27 de janeiro de 2022

Quer saber o valor do seu imóvel? Veja como avaliar!

valor do seu imóvel

O valor do seu imóvel pode variar em função de uma série de fatores. Saiba tudo sobre o assunto neste artigo do Blog da Arbo!

Saber o valor do seu imóvel é fundamental para resguardar seus interesses na hora de vender o bem. Além disso, ter um laudo técnico com essa informação é decisivo em situações de processo judicial, como divórcio ou herança, em casos de permuta de imóveis ou quando o bem é tomado pelo banco por inadimplência.

Neste post do Blog da Arbo, você vai saber como um imóvel deve ser avaliado. Para começar, vamos explicar os fatores que influenciam no preço. Em seguida, mostraremos que você pode ter uma boa noção do valor com uma boa pesquisa. Porém, o auxílio de um corretor é indispensável em casos que exigem documentos oficiais. Confira!

Fatores que influenciam o valor do imóvel

O valor do seu imóvel é estabelecido em função de múltiplas variáveis. Algumas delas são diretamente relacionadas à construção, enquanto outros dependem do bairro em que ele está localizado e de outros pequenos detalhes, como a incidência de luz solar, o posicionamento das janelas, entre outros aspectos.

Localização

Esse é o fator mais evidente para a valorização de imóveis. Casas e apartamentos próximos de pontos importantes das grandes cidades tendem a ser mais caros. Isso porque os bairros costumam ter uma infraestrutura bastante completa. As principais vias de acesso estão a poucos quilômetros e há muitas opções de comércio, serviços e lazer no entorno.

Contudo, há casos específicos em que essa dinâmica se inverte. Em certos municípios, uma casa dentro de um condomínio em uma região mais afastada pode ter muita procura. Nesse caso, o interesse vem justamente de pessoas interessadas em uma vida mais tranquila, distante dos transtornos da vida urbana.

Infraestrutura (vagas de garagem, condomínio, etc)

A estrutura do imóvel é outro fator determinante para a valorização de imóveis. Nesse caso, são levados em consideração o número de cômodos, o tamanho do local e se é necessário realizar algum tipo de reforma. 

Quando falamos em apartamentos, também deve ser considerada a estrutura do condomínio. A quantidade de vagas na garagem, os serviços disponíveis e o uso de tecnologias sustentáveis estão entre os principais pontos a se levar em conta.

Outra das principais preocupações sempre está relacionada com a segurança. Portanto, além de estar em uma região privilegiada nesse sentido, é interessante que as casas e apartamentos tenham uma boa gama de dispositivos de proteção.

Condomínios com bons sistemas de segurança costumam ter monitoramento 24 horas por câmeras, por exemplo. Nos mais avançados, há até sistemas de acesso por biometria, sensores de presença e outras tecnologias. 

Qualidade dos acabamentos

Indo para a parte interna, um dos itens que interferem no valor do seu imóvel é o estado dos revestimentos aplicados ao piso e às paredes. Problemas como rachaduras, manchas e riscos comprometem o visual do local e indicam o uso de materiais de baixa qualidade em sua construção. 

A pintura também é um item para ser observado com bastante atenção. Afinal, defeitos na pintura são sintomas de certas falhas estruturais, como infiltrações, Além disso, é interessante verificar se as paredes não apresentam furos, desníveis e porosidade em algum ponto.

O estado e o modelo de itens como vasos sanitários, pias, torneiras, maçanetas e outros detalhes também agregam valor aos imóveis. São elementos que podem até passar despercebidos em um primeiro momento, mas são fontes de muitos problemas quando não há manutenção adequada. 

Andar e vista

A vista faz diferença no valor dos imóveis, especialmente quando falamos de apartamentos. Em um mesmo prédio, você pode encontrar opções com preços diferentes por causa da posição das janelas. Apartamentos em andares mais altos tendem a ser mais caros. 

Os que têm uma visão mais ampla e livre valem mais do que aqueles que dão de frente com outro prédio, por exemplo. Esse fator é ainda mais relevante em cidades com forte potencial turístico ou próximas ao mar.

Pesquise os valores de imóveis semelhantes

valor do seu imóvel
Uma boa pesquisa é essencial para ter um parâmetro sobre o valor do seu imóvel.

Uma boa forma de ter um parâmetro sobre o valor do seu imóvel é procurar opções semelhantes à venda na sua região, de preferência na mesma rua ou em ruas próximas. Hoje é muito mais fácil fazer isso pela internet. Porém, se não conseguir encontrar nenhum anúncio, o jeito é dar uma caminhada pelo bairro. 

Entretanto, tenha em mente que, por conta dos fatores de valorização mencionados anteriormente, você nunca encontrará um imóvel exatamente igual ao seu. A comparação serve para ter uma base, mas sempre haverá algum ponto de diferenciação entre um imóvel e outro, mesmo que ele pareça muito sutil. 

Outra fonte de referência que pode ser útil é o site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nele você encontra uma área específica com dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil. É possível verificar o custo médio do metro quadrado por estado.

Conte com o auxílio de profissionais especializados

Embora todas as opções apresentadas acima sejam úteis como referencial, a melhor alternativa para avaliar uma casa ou um apartamento ainda é consultar especialistas do setor. Isso porque a avaliação será feita com foco no seu imóvel e por um profissional que tem profundo conhecimento sobre o mercado.

Geralmente, se você deseja fazer apenas a avaliação, é necessário pagar pelo serviço. Por outro lado, quando a imobiliária vai fazer a intermediação de uma venda, a avaliação do bem é feita sem custos adicionais.

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) é o órgão responsável por credenciar os profissionais que atuam na área. Ele determina uma tabela de preços para a avaliação do imóvel. 

Essa tabela pode ser diferente de um estado para outro, mas, tomando São Paulo como exemplo, o preço da avaliação por escrito é equivalente a 1% do valor do imóvel. Se você deseja apenas um parecer verbal, o custo é igual a uma anuidade do CRECI – em 2021, esse valor é de R$ 673,00.

Na maior parte dos casos, os corretores responsáveis pela avaliação apenas visitam o imóvel e dão um parecer verbal. Porém, o laudo técnico por escrito explica detalhadamente os motivos da avaliação.

O documento informa sobre a estrutura do imóvel avaliado, estabelece comparações com outros imóveis da região e explica sobre questões relacionadas à infraestrutura, mobilidade urbana e zoneamento.

Vale destacar que, embora qualquer corretor credenciado seja capaz de fazer a avaliação verbal, o laudo técnico só pode ser emitido por aqueles que detém o título de avaliador imobiliário. 

Para isso, o corretor precisa ter concluído o curso superior de gestão imobiliária ou o curso de especialista em avaliação imobiliária do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci). Engenheiros e arquitetos também podem emitir pareceres, mas sempre devem consultar um corretor. 

Aliás, você pode encontrar os avaliadores habilitados facilmente nesta página do site do Cofeci.

E se o seu objetivo é saber o valor do seu imóvel para vendê-lo, seu lugar é o Portal Arbo. Anuncie seu imóvel de forma gratuita e faça toda a negociação com um processo digital facilitado e transparente.

Postagens relacionadas

apartamento-pequeno

Vai mudar para apartamento pequeno? Veja dicas!

O processo de mudança exige muita energia e, caso não seja feito com planejamento, vários imprevistos podem surgir. Por isso, iremos dar dicas para você que vai se mudar para um apartamento pequeno.   Se você está pensando em se mudar para um apartamento pequeno, deve estar pensando por onde começar, o que fazer com […]

alugar-kitnet

Por que você deve alugar kitnet com a Arbo?

Todos os anos, diversos estudantes pensam em alugar kitnet depois da aprovação em uma universidade. Você sabia que com a Arbo o processo de locação é bem mais simples? Quando você é um estudante universitário, deve pensar em que tipo de imóvel pretende morar ao longo da graduação. Geralmente, os estudantes preferem morar em imóveis […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *