuidado e companhia dentro de casa, as plantas entraram de vez na vida de muitas pessoas. Talvez você seja uma delas, não é mesmo? 

E para conquistar o seu jardim tropical não precisa de muitos conhecimentos, mas também não é sair às compras e encher a casa de plantas: elas são seres vivos, que precisam de atenção especial e cuidados, que vão além de dar água. Para você começar, o ideal é escolher um cômodo da casa e ficar atento à luz desse ambiente: ele precisa ser bem iluminado e quanto mais perto da janela ou da fonte de luz a planta ficar, melhor. A luz é o elemento básico para a planta realizar o seu processo de fotossíntese.

Depois, sabendo como é o seu espaço e a quantidade de luz disponível, é o momento de escolher as plantas, que de modo geral se dividem em espécies de sombra, meia-sombra e sol pleno. O mais indicado para um jardim tropical interno é colocar plantas de sombra e meia-sombra, que se adaptam melhor em lugares com menor intensidade de luz, como costuma ser o ambiente de dentro de casa. 

Quais plantas colocar no jardim tropical interno?

Algumas das espécies mais indicadas para um jardim tropical dentro de casa, seja no quarto, na sala ou em algum outro cômodo são: marantas (ou calatheas), philodendrons, monsteras, jiboias, peperômias, ipomeias, aglaonemas, alocasias, begônias e algumas espécies de antúrios. Além disso, as plantas epífitas (que na natureza crescem agarradas em troncos de árvores) também se adaptam bem nesse tipo de lugar, como o chifre-de-veado ou as samambaias. Viu só quantas opções para você começar a montar o seu jardim tropical? 

Outra dica para quem está começando é escolher espécies que são mais resistentes e menos exigentes na hora de cuidar, como é o caso das jiboias, alguns tipos de peperômias e philodendrons. Se você é do tipo que gosta de plantas coloridas e ainda não tem muita experiência, o mais indicado são as aglaonemas, que têm uma boa variedade de cores, além de serem super fáceis de cuidar. Todas essas sugestões são consideradas plantas de sombra ou meia-sombra e, sem dúvidas, vão deixar o seu jardim tropical lindo.

Ah, e já que falamos de sombra, meia-sombra e sol pleno, você sabe o que significam essas palavras? Veja agora cada um dos termos!

O que é sombra, meia-sombra e sol pleno?

Esta é uma classificação bem geral, usada por profissionais da área e que vai te ajudar na hora de comprar uma planta para o seu jardim tropical. Plantas de sombra são aquelas que vivem na natureza com alta luminosidade, mas sem sol direto em suas folhas. Ou seja, em uma floresta, por exemplo, são as plantas que ficam dentro dos bosques, cobertas ou protegidas pelas copas das árvores, que produzem sombra.

Mas atenção: sombra não é breu, não é o canto da parede ou longe de uma janela. O ambiente precisa ser bem iluminado, ok? Na dúvida, tente colocar a planta o mais perto possível da fonte de luz: seja janela, porta, varanda ou sacada.

Já a palavra meia-sombra se refere a plantas que tomam sol direto nas folhas, mas só durante um período de tempo, de duas a três horas por dia, por exemplo. Em geral, são espécies que também tomam o sol da manhã, até 8h30, 9h ou o sol do fim da tarde, depois das 16h, quando a luz solar não está tão quente. Caso contrário, as folhas dessas plantas podem queimar e isso é o que ninguém quer, certo?

E por último, as plantas de sol pleno: espécies que precisam de pelo menos 4 horas de sol todos os dias. Em sua grande maioria, são árvores de diversos tipos, frutíferas, espécies com flores e plantas ornamentais de jardim, além de cactos e suculentas.

Jardim tropical de cactos e suculentas

Uma ótima opção para quem não tem muito tempo para cuidar de plantas, mas quer ter um jardim tropical bem bonito ou mesmo deixar o canteiro de entrada da casa mais elegante, é escolher cactos e suculentas.

A maior parte das plantas dessas espécies é de sol pleno, ou seja, precisa de pelo menos 4 horas de sol direto nas suas folhas. Algumas delas são de meia-sombra, por isso exigem menos tempo de exposição à luz solar, até três ou quatro horas.

Com cactos e suculentas, você pode fazer lindos arranjos, decorar canteiros inteiros e encher a casa de plantas para criar um jardim tropical sem gastar muito. Como existem muitas opções no mercado, você encontra plantas baratas, o que é ideal para quem está no começo. Se está em dúvida, peça ajuda para amigos que já cultivam ou mesmo procure uma loja especializada na sua cidade.

Outra opção legal é montar um jardim árido, com cactos de maior porte, misturados com outras espécies menores. O visual é incrível! Só preste atenção para não colocar junto espécies com necessidades diferentes, o ideal é escolher plantas que precisam de cuidados parecidos. Isso vai facilitar a sua vida, além de uma chance maior de que as plantas cresçam saudáveis.

Seja qual for a sua escolha, o resultado é certo: com um jardim tropical a sua casa vai ganhar vida, estilo e muito verde!

Receba nossos novos conteúdos por e-mail!


Cadastre-se na newsletter semanal do Blog da Arbo, com tudo que você quer saber sobre imóveis. É grátis!

Postagens relacionadas

decoração-vintage

Decoração vintage: saiba tudo sobre esse estilo

Está pensando em apostar na decoração vintage para criar ambientes mais charmosos? Confira nesse post tudo sobre esse assunto! O que é vintage? Se você acompanha o mundo da moda ou da decoração, certamente já se encantou com a estética vintage em alguma peça ou ambiente. Colocando a nostalgia a seu favor, esse estilo é […]

7 ideias de decoração simples para sua casa

Uma decoração bem feita não precisa ser cara e nem complicada. É possível aliar simplicidade com beleza e fazer um excelente trabalho em seu lar. Saiba como no texto a seguir  Quando o assunto é decoração, muitas pessoas já pensam em altos gastos, grandes mudanças e sofisticação. Mas, há muito tempo que já é possível […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *